A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA."— Transcrição da apresentação:

1 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA VÍDEOCONFERÊNCIA SOBRE RAIVA SALVADOR MARÇO 2014

2 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA SINAN: Instrumento e Inconsistências SINAN: Abandono INTERAÇÃO COM AUDITÓRIOS VE7: Importância e Periodicidade PERSPECTIVAS 2014 INTERAÇÃO COM AUDITÓRIOS

3 Impacto da Raiva Humana no Mundo ÓBITOS, maioria na África e Ásia 1 óbito a cada 10 minutos 30 a 50% ocorrem em crianças 40% com idade inferior a 15 anos DETERMINANTE: Falta de tratamento na maioria das vezes. Alto custo social e econômico Passível de eliminação no ciclo urbano em função de medidas eficientes de prevenção Fonte: OMS/2010

4 Características principais: Ásia - Ocorrência varia de 35 mil a 55 mil casos por ano, com cerca de 7 milhões de pessoas vacinadas. África - número de mortes estimado é de 5 mil a 15 mil por ano. América Latina índices são mais baixos, com menos de 100 casos por ano e 500 mil vacinados. Na América do Norte e Europa - o número anual de casos é menor que 50 com 100 mil pessoas vacinadas. A partir de 2006, Austrália, Nova Zelândia, Singapura, Fiji, Áustria, Itália, Reino Unido, Japão, Islândia, dentre outros países, foram considerados livres da Raiva. Fonte: OMS/2011 Impacto da Raiva Humana no Mundo

5

6 Canina Herbívoro Morcego Primata Raiva Humana por espécie agressora, Brasil, 2006 a 2012* 2006: Barra do Corda – MA Axixá – MA Belém de Maria – PE Penalva – MA Sta Luzia – MA Pres. Juscelino – MA Prados - MG S.J. Vale do Rio Preto – RJ Porto de Pedra – AL 2007: Bequimão – MA 2008: Camocim – CE Floresta – PE São Domingos – GO 2009 Timbiras - MA Vitorino Freire – MA 2010 Frutoso Gomes – RN Ipú – CE Chaval– CE 2011 Paço do Lumiar-MA São José do Ribamar – MA 2012 Jati –CE Tapurah-MT Fonte: UVR/SVS/MS e SES *maio/2012 *Dados sujeitos a alterações Animal silvestre

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18 MUNICÍPIOS Dias D'Ávila (1ª D) 1 Salvador (1ª D) 1 11 Feira de Santana (2ª D)1 Mata de São João (3ª D) 1 Jussari (7ª D)1 Jucuruçu (9ª D) 1 Itororó (14ª D) 1 Total22131 Fonte: DIVEP/SESAB CASOS DE RAIVA HUMANA, NO ESTADO DA BAHIA, 2000 A 2004

19 CRONOLOGIA DA RAIVA NO ESTADO DA BAHIA 2014 ESTAMOS HÁ 9 ANOS 8 MESES E 27 DIAS SEM NOTIFICAÇÃO DE RAIVA HUMANA DESDE RAIVA ANIMAL Janeiro a 27 de Março EQUINO Município – Jaborandi (26ª DIRES) MUAR* Município - Itapitanga (7ªDIRES) * Mula - é o indivíduo híbrido resultante do cruzamento de um jumento, Equus africanus asinus, com uma égua, Equus caballus ou de um cavalo com uma jumenta. Só existem mulas fêmeas. RAIVA HUMANA NA BAHIA: 1979 a óbitos Raiva Humana e ocorrências de Raiva Canina

20

21 RAPOSA (CACHORRO DO MATO - Cerdocyous thous) - BAHIA Diagnóstico Laboratorial para Raiva Amostras Examinadas Positivas Índice de Positividade (%)

22

23 10/08/ Autoridades de saúde chilenas confirmaram o primeiro caso de Raiva Humana no país após 17 anos sem registro da doença. A vítima, que não teve seu nome e idade revelados, havia sido mordida por um cão suspeito no município de Quilpué, província de Valparaíso – Região Central. O caso foi confirmado através de exames laboratoriais realizados pelo Instituto Nacional de Saúde Pública, em parceria com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDCs), em Atlanta. A última evidência do vírus da Raiva no país ocorreu há sete anos, quando um morcego sintomático testou positivo para a doença. O último caso de raiva no Chile remontava a 1996, quando um menino foi contaminado por um morcego na cidade de Rancagua.O Chile é um país considerado livre de raiva canina. 17/01/ h39 - Atualizado em 17/01/ h28 Diagnosticado em SP o 1º caso de raiva em animais nos últimos 30 anos Desde 1983, não era registrado um caso de raiva em animais na capital paulista. Segundo a prefeitura, um gato morreu em outubro passado. NOTÍCIAS QUE NÃO GOSTARÍAMOS DE SABER....

24 GT- Raiva/COVEDI/DIVEP Telefax Agradecimentos Agradecimentos a SVS/MS por ceder gentilmente os slides com os dados para apresentação.


Carregar ppt "VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA RAIVA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google