A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Interface Básica para um Servidor Universal Flávia Linhalis Orientação: Prof. Dr. Dilvan de Abreu Moreira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Interface Básica para um Servidor Universal Flávia Linhalis Orientação: Prof. Dr. Dilvan de Abreu Moreira."— Transcrição da apresentação:

1 Interface Básica para um Servidor Universal Flávia Linhalis Orientação: Prof. Dr. Dilvan de Abreu Moreira

2 Roteiro da Apresentação Tecnologias de Desenvolvimento Visão Geral Objetivo Introdução Conclusões e Trabalhos Futuros

3 Introdução Servidor Universal banco de dados/servidor capaz de armazenar os mais diversos tipos de objetos Vantagens Informações em apenas um formato fornecidas de maneiras diferentes Evita redundância de informações

4 Roteiro da Apresentação Tecnologias de Desenvolvimento Visão Geral Objetivo Introdução Conclusões e Trabalhos Futuros

5 Objetivo Interface entre aplicações e banco de dados do servidor universal se torna necessária. BD UsuárioAplicação Servidor universal é necessário porque as aplicações são agentes de software e podem trabalhar com variados tipos de objetos.

6 A Interface Funções da Interface Básica para um Servidor Universal receber e verificar a autenticidade dos agentes executar os agentes de forma segura controlar o tempo de vida dos agentes Vantagens Java como linguagem de consulta. Proporciona abertura, pois os agentes podem carregar objetos no banco de dados e se conectarem a recursos externos.

7 Roteiro da Apresentação Tecnologias de Desenvolvimento Visão Geral Objetivo Introdução Conclusões e Trabalhos Futuros

8 Criptografia Mensagem Criptografada Método de Criptografia (Codificação) Método de Criptografia (Decodificação) Pode utilizar chave privada ou pública. Proporciona confidencialidade de dados.

9 Mensagem + Assinatura Digital Chave privada é evidência de identidade. Mensagem Assinada + Mensagem Hash =OK HashCodificação Mensagem Assinada Decodificação Mensagem

10 Certificados Chave pública recebida é autêntica? Um certificado é uma declaração assinada pelo possuidor de uma chave privada dizendo que uma chave pública é autêntica.

11 Assinaturas Digitais em Java API de segurança para assinatura de dados. Arquivos JAR podem ser assinados. Ferramenta keytool para manipulação de chaves e certificados. Ferramenta jarsigner para assinar JARs.

12 Assinaturas Digitais em Java keystore ch. Privada certificado ch. pública Keytool - exportar certificado jarsigner jar Aplicação Aplicação.jar AplicaçãoAss.jar Keytool - gerar

13 Assinaturas Digitais em Java Arquivos do JAR ______ ______ hashes manifest ______.SF ______.DSA Assinatura + certificado hashes

14 Assinaturas Digitais em Java JAR manifest.SF.DSA hashes novos hashes ______ ______ novos hashes OK == = ______ ______ Assinatura + certificado ______ ______

15 O Agente Gateway JarVerifier Certificate Verifier ServerFTP JAR ClientFTP conexão JAR OK Desenvolvido para garantir a autenticidade dos agentes.

16 Controle de Acesso Autorização para acesso aos roots do banco de dados e aos recursos do sistema. Interface com o Banco de Dados SecurityManager

17 A Interface com o BD Definição de métodos para acesso ao BD Manipulação de roots Manipulação de grupos permissões de acesso entre roots e grupos dois grupos criados: superusers e commonusers Controle de threads controle de acesso durante a execução dos agentes

18 O SecurityManager Políticas de segurança em Java Permissões são explicitadas em um policyfile Podem ser associadas a um certificado e a uma URL SecurityManager monitora o policyfile automaticamente É uma classe de Java que controla o acesso aos recursos do sistema.

19 Execução Segura keystore certificado válido certificado AplicaçãoAss.jar Keytool - importar JVM SecurityManager Policy files

20 O Pool de Agentes Agentes autenticados pelo Gateway poderão ser executados pelo Pool. Agente N... Agente Gateway Conexão com outros hosts Pool JarRunnerTimeCounter Agente 1 Agente 2

21 Roteiro da Apresentação Tecnologias de Desenvolvimento Visão Geral Objetivo Introdução Conclusões e Trabalhos Futuros

22 Visão Geral da IBSU BD Universal Root 1Root 2Root N... Pool de Agentes Gateway Agente 1 Agente 2 Agente N... Interface com o BD Security Manager Agente 1

23 Roteiro da Apresentação Tecnologias de Desenvolvimento Visão Geral Objetivo Introdução Conclusões e Trabalhos Futuros

24 Conclusões Pool é um ambiente para a execução aberta e segura de agentes. Gateway, SecurityManager e Interface com o BD proporcionam segurança. Java proporciona abertura e flexibilidade. Agentes possuem todos os recursos da plataforma à sua disposição. Agentes podem carregar objetos no BD. Consultas mais flexíveis feitas em Java.

25 Trabalhos Futuros Implementar a Interface com o BD para SGBDs comerciais. Implementar uma subclasse do Security Manager ao invés de um policy file. Implementar a Interface com o BD para trabalhar com JavaSpaces. Armazenamento de objetos compartilhados por uma rede de recursos Java. Interface entre agentes e os serviços e dados.

26 Obrigada


Carregar ppt "Interface Básica para um Servidor Universal Flávia Linhalis Orientação: Prof. Dr. Dilvan de Abreu Moreira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google