A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parte da linguística que estuda os recursos afetivo-expressivos da língua. A estilística, como ciência, apresenta um caráter mais descritivo-interpretativo,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parte da linguística que estuda os recursos afetivo-expressivos da língua. A estilística, como ciência, apresenta um caráter mais descritivo-interpretativo,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Parte da linguística que estuda os recursos afetivo-expressivos da língua. A estilística, como ciência, apresenta um caráter mais descritivo-interpretativo, sem considerações de natureza normativa.

3 Gostaria de convidá-la para um jantar. Gostaria de convidá-la para uma janta. Quanto ao sentido, qual a diferença entre os elementos destacados? Nem sempre a substituição por um sinônimo produz o mesmo sentido.

4 Eu cá sei das minhas dores. Aqui comigo é preciso andar na linha. Eles lá é que se entendem

5 Os muitos eus que sou, só eu conheço. Seu não irredutível deixou-me desolada. O cantar do pássaro alegra a alma.

6 A estilística léxica ou da palavra estuda os aspectos expressivos das palavras ligados aos seus componentes semânticos e morfológicos, os quais, entretanto, não podem ser completamente separados dos aspectos sintáticos e contextuais. Observe: Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária (Machado de Assis) Qual o sentido das palavras agulha e linha?

7 Passagem de substantivo abstrato a concreto através da personificação. Ex: Uma aflição mordeu-o no íntimo Conversão dos substantivos concretos em abstratos por meio da metaforização. Ex: Não quero a rosa que me dás, quero a rosa que tu és. Caracterização adjetiva por meio de sufixos. Ex: Que filmezinho horroroso! Contraposição entre valores do artigos. Ex: Pedro não é um professor; ele é o professor.

8 Marcela amou-me durante quinze meses e onze contos de réis (Brás Cubas, XVII).

9 Observe o anúncio: Finalmente uma revista semanal que trata a mulher como dona da casa, não de casa. Dona da casa x Dona de casa. Qual a diferença semântica? A presença de um artigo definido pode gerar uma mudança de sentido.

10 A posição do adjetivo como marcador semântico- estilístico. pobre homem = homem infeliz; homem pobre = carente de recursos.

11 "Beijo pouco, falo menos ainda. Mas invento palavras Que traduzem a ternura mais funda E mais cotidiana. Inventei, por exemplo, o verbo teadorar. Intransitivo: Teadoro, Teodora" Manuel Bandeira

12 Manuel Bandeira joga estilisticamente com a ausência/presença do sufixo aumentativo -ão, para enfatizar o caráter íntegro do intelectual português Jaime Cortesão, assim como denunciar a perseguição de que ele fora vítima. Honra ao que, bom português, Baniram do seu torrão; Ninguém mais que ele cortês, Ninguém menos cortesão.

13


Carregar ppt "Parte da linguística que estuda os recursos afetivo-expressivos da língua. A estilística, como ciência, apresenta um caráter mais descritivo-interpretativo,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google