A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

27- O CUIDADO PELOS ÓRFÃOS Ministério do Amor Ellen G White Pr. Marcelo Carvalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "27- O CUIDADO PELOS ÓRFÃOS Ministério do Amor Ellen G White Pr. Marcelo Carvalho."— Transcrição da apresentação:

1 27- O CUIDADO PELOS ÓRFÃOS Ministério do Amor Ellen G White Pr. Marcelo Carvalho

2 Isaías 58.7

3 3 A compaixão pela viúva e o órfão, manifestada em oração e obras subirá em memória diante de Deus para ser afinal recompensada. EGW 367

4 4 1. Sempre haverá órfãos, diz a autora. O que deve fazer o cristão para com os desabrigados, os órfãos? (218:1)

5 5 Até que a morte seja tragada pela vitória haverá órfãos que requerem cuidado, que sofrerão mais que os outros se a terna compaixão e o amorável cuidado dos membros de nossas igrejas não se manifestarem em seu favor. O Senhor nos ordena que recolhamos "em casa os pobres desterrados". Isa. 58:7. Até que a morte seja tragada pela vitória haverá órfãos que requerem cuidado, que sofrerão mais que os outros se a terna compaixão e o amorável cuidado dos membros de nossas igrejas não se manifestarem em seu favor. O Senhor nos ordena que recolhamos "em casa os pobres desterrados". Isa. 58:7.

6 6 O cristianismo precisa substituir pai e mãe para com esses desabrigados. A compaixão pela viúva e o órfão manifestada em oração e obras subirá em memória diante de Deus para ser afinal recompensada. O cristianismo precisa substituir pai e mãe para com esses desabrigados. A compaixão pela viúva e o órfão manifestada em oração e obras subirá em memória diante de Deus para ser afinal recompensada.

7 7 2. O que Cristo diz a Seus seguidores em relação às crianças? (218:2)

8 8 Crianças sem pai e sem mãe são postos nos braços da igreja, e Cristo diz a Seus seguidores: Tomai estas desamparadas crianças, cuidai delas para Mim e recebereis para isto o vosso salário. Tenho visto muito egoísmo manifestado nestas coisas. Crianças sem pai e sem mãe são postos nos braços da igreja, e Cristo diz a Seus seguidores: Tomai estas desamparadas crianças, cuidai delas para Mim e recebereis para isto o vosso salário. Tenho visto muito egoísmo manifestado nestas coisas.

9 9 A menos que haja alguma evidência especial de que eles próprios serão beneficiados pela adoção em sua família dos que necessitam de lares, alguns se esquivam, e respondem: Não. Não parecem saber ou se preocupar com o fato de os tais estarem salvos ou perdidos. Isto, pensam, não lhes diz respeito. Como Caim, perguntam: "Sou eu guardador do meu irmão?" Gên. 4:9. A menos que haja alguma evidência especial de que eles próprios serão beneficiados pela adoção em sua família dos que necessitam de lares, alguns se esquivam, e respondem: Não. Não parecem saber ou se preocupar com o fato de os tais estarem salvos ou perdidos. Isto, pensam, não lhes diz respeito. Como Caim, perguntam: "Sou eu guardador do meu irmão?" Gên. 4:9.

10 10 Não estão dispostos a se darem ao incômodo ou ao sacrifício pelos órfãos, e indiferentemente entregam-nos aos braços do mundo, que, às vezes, está mais disposto a recebê-los do que esses professos cristãos. No dia de Deus se pedirá contas por estes a quem o Céu lhes deu a oportunidade de salvar. Não estão dispostos a se darem ao incômodo ou ao sacrifício pelos órfãos, e indiferentemente entregam-nos aos braços do mundo, que, às vezes, está mais disposto a recebê-los do que esses professos cristãos. No dia de Deus se pedirá contas por estes a quem o Céu lhes deu a oportunidade de salvar.

11 11 3. O que ouvirão no "grande dia" de Deus os que têm recusado as oportunidades de fazer o bem? (218:2)

12 12 No dia de Deus se pedirá contas por estes a quem o Céu lhes deu a oportunidade de salvar. Mas desejavam ser desculpados, e não desejavam empenhar-se na boa obra a não ser que daí resultasse proveito para si. No dia de Deus se pedirá contas por estes a quem o Céu lhes deu a oportunidade de salvar. Mas desejavam ser desculpados, e não desejavam empenhar-se na boa obra a não ser que daí resultasse proveito para si.

13 13 Tem-se-me mostrado que os que recusam essas oportunidades de fazer bem ouvirão de Jesus: "Quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a Mim." Tem-se-me mostrado que os que recusam essas oportunidades de fazer bem ouvirão de Jesus: "Quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a Mim."

14 14 4. Há alguns que estão escusados de não fazerem alguma coisa pelos pequeninos? (219:1)

15 15 Meu esposo e eu, embora chamados para árduo trabalho no ministério, sentimos ser nosso privilégio trazer para dentro de nosso lar crianças que necessitam cuidado, ajudando-as a formar caráter apropriado para o Céu. Meu esposo e eu, embora chamados para árduo trabalho no ministério, sentimos ser nosso privilégio trazer para dentro de nosso lar crianças que necessitam cuidado, ajudando-as a formar caráter apropriado para o Céu.

16 16 Não podíamos adotar bebês, pois isto teria monopolizado o nosso tempo e atenção e roubaria ao Senhor o serviço que de nós requer em levar muitos filhos e filhas para Ele. Não podíamos adotar bebês, pois isto teria monopolizado o nosso tempo e atenção e roubaria ao Senhor o serviço que de nós requer em levar muitos filhos e filhas para Ele.

17 17 Mas sentimos que a instrução do Senhor em Isaías 58 era para nós, e que Sua bênção nos acompanharia na obediência a Sua Palavra. Todos podem fazer alguma coisa pelos pequeninos necessitados, ajudando a pô-los em lares onde possam ser cuidados. Mas sentimos que a instrução do Senhor em Isaías 58 era para nós, e que Sua bênção nos acompanharia na obediência a Sua Palavra. Todos podem fazer alguma coisa pelos pequeninos necessitados, ajudando a pô-los em lares onde possam ser cuidados.

18 18 5. É nosso dever "dilatar nosso coração" na obra de cuidar dos órfãos, ou essa obra pertence a instituições e entidades especializadas para tal serviço? (221:0)

19 19 Não tendes melhor maneira de gastar vossos recursos do que abrir-lhes as portas de vosso lar. Quando o Senhor vir que sois fiéis em fazer o que podeis para aliviar a miséria humana, Não tendes melhor maneira de gastar vossos recursos do que abrir-lhes as portas de vosso lar. Quando o Senhor vir que sois fiéis em fazer o que podeis para aliviar a miséria humana,

20 20 Ele moverá outros a prover meios que sejam empregados no cuidado dos que necessitam auxílio. Os que dilatam o seu coração nesta espécie de obra não fazem mais que cumprir o seu dever. Ele moverá outros a prover meios que sejam empregados no cuidado dos que necessitam auxílio. Os que dilatam o seu coração nesta espécie de obra não fazem mais que cumprir o seu dever.

21 21 6. O que são bênçãos disfarçadas? (225:0)

22 22 A minhas irmãs, direi: Sede filhas da benevolência. O Filho do homem veio buscar e salvar o que se tinha perdido. Podeis ter pensado que se achásseis uma criança sem defeito, tomá-la-íeis e dela cuidaríeis; mas o perturbar o espírito com uma criança extraviada, fazê-la desaprender muitas coisas e ensiná-la de novo, ensinar-lhe o domínio próprio, é uma obra que vos recusais a empreender. A minhas irmãs, direi: Sede filhas da benevolência. O Filho do homem veio buscar e salvar o que se tinha perdido. Podeis ter pensado que se achásseis uma criança sem defeito, tomá-la-íeis e dela cuidaríeis; mas o perturbar o espírito com uma criança extraviada, fazê-la desaprender muitas coisas e ensiná-la de novo, ensinar-lhe o domínio próprio, é uma obra que vos recusais a empreender.

23 23 Ensinar os ignorantes, compadecer-se dos que sempre estiveram aprendendo o mal e reformá-los, não é tarefa leve; mas o Céu pôs a esses em vosso caminho. São bênçãos disfarçadas. Ensinar os ignorantes, compadecer-se dos que sempre estiveram aprendendo o mal e reformá-los, não é tarefa leve; mas o Céu pôs a esses em vosso caminho. São bênçãos disfarçadas.

24 24 7. Por que a responsabilidade de cuidar dos pobres e sofredores pertence antes à igreja? (226:3)

25 25 Quando pais morrem e deixam seus filhos desprovidos, os órfãos devem ser cuidados pela igreja. Abri vosso coração, vós que tendes o amor de Deus, acolhei-os em vosso lar. Quando pais morrem e deixam seus filhos desprovidos, os órfãos devem ser cuidados pela igreja. Abri vosso coração, vós que tendes o amor de Deus, acolhei-os em vosso lar.

26 26 8. O que é uma boa obra, segundo a autora? (226:4 e 5)

27 27 Quando se fizer tudo quanto pode ser feito a fim de providenciar para os órfãos em nossos próprios lares, haverá ainda no mundo muitos necessitados de cuidado. Talvez sejam rotos, incultos, aparentemente de todo sem atrativos; Quando se fizer tudo quanto pode ser feito a fim de providenciar para os órfãos em nossos próprios lares, haverá ainda no mundo muitos necessitados de cuidado. Talvez sejam rotos, incultos, aparentemente de todo sem atrativos;

28 28 foram, no entanto, comprados por preço, e são tão preciosos aos olhos de Deus como nossos próprios pequenos. São propriedade de Deus, pela qual os cristãos são responsáveis. Sua alma, diz Deus, "da tua mão o requererei". Ezeq. 3:20. foram, no entanto, comprados por preço, e são tão preciosos aos olhos de Deus como nossos próprios pequenos. São propriedade de Deus, pela qual os cristãos são responsáveis. Sua alma, diz Deus, "da tua mão o requererei". Ezeq. 3:20.

29 29 O cuidar desses necessitados é uma boa obra; todavia nesta época do mundo o Senhor não nos dá, como um povo, direções no sentido de estabelecer grandes e dispendiosas instituições para esse fim. Caso, entretanto, haja entre nós pessoas que se sintam chamadas por Deus a estabelecer instituições para cuidado de crianças órfãs, sigam suas convicções de dever. O cuidar desses necessitados é uma boa obra; todavia nesta época do mundo o Senhor não nos dá, como um povo, direções no sentido de estabelecer grandes e dispendiosas instituições para esse fim. Caso, entretanto, haja entre nós pessoas que se sintam chamadas por Deus a estabelecer instituições para cuidado de crianças órfãs, sigam suas convicções de dever.

30 30 Cuidando, porém, dos pobres do mundo, devem apelar para o mundo quanto à sua manutenção. Não devem tirar do povo a quem Deus deu a realizar a mais importante obra que já foi confiada a homens - a obra de levar a todas as nações e tribos e línguas e povos a derradeira mensagem de misericórdia. Cuidando, porém, dos pobres do mundo, devem apelar para o mundo quanto à sua manutenção. Não devem tirar do povo a quem Deus deu a realizar a mais importante obra que já foi confiada a homens - a obra de levar a todas as nações e tribos e línguas e povos a derradeira mensagem de misericórdia.

31 31 O tesouro do Senhor deve ter um excesso para manter a obra do evangelho nas "regiões de além-mar". O tesouro do Senhor deve ter um excesso para manter a obra do evangelho nas "regiões de além-mar".

32 32 9. Quais características devem ter os que tomam conta de instituições de amparo? (228:4)

33 33 Os que tomam conta desse lar devem ser homens e mulheres dotados de coração nobre, cultos e abnegados; homens e mulheres que empreendam a obra impulsionados pelo amor a Cristo, e que eduquem as crianças para Ele. Os que tomam conta desse lar devem ser homens e mulheres dotados de coração nobre, cultos e abnegados; homens e mulheres que empreendam a obra impulsionados pelo amor a Cristo, e que eduquem as crianças para Ele.

34 34 Sob tais cuidados, muitas crianças sem lar e desamparadas podem ser preparadas para se tornarem úteis membros da sociedade e uma honra para Cristo, ajudando a outros por sua vez. Sob tais cuidados, muitas crianças sem lar e desamparadas podem ser preparadas para se tornarem úteis membros da sociedade e uma honra para Cristo, ajudando a outros por sua vez.

35 35 Não existe melhor maneira de despender seus recursos do que abrir-lhes as portas de seu lar (aos órfãos). Quando forem fiéis em aliviar a miséria humana,

36 36...Deus moverá outros a prover meios que sejam empregados no cuidado dos que necessitam de auxílio.

37 37 Eu quero ajudar. FADMinas


Carregar ppt "27- O CUIDADO PELOS ÓRFÃOS Ministério do Amor Ellen G White Pr. Marcelo Carvalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google