A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INFLUENZA A (H1N1) PROFESSOR CLERSON VIROSE / PANDEMIA / GRIPE SUÍNA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INFLUENZA A (H1N1) PROFESSOR CLERSON VIROSE / PANDEMIA / GRIPE SUÍNA."— Transcrição da apresentação:

1 INFLUENZA A (H1N1) PROFESSOR CLERSON VIROSE / PANDEMIA / GRIPE SUÍNA

2 PANDEMIA HISTÓRICO Surgimento de um novo vírus ou outro microorganismo Surgimento de um novo vírus ou outro microorganismo População não está imunizada População não está imunizada não há vacina prontanão há vacina pronta nem o corpo das pessoas conhece o vírus.nem o corpo das pessoas conhece o vírus. Muitos são atingidos, resultando em uma epidemia que se espalha em diversos países. Muitos são atingidos, resultando em uma epidemia que se espalha em diversos países.

3 VÍRUS INFLUENZA HISTÓRICO Precedente histórico: preocupações atuais Precedente histórico: preocupações atuais Influenza A, B e C / vários subtipos Influenza A, B e C / vários subtipos Mutações genéticas Mutações genéticas

4 VÍRUS INFLUENZA A SUBTIPO H1N1 / A (H1N1) Subtipo de INFLUENZAVIRUS A Subtipo de INFLUENZAVIRUS A Causa mais comum: Gripe em humanosCausa mais comum: Gripe em humanos Letra H refere-se à proteína HEMAGLUTININALetra H refere-se à proteína HEMAGLUTININA Letra N à proteína NEURAMINIDASELetra N à proteína NEURAMINIDASE Este subtipo deu origem (MUTAÇÃO) a várias estirpesEste subtipo deu origem (MUTAÇÃO) a várias estirpes Incluindo GRIPE ESPANHOLA (atualmente extinta) Incluindo GRIPE ESPANHOLA (atualmente extinta) Estirpes moderadas de GRIPE HUMANA Estirpes moderadas de GRIPE HUMANA Estirpes endêmicas de GRIPE SUÍNA Estirpes endêmicas de GRIPE SUÍNA Várias estirpes de GRIPE AVIÁRIA Várias estirpes de GRIPE AVIÁRIA

5

6 VÍRUS INFLUENZA A SUBTIPO H1N1 / A (H1N1) H1N1H1N1 HEMAGLUTININA NEURAMINIDASE

7

8

9 PANDEMIA DE 1918 GRIPE ESPANHOLA USA e Europa Gripe Humana: Influenza / Gripe EspanholaGripe Humana: Influenza / Gripe Espanhola Guerra: Aparecimento em duas etapasGuerra: Aparecimento em duas etapas Vírus (H1N1) relativamente brando / Primavera Vírus (H1N1) relativamente brando / Primavera Voltou no Outono: Tornou-se mortal Voltou no Outono: Tornou-se mortal Quando ele retorna, existe a possibilidade de ser mais virulento. Quando ele retorna, existe a possibilidade de ser mais virulento. Devastou o mundo inteiroDevastou o mundo inteiro

10

11

12 ENDEMIA DE 1930 GRIPE SUÍNA - ANIMAIS USA e México Vírus (Influenza H1N1 e H3N2): Gripe suínaVírus (Influenza H1N1 e H3N2): Gripe suína Entre suínosEntre suínos Transmissão: Ar e objetos contaminadosTransmissão: Ar e objetos contaminados

13 EPIDEMIA DE 1955 GRIPE AVIÁRIA ÁSIA Vírus (Influenza H5N1): Gripe aviária Entre frangos : Típica das aves / Gripe Asiática Transmissão: Ar, água, alimentos e objetos contaminados contato direto com secreções de aves infectadas

14 Situação dos países: Casos confirmados 16 /12 / 2003

15 ENDEMIA DE 1988 GRIPE SUÍNA - HUMANOS USA Vírus (Influenza A H1N1): Gripe suína ?Vírus (Influenza A H1N1): Gripe suína ? Entre HumanosEntre Humanos Transmissão: Ar e objetos contaminadosTransmissão: Ar e objetos contaminados Sintomas parecidos: Gripe comumSintomas parecidos: Gripe comum

16 MARÇO DE 2009

17

18 PANDEMIA DE 2009 INFLUENZA A (H1N1) Entre Humanos: ABRIL DE 2009 / SURTO A (H1N1)Entre Humanos: ABRIL DE 2009 / SURTO A (H1N1) Transmissão: Ar e objetos contaminadosTransmissão: Ar e objetos contaminados Sintomas parecidos: Gripe comumSintomas parecidos: Gripe comum

19 ABRIL 2009

20 GRIPE SUÍNA RESUMO – –ORIGEM n n VÍRUS INFLUENZA: GERALMETE ATACA APENAS PORCOS, O H1N1 – –MUTAÇÕES n n ALGUMAS VEZES, MUTAÇÕES FAZEM COM QUE OS VÍRUS GANHEM A CAPACIDADE DE AFETAR HUMANOS. ATUALMENTE – –CONTÁGIO n n A FORMA MAIS COMUM: PESSOAS LIDAM DIRETAMENTE COM PORCOS. n n VERSÃO ATUAL: EVIDÊNCIAS QUE O VÍRUS TENHA CAPACIDADE DE PASSAR DE PESSOA PARA PESSOA, O QUE AUMENTA O RISCO. – –SINTOMAS n n FEBRE, LETARGIA, FALTA DE APETITE E TOSSE / ALGUMAS PESSOAS TAMBÉM APRESENTAM: CORIZA, GARGANTA SECA, NÁUSEAS, VÔMITO E DIARRÉIA.

21 1918 Gripe Espanhola 1930 Gripe Suína 1988 Gripe Suína / Mutações 2003 Gripe Aviária 2009 Gripe Influenza A (H1N1)

22

23 GRIPE SUÍNA RESUMO – –MEDICAMENTOS UTILIZADOS n n DROGAS: ZENAMIVIR E OSELTAMIVIR n n NÃO HÁ VACINA EFICAZ PARA HUMANOS – –PREVENÇÃO: n n CUBRA SEU NARIZ E BOCA COM UM LENÇO QUANDO TOSSIR OU ESPIRRAR; n n LAVE AS MÃOS CONSTANTEMENTE COM ÁGUA E SABÃO, APÓS TOSSIR OU ESPIRRAR. ÁLCOOL É EFETIVO; n n EVITAR TOCAR OLHOS, NARIZ E BOCA; n n EVITE CONTATOS PRÓXIMOS A PESSOAS DOENTES; n n SE VOCÊ FICAR DOENTE, FIQUE EM CASA E LIMITE O CONTATO COM OUTROS PARA EVITAR INFECTÁ-LOS.

24 PANDEMIA DE 2009 NOTICIÁRIO Matou mais de 100 pessoas no MÉXICO, e pensava-se existirem mais de 1500 indivíduos infectados em todo o mundo em 26 de Abril de O Centers for Disease Control and Prevention nos Estados Unidos avisou que era possível que este surto desse origem a uma PANDEMIA.Centers for Disease Control and Prevention No balanço oficial da OMS divulgado no começo da manhã de 8 de maio de 2009, que não inclui o aumento de casos na América do Norte, Europa e América Latina, o número de contaminados era de 2384, com 42 mortes.América do NorteEuropaAmérica Latina

25 NOTICIÁRIO: Ainda não sabemos como está se espalhando e, certamente, não sabemos a extensão do problema. A boa notícia é que todos os pacientes se recuperaram - um deles precisou ser internado, mas já saiu do hospital. Até o momento não parece ser uma gripe muito grave. A gripe já matou 16 pessoas no Estado de São Paulo, 16 no Rio Grande do Sul, cinco no Rio de Janeiro e QUATRO no Paraná. Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. A Secretaria de Saúde do Paraná confirmou nesta segunda-feira mais QUATRO (27/07/2009) mortes causadas pela gripe suína no Estado. Um pouco antes, a cidade de Osasco (SP) havia confirmado outros dois óbitos causados pela doença. Com isso, o número de casos fatais da doença no Brasil sobe para 45.

26 NOTICIÁRIO: O número de pessoas contaminadas com a nova gripe chega a 82 no estado. Depois da Região de Curitiba (formada pela capital paranaense e cidades metropolitanas), com 34 casos, Foz do Iguaçu é a área que mais concentra casos da doença, com doze confirmações. A seguir vêm Ponta Grossa (9 casos), Cascavel (6), Londrina (3) e Apucarana e Maringá (2). As demais cinco regiões do Estado somam um caso cada uma. O número de pessoas contaminadas com a nova gripe chega a 82 no estado. Depois da Região de Curitiba (formada pela capital paranaense e cidades metropolitanas), com 34 casos, Foz do Iguaçu é a área que mais concentra casos da doença, com doze confirmações. A seguir vêm Ponta Grossa (9 casos), Cascavel (6), Londrina (3) e Apucarana e Maringá (2). As demais cinco regiões do Estado somam um caso cada uma. ATUAL ATÉ 27/07/2009 – 20h00

27 NOTICIÁRIO: Foi comprovado que a variante do vírus A (H1N1) que hoje infecta mais de 130 mil seres humanos no mundo e já matou mais de 800 é uma descendência direta da que provocou a chamada gripe espanhola em Segundo um estudo publicado no último dia 16 nos Estados Unidos, a gripe suína é a quarta geração do vírus (H1N1) que matou centenas de milhares após a 1ª Guerra Mundial e sua letalidade diminuiu após mutações. Foi comprovado que a variante do vírus A (H1N1) que hoje infecta mais de 130 mil seres humanos no mundo e já matou mais de 800 é uma descendência direta da que provocou a chamada gripe espanhola em Segundo um estudo publicado no último dia 16 nos Estados Unidos, a gripe suína é a quarta geração do vírus (H1N1) que matou centenas de milhares após a 1ª Guerra Mundial e sua letalidade diminuiu após mutações. A taxa de mortalidade da pandemia de 1918 foi de 598 mortes para cada grupo de 100 mil pessoas. A pandemia seguinte, de 1928, matou 96,7 dentro do mesmo universo. Já a de 1934, mataria 52. O surto de 1957 teve mortalidade de 40,6 e o de 1997 voltaria a crescer para 49,5, para cair a 17,1 em O estudo não apresenta dados consolidados sobre o atual surto de gripe. A diminuição na taxa de mortalidade é atribuída à dinâmica entre o aumento da resistência humana ao vírus e suas mutações. A taxa de mortalidade da pandemia de 1918 foi de 598 mortes para cada grupo de 100 mil pessoas. A pandemia seguinte, de 1928, matou 96,7 dentro do mesmo universo. Já a de 1934, mataria 52. O surto de 1957 teve mortalidade de 40,6 e o de 1997 voltaria a crescer para 49,5, para cair a 17,1 em O estudo não apresenta dados consolidados sobre o atual surto de gripe. A diminuição na taxa de mortalidade é atribuída à dinâmica entre o aumento da resistência humana ao vírus e suas mutações.

28 NOTICIÁRIO: n A expectativa é de que a OMS anuncie a passagem na escala de alerta pandêmico para a fase seis, o nível máximo, que estabelece a doença como pandemia global. n De acordo com o mais recente balanço divulgado pela OMS na última quarta-feira, foram registrados, em apenas dois dias, novos casos da gripe. n De acordo com o mais recente balanço divulgado pela OMS na última quarta-feira, foram registrados, em apenas dois dias, novos casos da gripe. n Com todas estas confirmações, o total de mortes pelo influenza A (H1N1) no País chega a 56 (25/07/2009). n Com a confirmação de mais duas mortes por gripe suína no Rio Grande do Sul, o total de mortes por gripe suína no Brasil atinge 61 pessoas (28/07/09). n Com a confirmação de mais duas mortes por gripe suína no Rio Grande do Sul, o total de mortes por gripe suína no Brasil atinge 61 pessoas (28/07/09).

29 TRANSMISSÃO PREVENÇÃO

30

31 Sistema Imunológico CUIDADOS Reforçar o seu sistema imunológico / manipular sua imunidade: estimulam a ação do sistema imunológico e potencializam seu funcionamento * Tome pelo menos um litro e meio de água por dia, pois os vírus vivem melhor em ambientes secos e manter suas vias aéreas úmidas desestimulam os vírus; * Não tome leite, principalmente se estiver resfriado ou com sinusite, pois produz muito muco e dificulta a cura. Use e abuse do Iogurte natural, um excelente alimento do sistema imunológico.

32 * Cebola, alho e alimentos ricos em caroteno (cenoura, damasco seco, beterraba, batata doce cozida, espinafre cru, couve) e em zinco (fígado de boi e semente de abóbora); dieta vegetariana (vegetais e frutas); salmão, bacalhau e sardinha; * O cogumelo Shiitake também é um excelente anti-viral, assim como o chá de gengibre que destrói o vírus da gripe; * Evite ao máximo alimentos ricos em gordura (deprimem o sistema imunológico), tais como carnes vermelhas e derivados; óleo de milho, de girassol ou de soja que são óleos vegetais. Sistema Imunológico CUIDADOS

33 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTARESPOSTA 1.- Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa? Até 10 horas Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos? Torna o vírus inativo e o mata. 3.- Qual é a forma de contágio mais eficiente deste vírus? A via aérea não é a mais efetiva para a transmissão do vírus, o fator mais importante para que se instale o vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos) o vírus não voa e não alcança mais de um metro de distancia. 4.- É fácil contagiar-se em aviões? Não, é um meio pouco propício para ser contagiado. Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS

34 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 5.- Como posso evitar contagiar-me? Não passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca. Não estar com gente doente. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia. 6.- Qual é o período de incubação do vírus? Em média de 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase imediatamente. 7.- Quando se deve começar a tomar o remédio? Dentro das 72 horas os prognósticos são muito bons, a melhora é de 100% 8.- De que forma o vírus entra no corpo? Por contato ao dar a mão ou beijar-se no rosto e pelo nariz, boca e olhos. 9.- O vírus é mortal? Não, o que ocasiona a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é a pneumonia.

35 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 10.- Que riscos têm os familiares de pessoas que faleceram? Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão A água de tanques ou caixas de água transmite o vírus? Não porque contém químicos e está clorada 12.- O que faz o vírus quando provoca a morte? Uma série de reações como deficiência respiratória, a pneumonia severa é o que ocasiona a morte Quando se inicia o contagio, antes dos sintomas ou até que se apresentem? Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas Qual é a probabilidade de recair com a mesma doença? De 0%, porque fica-se imune ao vírus suíno Onde encontra-se o vírus no ambiente? Quando uma pessoa portadora espirra ou tosse, o virus pode ficar nas superfícies lisas como maçanetas, dinheiro, papel, documentos, sempre que houver umidade. Já que não será esterilizado o ambiente se recomenda extremar a higiene das mãos.

36 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 17.- O vírus ataca mais às pessoas asmáticas? Sim, são pacientes mais suscetíveis, mas ao tratar-se de um novo germe todos somos igualmente suscetíveis Qual é a população que está atacando este vírus? De 20 a 50 anos de idade É útil a máscara para cobrir a boca? Existem alguns de maior qualidade que outros, mas se você não está doente é pior, porque os vírus pelo seu tamanho o atravessam como se este não existisse e ao usar a máscara, cria-se na zona entre o nariz e a boca um microclima úmido próprio ao desenvolvimento viral: mas se você já está infectado use-o para não infectar aos demais, apesar de que é relativamente eficaz Posso fazer exercício ao ar livre? Sim, o vírus não anda no ar nem tem asas Serve para algo tomar Vitamina C? Não serve para nada para prevenir o contagio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.

37 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 22.- Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível? A salvo não esta ninguém, o que ajuda é a higiene dentro de lar, escritórios, utensílios e não ir a lugares públicos O virus se move? Não, o vírus não tem nem patas nem asas, a pessoa é quem o coloca dentro do organismo Os mascotes contagiam o vírus? Este vírus não, provavelmente contagiem outro tipo de vírus Se vou ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contagiar? Não Qual é o risco das mulheres grávidas com este vírus? As mulheres grávidas têm o mesmo risco mas por dois, podem tomar os antivirais mas em caso de de contagio e com estrito controle médico.

38 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 27.- O feto pode ter lesões se uma mulher grávida se contagia com este vírus? Não sabemos que estragos possa fazer no processo, já que é um vírus novo Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)? Não é recomendável, pode ocasionar outras doenças, a menos que você tenha prescrição por problemas coronários, nesse caso siga tomado Serve para algo tomar antivirales antes dos síntomas? Não serve para nada As pessoas com AIDS, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia se contagiam com o vírus? SIM Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza? NAO.

39 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 32.- O que mata o vírus? O sol, mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, álcool em gel O que fazem nos hospitais para evitar contágios a outros doentes que não têm o vírus? O isolamento O álcool em gel é efetivo? SIM, muito efetivo Se estou vacinado contra a influenza estacional sou inócuo a este vírus? Não serve para nada, ainda não existe vacina para este vírus Este vírus está sob controle? Não totalmente, mas estão tomando medidas agressivas de contenção O que significa passar de alerta 4 a alerta 5? A fase 4 não faz as coisas diferentes da fase 5, significa que o vírus se propagou de Pessoa a Pessoa em mais de 2 países; e fase 6 é que se propagou em mais de 3 países.

40 GRIPE SUÍNA PERGUNTAS E RESPOSTAS: Comunicado da Organização Mundial de Saúde OMS 38.- Aquele que se infectou deste vírus e se curou, fica imune? SIM As crianças com tosse e gripe têm influenza? É pouco provável, pois as crianças são pouco afetadas Medidas que as pessoas que trabalham devam tomar? Lavar-se as mãos muitas vezes ao dia Posso me contagiar ao ar livre? Se há pessoas infectadas e que tosam e/ou espirre perto pode acontecer, mas a via aérea é um meio de pouco contágio Pode-se comer carne de porco? SIM pode e não há nenhum risco de contágio Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está controlado? Ainda que se controle a epidemia agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode voltar e ainda não haverá uma vacina.

41 VÍRUS: ACELULARES

42 RETROVÍRUS ADENOVÍRUS


Carregar ppt "INFLUENZA A (H1N1) PROFESSOR CLERSON VIROSE / PANDEMIA / GRIPE SUÍNA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google