A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Construção da memória e identidade de pessoas idosas abrigadas no Lar Torres de Melo Narrativas de histórias de vida Percepção dos idosos acerca da velhice.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Construção da memória e identidade de pessoas idosas abrigadas no Lar Torres de Melo Narrativas de histórias de vida Percepção dos idosos acerca da velhice."— Transcrição da apresentação:

1 Construção da memória e identidade de pessoas idosas abrigadas no Lar Torres de Melo Narrativas de histórias de vida Percepção dos idosos acerca da velhice (sentidos atribuídos a velhice) Dimensões importantes no universo dos idosos ( experiência do trabalho, família, corpo, aposentadoria, gênero, qualidade de vida, expectativas futuras, etc

2 Dados Bibliográficos do Narrador Nome ( permissão do entrevistado ) Idade Naturalidade Estado civil Escolaridade Tempo de moradia no abrigo Profissão Data entrevista semiestruturada

3 Riqueza das narrativas ( Universo investigativo) Memória Viva Transmissão de legados (experiência) Evocação das origens Reflexões sobre si e sobre o mundo Códigos simbólicos Material empírico Revisão de vida (Olhar retrospectivo) Construção identidária Enraizamento no mundo contemporâneo

4 OLHAR ATENTO (observação) Prática de saúde Trato do corpo Mudanças culturais Hábitos Diferenças geracionais Comportamentos adotados no cotidiano Pertencimentos e oposições Confrontos morais Contextos relacionais

5 Ainda... Autonomia Necessidade de cuidado Reconhecimento Mudanças dos costumes Rotina Atividade Inatividade

6 Desafios Responsabilidade do envelhecimento Ausência de solidariedade Abandono e negligência Limites físicos Trajetórias de gênero Liberdade Ausência de constrangimento Exclusão Estigma do idosos

7 Como lidam com o envelhecimento Manutenção de vínculos Isolamento Garantia de direitos Solidão Falta de cuidados consigo Integridade física Provedor, transmissor de uma herança Vazio de sentido

8 Significados importantes Corpo envelhecido Mundo exterior Universo cultural Direitos em sua velhice Relação com a sociedade contemporânea Participação social Incapacidade de compreender o mundo atual Experiência do envelhecimento

9 Eixos simbólicos construídos nos relatos Conjunto de representações acerca da velhice Vocabulários e signos na trajetória Significado desse fenômeno complexo Tarefa importante porém não simples Heterogeneidade

10 Perguntas que podem ser norteadoras Quando pensa em velhice, o que vem à sua mente. Qual o significado da velhice pra você

11 Análise do Material Empírico O discurso dos sujeitos é uma posição social As representações ideológicas são materializadas na linguagem Estudar os elementos discursivos, mostra a visão de mundo dos sujeitos

12 Observar os sentidos para o fenômeno Finitude Dependência Aposentadoria Medo Doença Experiência Problemas Limitações Feiúra

13 Dificuldades de aceitação da Velhice Disfuncional idades corporais Preconceito Social Produção ideológica do social ( dificuldade dos não velhos na compreensão e solidariedade )

14 Modelo Normativo de Velhice Proposta de Velhice Saudável aceito e propalado pela sociedade atual (identidade nova e positiva para a velhice- estímulos a adoção de práticas, hábitos e linguagem que possam desfazer ou atenuar a associação entre velhice e signos estigmatizantes, como doença, desabilidade, desengajamento, declínio, ocultando, de algum modo, o envelhecer.

15 Exemplos= (...) Mesmo seu corpo estando velho,você pode ter um espírito juvenil ( Sr. H, 68 anos ) Sr. H reconhece que a velhice existe mas não se sente velho. Segundo Motta ( 1999) é difícil reconhecer-se como velho... (...) sabe eu não senti que envelheci porque minha vida é muito atarefada.( Sra. B,83 anos ) Para Bassit (2004) a forma pela qual a vida é vivida irá refletir nos significados atribuídos a velhice.

16 Cont.exemplos (...) é péssima a solidão, é muito ruim principalmente depois de você ser casada muitos anos,é péssimo. ( Sra. E, 77 anos ). A senhora E acha a velhice péssima, pela experiência da solidão determinada pela viuvez. Motta (2005) afirma que a viuvez guarda uma condição ambígua e ambivalente de sentimentos, ambivalência de situações, principalmente para a mulher.

17 Considerações Mesmo em um grupo com características homogeneizadoras observamos que o discurso dos sujeitos evidência a heterogeneidade da velhice e do ser velho, tanto presente em seu imaginário como em sua vivência Vale salientar que outras variáveis se encontram interpostas, não permitindo um modelo padrão para a experiência da velhice


Carregar ppt "Construção da memória e identidade de pessoas idosas abrigadas no Lar Torres de Melo Narrativas de histórias de vida Percepção dos idosos acerca da velhice."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google