A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira CIÊNCIAS DO AMBIENTE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira CIÊNCIAS DO AMBIENTE."— Transcrição da apresentação:

1 UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira CIÊNCIAS DO AMBIENTE

2 CRESCIMENTO POPULACIONAL MÓDULO II DEGRADAÇÃO E CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

3 Por que estudar Crescimento Populacional? Estimativas da quantidade de alimentos... Estimativas do crescimento da área urbana... Estimativas de disparidades sociais e econômicas... Estimativas da RETIRADA DE RECURSOS NATURAIS......

4 Observação do Crescimento AnoPopulação Mundial (bilhões de pessoas) 1 d.C.0, , Até meados do século XX: Aquém do POTENCIAL BIÓTICO

5 O Crescimento Populacional é FATOR DETERMINANTE NA DEGRADAÇÃO DO AMBIENTE influenciando a sua CAPACIDADE DE SUPORTE

6 Pegada Ecológica ÁREA DE TERRA PRODUTIVA de que uma pessoa precisa para SUSTENTAR O SEU CONSUMO E ABSORVER SEUS RESÍDUOS pelo período de um ano (hectare/pessoa/ano) Em 1960: 6,3 ha/pessoa/ano Em 2010: 1,6 ha/pessoa/ano

7

8 1ª: Regime Demográfico Primitivo (até ao séc. XVIII) - Natalidade Elevada: Os filhos eram uma fonte de riqueza Desconheciam o planejamento familiar A mortalidade infantil era muito elevada - Mortalidade Elevada Havia maus anos agrícolas que originavam fomes Falta de higiene Havia pestes e epidemias Guerras A medicina curativa (e preventiva) não estava desenvolvida - Fraco Crescimento Natural - Esperança média de vida: BAIXA Fases da Evolução da População

9 Revolução Industrial - Iniciou-se na Inglaterra em Conjunto de transformações na atividade fabril apoiadas na aplicação de uma série de inventos - Estas transformações na indústria tiveram repercussões sociais, demográficas e econômicas muito importantes Revolução Agrícola (na era Moderna) - Conjunto de alterações na agricultura européia que sucederam a par da Revolução Industrial (com origem na Inglaterra) - Introdução de novos métodos e técnicas de cultivo, permitindo o aumento da produtividade, da quantidade e variedade de produtos agrícolas OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS AUMENTAM A CAPACIDADE DE SUPORTE DO PLANETA No final do século XVIII:

10 2ª: Revolução Demográfica (XVIII até os anos 40 do séc. XX) - Natalidade Elevada - Mortalidade diminui acentuadamente - O Crescimento Natural aumenta significativamente - Esperança média de vida: BAIXA (porém há um aumento na média de vida) Fases da Evolução da População

11 3ª: Regime Demográfico Moderno – Explosão demográfica (anos 40 do séc. XX até a atualidade) - Crescimento demográfico acelerado da população mundial, após a Segunda Guerra Mundial - Ajuda Internacional, ocasionando: - Uma grande redução das taxas de mortalidade - Elevadas taxas de natalidade (dando origem a um crescimento natural explosivo) Aumento da esperança de vida - Nos países industrializados, o crescimento natural começou a baixar, devido à contínua diminuição dos valores das taxas de natalidade, em consequência da alteração da mentalidade em relação às condições das crianças e das mulheres na sociedade ( planejamento familiar, métodos anticoncepcionais, etc.)

12 Há quem considere a hipótese de uma 4ª fase de crescimento demográfico onde o CRESCIMENTO VEGETATIVO SERIA NEGATIVO devido aos altos custos de vida que inviabilizariam famílias muito grandes (ou as tornariam indesejáveis para as pessoas que quisessem manter seus altos padrões de vida) Fases da Evolução da População

13

14 1. População Absoluta INDICADORES DEMOGRÁFICOS

15 2. Densidade Demográfica INDICADORES DEMOGRÁFICOS

16 Densidade Demográfica do Brasil

17 3. Superpovoamento INDICADORES DEMOGRÁFICOS Corresponde a um descompasso entre as CONDIÇÕES SÓCIO-ECONÔMICAS da população e a ÁREA ocupada Não significa que a área seja superpovoada mesmo sendo densamente povoada O superpovoamento não depende somente dos resultados numéricos da relação entre população absoluta e área (densidade) Um país é considerado superpovoado em virtude do INSUFICIENTE nível de DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO e TECNOLÓGICO das suas populações

18 4. Taxa de natalidade INDICADORES DEMOGRÁFICOS

19 5. Taxa de Mortalidade INDICADORES DEMOGRÁFICOS

20 6. Crescimento Vegetativo ou Natural O crescimento natural pode ser: - POSITIVO (natalidade > mortalidade) - NULO (natalidade = mortalidade) - NEGATIVO (natalidade < mortalidade) INDICADORES DEMOGRÁFICOS

21 6. Crescimento Vegetativo ou Natural

22 7. Taxa de Fecundidade INDICADORES DEMOGRÁFICOS

23 8. Taxa de Mortalidade Infantil INDICADORES DEMOGRÁFICOS

24 9. Expectativa de Vida INDICADORES DEMOGRÁFICOS

25 Consequências da Explosão Populacional FOME DESEMPREGO MISÉRIA SEDE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL

26 Medidas Para Conter o Aumento Populacional Expansão de serviços de alta qualidade de planejamento familiar e saúde reprodutiva Regulação da fertilidade Aumento da escolaridade Melhorias na situação econômica, social e jurídica das mulheres

27 PRÓXIMA AULA: POLUIÇÃO HÍDRICA


Carregar ppt "UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira CIÊNCIAS DO AMBIENTE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google