A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: PERÍODO REGENCIAL – EVOLUÇÃO POLÍTICA OBJETIVOS RECONHECER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: PERÍODO REGENCIAL – EVOLUÇÃO POLÍTICA OBJETIVOS RECONHECER."— Transcrição da apresentação:

1 EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: PERÍODO REGENCIAL – EVOLUÇÃO POLÍTICA OBJETIVOS RECONHECER OS PRINCIPAIS FATORES CONSTITUTIVOS DA CRISE REGENCIAL EXPLICAR A EVOLUÇÃO DOS PARTIDOS POLÍTICOS RECONHECER A IMPORTÂNCIA DO DEBATE PARA A ESTRUTURAÇÃO DO PENSAMENTO POLÍTICO INTRODUÇÃO: A ABDICAÇÃO DE D. PEDRO I

2 Do Avanço liberal ao Regresso conservador A renúncia de Dom Pedro I, longe de restabelecer a ordem e a calma no país, aumentou as divisões entre os vários grupos políticos, comprometendo, inclusive, a frágil unidade do Império A chefia do Poder executivo passou a ser exercida por Regentes, que governariam o país até a maioridade do príncipe Regência trina provisória, Regência trina permanente (1831 – 1835), Regências unas do Padre Feijó (1835 – 1837) e de Araújo Lima (1837 – 1840) Grupos políticos Moderados – Federalismo e fim da vitaliciedade do Senado Restauradores – Retorno de D. Pedro I ao trono (até sua morte) Exaltados – Federalismo, fim da vitaliciedade do Senado e democratização

3 Ato Adicional de 1834 Código de Processo Criminal Assembleias legislativas provinciais Abolição do Conselho de Estado Transformação do Rio de Janeiro em município neutro Regência una através de voto direto e secreto O Ato Adicional foi um avanço liberal e uma medida descentralizadora Os grupos políticos a partir daí passaram a designar-se progressistas e regressistas, quanto a apoiar ou não o Ato adicional O Padre Feijó foi eleito o Regente uno por cerca de 6000 pessoas em todo o Brasil O governo do Padre Feijó foi muito difícil, pressionado pelos dois extremos da política da época, além do que teve que enfrentar diversas rebeliões nas províncias do país Seu fracasso em debelar estas rebeliões e os desentendimentos que teve com os políticos, além da oposição da Igreja, o fizeram renunciar em favor de Araújo Lima Com Araújo Lima, os conservadores sobem ao poder CONCLUSÃO: O Período Regencial marca uma espécie de período republicano que o Brasil viveu, entre os dois reinados

4 PRÍNCIPE HERDEIRO

5 ATO ADICIONAL

6 REVOLTAS REGENCIAIS

7 REGENTE PADRE FEIJÓ

8 REGENTE ARAÚJO LIMA


Carregar ppt "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: PERÍODO REGENCIAL – EVOLUÇÃO POLÍTICA OBJETIVOS RECONHECER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google