A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

N ORMA R EGULAMENTADORA 17 E RGONOMIA Cristiano Albiero Berni.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "N ORMA R EGULAMENTADORA 17 E RGONOMIA Cristiano Albiero Berni."— Transcrição da apresentação:

1 N ORMA R EGULAMENTADORA 17 E RGONOMIA Cristiano Albiero Berni

2 I NTRODUÇÃO Adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores; Conforto; Segurança; Desempenho.

3 I NTRODUÇÃO ( ASPECTOS ) Levantamento, transporte e descarga individual de materiais. Mobiliário dos postos de trabalho. Equipamentos dos postos de trabalho. Condições ambientais de trabalho. Organização do trabalho.

4 L EVANTAMENTO, TRANSPORTE E DESCARGA INDIVIDUAL DE MATERIAIS Para efeito desta Norma Regulamentadora: Transporte manual de cargas. Transporte manual regular de cargas. Trabalhador jovem (14 a 18 anos). Não pode ser exigido cargas cujo peso comprometa saúde ou segurança. Treinamento quanto aos métodos de trabalho que deverá utilizar. Usar meios técnicos apropriados.

5 L EVANTAMENTO, TRANSPORTE E DESCARGA INDIVIDUAL DE MATERIAIS Cargas menores para mulheres e jovens. Transporte e a descarga de materiais com uso de qualquer aparelho mecânico deve ser compatível com a capacidade de força do trabalhador. O trabalho de levantamento de material feito com equipamento mecânico de ação manual deve ser compatível com a capacidade de força do trabalhador.

6 M OBILIÁRIO DOS POSTOS DE TRABALHO Posto planejado para adaptar posição. Condições de boa postura, visualização e operação: Superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade. Área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador. Posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais. Fácil alcance e ângulos adequados.

7 M OBILIÁRIO DOS POSTOS DE TRABALHO Requisitos mínimos de conforto: Altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida; Características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento; Borda frontal arredondada; Encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar.

8 M OBILIÁRIO DOS POSTOS DE TRABALHO Trabalhos realizados sentado: Suporte para os pés que se adapte ao comprimento da perna do trabalhador. Trabalhos realizados em pé: Assentos para descanso durante as pausas.

9 E QUIPAMENTOS DOS POSTOS DE TRABALHO Adequados às características dos trabalhadores e do trabalho a ser executado. Digitação, datilografia ou mecanografia: Ser fornecido suporte adequado para documentos. Ser utilizado documento de fácil legibilidade.

10 E QUIPAMENTOS DOS POSTOS DE TRABALHO Terminais de vídeo devem observar: Ajuste da tela à iluminação do ambiente. O teclado deve ser independente e ter mobilidade. Distâncias olho-tela, olho-teclado e olho-documento sejam aproximadamente iguais. Serem posicionados em superfícies de trabalho com altura ajustável. * Quando utilizado eventualmente pode ser dispensadas as exigências anteriores.

11 C ONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO Adequados às características dos trabalhadores e do trabalho a ser executado. Condições de conforto em locais onde são executadas atividades de atenção constantes: Níveis de ruído de acordo com a NBR 10152; Índice de temperatura entre 20ºC e 23ºC; Velocidade do ar não superior a 0,75m/s; Umidade relativa do ar não inferior a 40%.

12 C ONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO Iluminação adequada, natural ou artificial, geral ou suplementar. A iluminaçâo geral deve ser uniformemente distribuída e difusa. Evitar ofuscamento, reflexos incômodos, sombras e contrastes excessivos. Níveis mínimos de iluminamento estabelecidos na NBR 5413.

13 O RGANIZAÇÃO DO TRABALHO Adequados às características dos trabalhadores e do trabalho a ser executado. Levar em consideração, no mínimo: as normas de produção; o modo operatório; a exigência de tempo; a determinação do conteúdo de tempo; o ritmo de trabalho; o conteúdo das tarefas.

14 O RGANIZAÇÃO DO TRABALHO Nas atividades que exijam sobrecarga muscular deve ser observado: repercussões sobre a saúde dos trabalhadores; devem ser incluídas pausas para descanso; retorno gradativo aos níveis de produção em caso de afastamento por mais de 15 dias.

15 O RGANIZAÇÃO DO TRABALHO Nas atividades de processamento eletrônico de dados deve ser observar o seguinte: o empregador não deve utilizar o número individual de toques sobre o teclado para avaliação ou remuneração. o número máximo de toques exigidos pelo empregador é de 8 mil por hora trabalhada. o tempo efetivo de trabalho de entrada de dados não deve exceder o limite máximo de 5 horas. pausa de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados. Em caso de afastamento por 15 dias, a exigência em relação ao número de toques deverá ser iniciado em níveis inferiores.

16 R EFERÊNCIAS B IBLIOGRÁFICAS mentadoras/nr_17.asp#


Carregar ppt "N ORMA R EGULAMENTADORA 17 E RGONOMIA Cristiano Albiero Berni."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google