A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 AULA 2 – VISÃO GERAL DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA - AULA TELETRANSMITIDA DISCIPLINA: REDES DE COMPUTADORES Aula 2 - Redes de Computadores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 AULA 2 – VISÃO GERAL DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA - AULA TELETRANSMITIDA DISCIPLINA: REDES DE COMPUTADORES Aula 2 - Redes de Computadores."— Transcrição da apresentação:

1 1 AULA 2 – VISÃO GERAL DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA - AULA TELETRANSMITIDA DISCIPLINA: REDES DE COMPUTADORES Aula 2 - Redes de Computadores

2 2 Aprender sobre a topologia de redes OSI e TCP/IP. Identificar interfaces, protocolos e serviços. Entender os modos de transmissão. Aprender sobre os fatores que podem degradar o desempenho de uma rede OBJETIVOS DESTA AULA: Aula 2 - Redes de Computadores

3 3 Uma arquitetura de rede de computadores se caracteriza por ter um conjunto de camadas que auxilia o desenvolvimento de aplicações para redes. Inicialmente o modelo de referência foi o OSI, que foi criado em meados dos anos 70 e inspirou a criação do modelo TCP/IP. O Modelo OSI tem como característica ser um modelo teórico, onde é muito bem definida a função de cada uma das sete camadas. ARQUITETURA DE REDES DE COMPUTADORES Aula 2 - Redes de Computadores

4 4 Cada camada tem uma função, que pode ou não interferir na sua camada anterior ou posterior. O princípio fundamental do modelo em camadas é permitir que cada protocolo possa funcionar na sua camada, respeitando apenas as ligações com as camadas adjacentes e a equivalência com a aplicação na máquina de destino. MAS O QUE SERIA UMA DISTRIBUIÇÃO EM CAMADAS? Aula 2 - Redes de Computadores

5 5 Modelo postal MODELO EM CAMADAS - ANALOGIA Aula 2 - Redes de Computadores Escrever cartaLer carta RemetenteDestinatário EnveloparAbrir envelope EndereçarLer endereço Entregar no correioReceber do carteiro Remessa postalRecebimento postal

6 6 Aula 2 - Redes de Computadores Função da Camada Interação do usuário com o sistema Controle de conexões fim a fim Endereçamento Gerenciamento e uso do canal

7 7 Aula 2 - Redes de Computadores

8 8 Open System Interconnection Modelo com sete camadas muito mais descritivo e detalhado do que o TCP/IP. Modelo teórico com a descrição funcional de cada uma das camadas. Aula 2 - Redes de Computadores

9 9

10 10 O OSI foi criado para garantir que cada camada tivesse uma função bem específica e fundamentada. Desenhado para padronizar as aplicações que iriam trafegar na rede. O Modelo TCP/IP foi desenvolvido utilizando como base o modelo OSI. Por ser mais enxuto e utilizar dois protocolos centrais (TCP e IP), tornou-se, em pouco tempo, um padrão para as redes de computadores. POR QUE DOIS PADRÕES DE ARQUITETURA? Aula 2 - Redes de Computadores

11 11 Camada Física A camada física tem a finalidade de receber e transmitir bits através de um canal de telecomunicações. VISÃO GERAL DE CONCEITOS Aula 2 - Redes de Computadores

12 12 Camada de Enlace A camada de enlace tem algumas funções que tentam fazer com que o tráfego de dados da camada física pareça livre de erros. Para isto a camada realiza: Sincronização entre receptor e transmissor Detecção e correção de erros Formatação e segmentação dos dados Gerenciamento de transmissões em uma ou em duas direções simultâneas Controle de acesso a um canal compartilhado VISÃO GERAL DE CONCEITOS Aula 2 - Redes de Computadores

13 13 Dispositivo físico conectado entre o dispositivo transmissor e o meio de transmissão, responsável por desempenhar as funções das camadas física e de enlace. Os dispositivos de interface mais utilizados atualmente são os modems e as placas de rede. INTERFACE Aula 2 - Redes de Computadores

14 14 Meio a partir do qual trafegam os dados. Num mesmo meio podemos estabelecer vário canais. Exemplo: TV a cabo (vários canais e o seu aparelho receptor é responsável por sintonizar um deles). O meio físico pode ser um cabo metálico ou de fibra ótica, pode ainda ser uma onda eletromagnética trafegando pelo ar (wireless). CANAL Aula 2 - Redes de Computadores

15 15 Aula 2 - Redes de Computadores

16 16 Tipo de onda contínua que varia em função do tempo, onde possui infinitos estados entre o seu máximo e seu mínimo. Vantagens: não necessita de conversor, a transmissão é fácil. SINAL ANALÓGICO Aula 2 - Redes de Computadores

17 17 Tipo de onda contínua com apenas dois estados (máximo 1 e mínimo 0 ). Vantagens: maior imunidade a ruídos, transmissão mais rápida e processamento direto do sinal recebido. Sinal de TV digital – ou está perfeito ou não sintoniza. SINAL DIGITAL Aula 2 - Redes de Computadores

18 18 Também chamada de largura de banda, é o conjunto de valores de frequência que compõem o sinal. Na prática a banda passante é a onda portadora. As características da portadora (frequência, amplitude, modulação e alcance) vão definir a capacidade de transmissão de dados no canal. BANDA PASSANTE Aula 2 - Redes de Computadores

19 19 Durante a transmissão e a recepção o sinal pode sofrer algum tipo alteração. Ruído, Atenuação e Eco são os fatores que podem degradar a qualidade de uma transmissão: FATORES QUE DEGRADAM O DESEMPENHO Aula 2 - Redes de Computadores

20 20 Ruído térmico – também chamado de ruído branco, é provocado pelo atrito dos elétrons nos condutores. Intermodulação – sinais de frequências diferentes no mesmo meio físico. Crosstalk – linha cruzada, é a interferência que ocorre entre condutores próximos que induzem sinais mutuamente. Ruído impulsivo – pulso irregular de fontes externas RUÍDO Aula 2 - Redes de Computadores

21 21 Perda de energia por calor e radiação, degradando a potência de um sinal devido à distância percorrida no meio físico. ATENUAÇÃO Aula 2 - Redes de Computadores

22 22 Ocorrem devido à mudança na impedância em uma linha de transmissão, em que parte do sinal é refletido e parte transmitido. Quando o receptor recebe o mesmo sinal duas vezes não é possível separar um do outro e a conexão fica impedida. ECO Aula 2 - Redes de Computadores

23 23 COMO RESULTADO DAS CARACTERÍSTICAS DAS TRANSMISSÕES E DOS FATORES DE DEGRADAÇÃO PODEM OCORRER ATRASOS E PERDAS DE PACOTE. Aula 2 - Redes de Computadores

24 24 atraso de transmissão, atraso de fila, atraso de processamento e atraso de propagação. ATRASO Aula 2 - Redes de Computadores

25 25 Durante uma transmissão, os comutadores mais complexos organizam filas de pacotes recebidos, classifica-os, organiza-os em filas de entrada, processa um a Essa organização de pacotes de entrada é feita e armazenada num espaço de memória. Caso o espaço de memória atinja o seu limite de armazenamento, os próximos pacotes a entrarem serão perdidos. PERDA DE PACOTE Aula 2 - Redes de Computadores

26 26 Aprendeu sobre a topologia de redes OSI e TCP/IP. Analisou as camadas que representam cada modelo. Conheceu os conceitos gerais de transmissão. Aprendeu sobre os fatores que podem degradar o desempenho de uma rede. NESTA AULA, VOCÊ: Aula 2 - Redes de Computadores

27 27 Principais dispositivos de interconexão de rede. A utilização desses dispositivos. Associar os dispositivos às camadas do modelo OSI e TCP/IP. NA PRÓXIMA AULA, ABORDAREMOS OS SEGUINTES ASSUNTOS: Aula 2 - Redes de Computadores


Carregar ppt "1 AULA 2 – VISÃO GERAL DE CONCEITOS FUNDAMENTAIS GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA - AULA TELETRANSMITIDA DISCIPLINA: REDES DE COMPUTADORES Aula 2 - Redes de Computadores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google