A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSORA FERNANDA LANDIM Capítulos 1 e 2. Pra que estudar a formação da Terra? Uma pergunta que os estudantes costumam fazer é: por que estudar a história.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSORA FERNANDA LANDIM Capítulos 1 e 2. Pra que estudar a formação da Terra? Uma pergunta que os estudantes costumam fazer é: por que estudar a história."— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSORA FERNANDA LANDIM Capítulos 1 e 2

2 Pra que estudar a formação da Terra? Uma pergunta que os estudantes costumam fazer é: por que estudar a história da Terra em ciências e em biologia? A razão é porque a vida está intimamente ligada às características físicas, químicas e estruturais do planeta. Toda espécie de ser vivo está adaptado às condições do ambiente onde vive. Assim, saber como a Terra surgiu e mudou no decorrer do tempo é importante para a compreensão da própria história da vida.

3 Análise da estrutura da Terra Métodos diretosMétodos indiretos -Afloramentos rochosos -Vulcanismo -Sondagem etc. -Abalos sísmicos -Magnetismo -Satélites Permite o estudo dos primeiros quilômetros das camadas da Terra. Permite o estudo das camadas mais profundas.

4 Camadas da Terra Nosso planeta apresentam três camadas principais: 1. Crosta terrestre (20 a 60km de espessura) 2. Manto (2.900km de espessura) 3. Núcleo

5 Análise das camadas da Terra 1. Crosta Terrestre – É a camada mais externa 2. Manto é dividido em 2 partes: Manto superior (externo) – É rochoso e sólido Manto inferior (interno) - É formado por material pastoso, que são as rochas derretidas, chamado de magma. 3. Núcleo é divido em 2 partes: Núcleo externo – Formado por ferro e níquel derretidos. É a parte superior. Núcleo interno - Formado por ferro e níquel sólido. Torna-se sólido devido à enorme pressão.

6 Abalos na estrutura da Terra Os terremotos e os vulcões são fenômenos naturais que ocorrem na Terra, podendo alterar sua estrutura. Os terremotos e vulcões ocorrem nas bordas das placas tectônicas. Por tanto os países que se encontram nas bordas das placas tectônicas estão sujeitos a terremotos e vulcões. O Brasil se encontra no meio de uma grande placa tectônica (placa Sul-americana) e por isso não existem terremotos de grande intensidade e nem vulcões ativos.

7 Corrente de convecção A litosfera (crosta+manto superior) é dividida em 12 pedaços chamados de placas tectônicas. Essas placas encontram-se sobre o manto inferior. O núcleo da Terra aquece o material do manto, que se torna mais leve e sobe. Ao mesmo tempo, certas partes do manto perdem calor, ficam frias e pesadas e descem. Essa movimentação no interior da Terra chama-se corrente de convecção.

8 Como ocorrem os terremotos? Os terremotos ou abalos sísmicos são vibrações que ocorrem devido aos movimentos de acomodação da crosta terrestre. As correntes no manto movimentam as placas tectônicas, que podem se afastar umas das outras ou chocar-se, formando as ondas sísmicas, ou seja, causando um terremoto.

9 Vulcanismo São formados em locais cuja crosta é mais fina ou, em sua maioria, nas bordas das placas tectônicas. Aspectos positivos: É o responsável pela formação do planeta, com o surgimento de novas rochas. Em regiões próximas verifica um aumento da fertilidade do solo próximos a erupção vulcânica devido ao acúmulo de lava e cinzas, ricas em minerais. Aspectos negativos: Destruição de cidades, liberam gases poluentes, diminuem a visibilidade das aeronaves etc.

10 Deriva dos continentes Em 1910, o cientista chamado Wegener expôs a teoria na qual antigamente existia um supercontinente, que chamou de Pangeia. A pangeia dividiu-se em 12 blocos que se deslocaram lentamente, percorrendo milhares de quilômetros até ocuparem a posição atual. Como prova disso, o cientista apontou uma série de semelhanças entre a costa da África e da América do Sul como: -semelhança do tipos de rochas -o relevo das duas áreas se completam -fósseis animais da mesma espécie e época nas duas regiões.

11 Formação da Rochas Há 4,6bilhões de anos, durante a formação do planeta Terra, a temperatura do planeta era muito alta (12.000°C). Por ser muito quente, tudo que existia no planeta estava derretido, como se fosse um oceano de magma. Após milhões e milhões de anos, a terra foi se resfriando lentamente e começou a formação das rochas.

12 Tipos de rochas De acordo com os processos de formação, ou seja, processos que originam as rochas, pode-se classificá- la como: 1. Rocha magmática 2. Rocha sedimentar 3. Rocha metamórfica

13 Rochas Magmáticas A primeira rocha formada no planeta. São formadas a partir do resfriamento e da consolidação do magma. Podem ser: - Intrusiva - É formada pelo resfriamento do magma no interior da crosta. Ex: Granito - Extrusiva – É formada pelo resfriamento da lava, na parte superior da crosta. Resfriamento externo. - Ex: Basalto, pedra-pomes

14 Rocha sedimentar Formada a partir da fragmentação de outras rochas (como a magmática e a metamórfica), essas rochas são desgastadas pela ação da chuva, vento e da temperatura formando sedimentos. Ocorre a deposição de material sedimentar nas depressões formando sucessivas camadas. Ocorre a compactação e solidificação formando as rochas sedimentares. Essas rochas são ricas em fósseis, pois os fragmentos desgastados (sedimentos) que são transportados pela água e ventos, podem cobrir seres vivos ou restos deles. Ex: Calcário, arenito.

15 Rocha Metamórfica Ocorre quando ocorre alguma transformação na estrutura, textura ou na composição química das rochas como elevadas pressões e temperaturas. Ex: Mármore, ardósia, gnaisse.

16 Bons Estudos!!!


Carregar ppt "PROFESSORA FERNANDA LANDIM Capítulos 1 e 2. Pra que estudar a formação da Terra? Uma pergunta que os estudantes costumam fazer é: por que estudar a história."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google