A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FOTOGRAFIA INTRODUÇÃO. O QUE A CÂMERA VÊ FÉRIAS À BEIRA-MAR PODEM ENSINAR A LIÇÃO MAIS BÁSICA E ESSENCIAL EM FOTOGRAFIA - A PROFUNDIDADE E A PERSPECTIVA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FOTOGRAFIA INTRODUÇÃO. O QUE A CÂMERA VÊ FÉRIAS À BEIRA-MAR PODEM ENSINAR A LIÇÃO MAIS BÁSICA E ESSENCIAL EM FOTOGRAFIA - A PROFUNDIDADE E A PERSPECTIVA."— Transcrição da apresentação:

1 FOTOGRAFIA INTRODUÇÃO

2 O QUE A CÂMERA VÊ FÉRIAS À BEIRA-MAR PODEM ENSINAR A LIÇÃO MAIS BÁSICA E ESSENCIAL EM FOTOGRAFIA - A PROFUNDIDADE E A PERSPECTIVA DO ENFOQUE. TUDO O QUE ESTÁ AO NOSSO REDOR, O MAR, AS MONTANHAS, ETC., FICA À NOSSA DISPOSIÇÃO PEDINDO PARA SER CAPTURADO PELA NOSSA CÂMERA. MAS ENQUANTO SE VÊ TUDO ISSO ATRAVÉS DE DOIS OLHOS, EM IMAGENS TRIDIMENSIONAIS, A CÂMERA COM APENAS UMA LENTE NÃO EXECUTA ESTA TAREFA DA MESMA MANEIRA E ÀS VEZES CONTA APENAS COM FILMES EM PRETO E BRANCO. EM GERAL ESQUECEMOS QUE O CÉREBRO HUMANO, DESDE A MAIS TENRA IDADE, RECEBE MENSAGENS NÃO APENAS PELOS OLHOS, MAS USA TAMBÉM OUTROS SENTIDOS PARA ARMAZENAR UM ESTOQUE DE CONHECIMENTOS SOBRE FORMAS, TAMANHOS E SUBSTÂNCIAS. EVENTUALMENTE, NEM SE PRECISA DOS OLHOS PARA CONFIRMAR O QUE JÁ SE SABE. A CÂMERA, POR OUTRO LADO, APENAS VÊ O QUE EXISTE DIANTE DELA E SÓ REGISTRA AQUILO QUE NÓS ORDENAMOS AO APERTAR O DISPARADOR NO ATO DE FOTOGRAFAR.

3 NOSSOS OLHOS FUNCIONAM, BASICAMENTE, COMO UMA LENTE ZOOM. SEM PENSAR, PODE-SE PERCEBER DE RELANCE UMA CENA EM QUE A CÂMERA SÓ VERIA COM UMA LENTE GRANDE-ANGULAR E, EM SEGUIDA, TAMBÉM INCONSCIENTEMENTE, PODE-SE CONCENTRAR A VISÃO EM UMA PEQUENA PARTE DA MESMA CENA, O QUE A CÂMERA NECESSITARIA DE UMA TELEOBJETIVA. DE QUALQUER MANEIRA, NÓS SABEMOS O QUE ESTAMOS VENDO, MAS A CÂMERA NÃO. ELA NÃO CONSEGUE, POR EXEMPLO, DIMENSIONAR O TAMANHO DE UMA MONTANHA, POIS A CÂMERA NÃO PENSA E APENAS REGISTRA O QUE NÓS DETERMINAMOS ATRAVÉS DO ENQUADRAMENTO QUE ESCOLHEMOS.

4 TODOS OS DIAS NÓS ACEITAMOS MILHARES DE ILUSÕES DE ÓTICA SEM PENSAR, PORQUE NOSSO CÉREBRO JÁ CONHECE A VERDADE E TRANSMITIU AOS OLHOS O QUE REALMENTE SE ESTÁ VENDO. UMA MANEIRA BEM SIMPLES DE EXEMPLIFICAR ISSO É OLHAR PARA UMA ESTRADA DE FERRO E ANALISAR O QUE SE VÊ. NO PONTO MAIS PRÓXIMO DE NÓS A ESTRADA PARECE TER A LARGURA QUE SABEMOS QUE TEM MAS, NÃO IMPORTA O QUANTO CONCENTRAMOS NOSSA VISÃO, ELA SEMPRE SE AFUNILA E DESAPARECE NO HORIZONTE. NÃO RACIOCINAMOS A RESPEITO DISSO PORQUE SABEMOS QUE A ESTRADA TEM A MESMA LARGURA NO HORIZONTE E NO LUGER ONDE ESTAMOS. A CÂMERA NÃO SABE DISSO E REPETIRÁ A CENA DE ACORDO COM O QUE A ILUSÃO DE ÓTICA NOS MOSTRA. COSTUMA-SE DIZER QUE A CÂMERA PODE MENTIR. NA VERDADE, O QUE OCORRE É QUE FALTA A ELA UM CÉREBRO PARA CORRIGIR AS ILUSÕES QUE, QUANDO VISTAS ISOLADAMENTE EM IMPRESSÕES BIDIMENSIONAIS, PODEM REVELAR-SE DECEPCIONANTES. A MAIOR PARTE DOS PROBLEMAS FOTOGRÁFICOS TEM ORIGEM NESTA ACEITAÇÃO NATURAL DO QUE PENSAMOS VER E ESPERAMOS QUE A CÂMERA INTERPRETE. POR ISSO, PARA SE TER SUCESSO EM FOTOGRAFIA, NÃO BASTA RECONHECER QUE A PERSPECTIVA É UM PROBLEMA; DEVEMOS TAMBÉM APRENDER A ANALISAR O QUE VAMOS FOTOGRAFAR E ADAPTAR ISSO AO VISOR DA CÂMERA. ESSA LIÇÃO ESSENCIAL NÃO REQUER MUITO TEMPO PARA SER ASSIMILADA. UMA VEZ ACEITO O PRINCÍPIO, É FÁCIL APLICÁ-LO, MAS ATÉ SER POSTO EM PRÁTICA, AS FOTOS NÃO PASSARÃO DE MERAS FOTOS. NENHUMA CÂMERA TRANSFORMA FOTOS MEDÍOCRES EM BELAS IMAGENS. PARA ISSO,UM BOM FOTÓGRAFO PRECISA, ANTES DE MAIS NADA, A APRENDER A ENXERGAR COMO A CÂMERA.

5 QUANDO SE ESTÁ FOTOGRAFANDO, DEVE-SE DESCONFIAR E ATÉ MESMO IGNORAR AQUILO QUE OS OLHOS REVELAM DE UMA CENA; O QUE SE DEVE ANALISAR E ACEITAR É O QUE SE PODE VER COM APENAS UM OLHO, ATRAVÉS DO VISOR DA CÂMERA. DEPOIS, FORMULA-SE A PERGUNTA: A IMAGEM ESTÁ CERTA? SE É UMA PAISAGEM, ELA NÃO SAIRÁ DO LUGAR, PORTANTO, NÃO SERÁ NECESSÁRIO APRESSAR-SE: DEVE-SE OLHAR OBJETIVAMENTE PARA A IMAGEM NO VISOR, COMO QUE ANALISANDO UMA PINTURA E MUDAR A POSIÇÃO OU O ÂNGULO DA CÂMERA. DURANTE ESTE ESTUDO DO ENQUADRAMENTO, O FOTÓGRAFO SE QUESTIONARÁ SE TUDO APARECE NA PROPORÇÃO CORRETA OU SE HÁ QUALQUER COISA ERRADA OU CONFUSA. O PRINCIPAL É NÃO ESQUECER QUE A FOTOGRAFIA FINAL ESTÁ ALI O TEMPO TODO, PARA SER SELECIONADA ATRAVÉS DO VISOR. NO ENTANTO, O SUCESSO OU O FRACASSO FUTUROS DEPENDEM INTEIRAMENTE DESTE TREINO DE AGUDEZA VISUAL.

6

7

8 TOMANDO NOTA UMA FORMA FÁCIL DE CONTROLAR O QUE SE FOTOGRAFA É ANOTAR OS DETALHES TÉCNICOS EM UM CADERNO DE BOLSO QUE DEVE SER CARREGADO A CADA SAÍDA FOTOGRÁFICA, SELECIONANDO OS ÍTENS QUE JULGAR MAIS IMPORTANTES: 1- DATA: É UMA INFORMAÇÃO ÚTIL PARA UMA AVALIAÇÃO CRONOLÓGICA DE SUAS FOTOS, SERVINDO DE BASE PARA A ORGANIZAÇÃO DE UM BANCO DE IMAGENS, POR EXEMPLO. 2 - ASSUNTO: NADA MAIS FRUSTRANTE QUE OLHAR PARA UMA SÉRIE DE FOTOS E NÃO CONSEGUIR LEMBRAR ONDE ELAS FORAM FEITAS. 3 - FILME: TOME NOTA DO FILME QUE ESTÁ USANDO, ANOTANDO A SENSIBILIDADE OU QUALQUER OUTRO DADO TÉCNICO PARA ANALISAR OS RESULTADOS. O MESMO SERVE PARA CÂMERAS DIGITAIS. 4 - CONDIÇÕES DE LUZ: MUITAS VEZES PODE-SE IDENTIFICAR AS CONDIÇÕES GERAIS DE LUZ APENAS OLHANDO PARA A FOTO, MAS É IMPORTANTE ANOTAR OS DETALHES, PRINCIPALMENTE QUANDO SE CONSEGUE REPRODUZIR ALGUNS EFEITOS ESPECIAIS: CÉU ENCOBERTO, SOL FORTE, NEBLINA, ETC., SÃO FATORES QUE SEMPRE DEVEM SER LEVADOS EM CONSIDERAÇÃO E ANOTADOS.

9 5 - FILTRO: ANOTE O NÚMERO E A COR. ESSA FORMA É MAIS RÁPIDA DE APRENDER A USAR OS FILTROS E CONHECER BEM OS RESULTADOS FINAIS. 6 - DETALHES DE EXPOSIÇÃO: ANOTAR A ABERTURA DO DIAFRAGMA E VELOCIDADE DO OBTURADOR É IMPORTANTE PARA ANALISAR OS RESULTADOS DE UMA FOTO: UMA FOTO TREMIDA PODE TER SIDO OCASIONADA POR UMA VELOCIDADE MUITO BAIXA. 7 - RESULTADO: AQUI ANOTA-SE O QUE DEU CERTO E O QUE DEU ERRADO. ASSINALAR OS ERROS É O PRIMEIRO PASSO PARA CORRIGI-LOS. 8 - PESQUISA: A MELHOR MANEIRA DE DESCOBRIR O QUE VOCÊ PODE OBTER DE SEU EQUIPAMENTO É EXPERIMENTANDO-O. FAÇA DIVERSAS FOTOS DE UM MESMO TEMA, VARIANDO A EXPOSIÇÃO E ILUMINAÇÃO.


Carregar ppt "FOTOGRAFIA INTRODUÇÃO. O QUE A CÂMERA VÊ FÉRIAS À BEIRA-MAR PODEM ENSINAR A LIÇÃO MAIS BÁSICA E ESSENCIAL EM FOTOGRAFIA - A PROFUNDIDADE E A PERSPECTIVA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google