A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cristianismo, Unidade e Diversidade. E.B. 2/3 do Couto Mineiro do Pejão Educação Moral Religiosa e Católica Cristianismo, Unidade e Diversidade Trabalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cristianismo, Unidade e Diversidade. E.B. 2/3 do Couto Mineiro do Pejão Educação Moral Religiosa e Católica Cristianismo, Unidade e Diversidade Trabalho."— Transcrição da apresentação:

1 Cristianismo, Unidade e Diversidade

2 E.B. 2/3 do Couto Mineiro do Pejão Educação Moral Religiosa e Católica Cristianismo, Unidade e Diversidade Trabalho realizado por: Alcino Madureira n.º1 8.ºB Miguel Duro n.º11 8.ºB Fevereiro/2013

3 Índice - Igrejas Cristãs - Motivos da Separação - Geografia - Significado do seu nome - Indulgências - Predestinação

4 Igrejas Cristãs

5 Cisma do Oriente Reforma Protestante Concílio de Éfeso Concílio de Calcedónia Restauracionismo Anabaptistas Protestantismo Igreja Católica Romana Anglicanismo Igreja Ortodoxa União Igrejas não- calcedonianas Nestorianismo Calvinismo Luteranismo

6 Nestorianismo Significado: Deriva do nome Nestório, Patriarca de Constantinopla. Motivos da Separação: A religião foi formada durante os estudos de Nestório sob Teodoro de Mopsuéstia na Escola de Antioquia e entre as naturezas humana e divina de Jesus. Os ensinamentos de Nestório colocaram- no em conflito com alguns dos mais elevadas líderes da igreja antiga, principalmente Cirilo de Alexandria, que criticou-o particularmente por negar o título de Mãe de Deus à Virgem Maria. Geografia: Atualmente não é muito praticada, mas espalhou-se pela região da península arábica.

7 Igrejas não-calcedonianas Significado: A origem do seu nome deve-se porque a religião se recusou a aceitar a doutrina das "duas naturezas de Cristo", decretada em Calcedónia. Motivos da Separação: Separou-se da única Igreja existente até 1054, a que, após o grande cisma porque se recusou a aceitar a doutrina das "duas naturezas de Cristo", decretada em Calcedónia. Geografia: Igrejas orientais.

8 Igreja Ortodoxa Significado: Do grego όρθος, reto, e δόξα, doutrina. Motivos da Separação: Os ortodoxos não reconhecem a autoridade do Papa, não aceitam os dogmas proclamados pela Igreja Católica Romana em séculos recentes, tais como o da Imaculada Conceição e o da infalibilidade papal, e não consideram válidos os sacramentos ministrados por outras confissões cristãs. Geografia: Europa norte e este.

9 Igreja Católica Romana Significado: Do grego Xριστός, "Christós", messias. Observações: A igreja católica romana é a mãe de todas as religiões católicas e de onde todas se separaram. Geografia: Atualmente está espalhada por toda a Europa.

10 Anglicanismo Significado: Mais conhecida por Igreja de Inglaterra, em inglês Church of England. Motivos da Separação: Separou-se porque o rei Henrique VIII quis casar segunda vez e a igreja não autorizou o casamento. Então o monarca criou o anglicanismo onde podia casar-se segunda vez e da qual se tornou chefe supremo. Geografia: Reino Unido.

11 Protestantismo Significado: Derivado de protestar. Motivo da Separação: Não aceitam a autoridade do papa e discordam de algumas das crenças da Igreja mãe. Geografia: Europa centro, norte e este.

12 Anabaptistas Significado: Do grego ανα (novamente) + βαπτιζω (baptizar). Motivo da Separação: São assim chamados porque os convertidos eram baptizados em idade adulta, desconsiderando o baptismo da Igreja Católica Apostólica Romana. Assim, rebaptizavam todos os que já tivessem sido baptizados em criança, crendo que o verdadeiro baptismo só tem valor quando as pessoas se convertem conscientemente a Cristo. Geografia: Europa este.

13 Restauracionismo Significado: Derivado de restaurar. Motivo da Separação: Acreditam que o cristianismo histórico apostatou em algum ponto de sua existência, sendo necessário restaurar o cristianismo primitivo da era apostólica. Geografia: Europa centro.

14 Luteranismo Significado: Derivado do nome Lutero. Motivo da Separação: Martinho Lutero criticou a atuação do Papa e do alto clero. Lutero foi apoiado por parte da população e pela nobreza que, desejosa de conquistar novas terras sob domínio de Roma, que o protegeram da perseguição do papa, poupando-o da fogueira, mas não da excomunhão. Geografia: Alemanha, França e regiões da Áustria

15 Calvinismo Significado: Derivado do nome Calvino. Motivo da Separação: O Calvinismo foi e é um movimento religioso protestante iniciado por João Calvino em Genebra no século XVI. Foi desenvolvido, ainda, por diversos outros teólogos como Martin Bucer, Heinrich Bullinger, Peter Martyr Vermigli e Ulrico Zuínglio. Criticavam o papa e achavam que o homem é salvo pela sua fé e trabalho. Geografia: Suíça, Alemanha e França.

16 Indulgências Na doutrina católica Indulgência (do latim indulgentia, que provém de indulgeo, "para ser gentil") é o perdão fora dos sacramentos, total ou parcial, "da pena temporal devida, para a justiça de Deus, pelos pecados que foram perdoados," ou seja, do mal causado como consequência do pecado já perdoado, "a remissão é concedida pela Igreja Católica no exercício do poder das chaves, por meio da aplicação dos superabundantes méritos de Cristo e dos santos, por algum motivo justo e razoável." Embora "no sacramento da Penitência a culpa do pecado é removida, e com ele o castigo eterno devido a pecados mortais, ainda permanece a pena temporal exigida pela Justiça Divina, e essa exigência deve ser cumprida na vida presente ou no mundo vindouro, isto é, o Purgatório. Uma indulgência oferece ao pecador penitente meios para cumprir esta dívida durante sua vida na terra", reparando o mal que teria sido cometido pelo pecado. As indulgências foram concedidas no início da Igreja Católica para reduzir as penitências muito severas, desenvolvendo-se plenamente no século III. As indulgências foram concedidas no início da Igreja Católica para reduzir as penitências muito severas, desenvolvendo-se plenamente no século III.

17 Predetinação Predestinação, é um conceito teológico, também relacionado a filosofia, que trata do relacionamento de Deus e o homem, no sentido de que Deus consegue prever ou até decidir previamente os acontecimentos no tempo e no espaço utilizando de Sua absoluta soberania e omnisciência. A predestinação divina, comum no monoteísmo, é no cristianismo relacionada a omnisciência de Deus sabendo previamente tudo o que vai acontecer, no que se refere à salvação de uns e a não salvação de outros, sendo um tema dos ensinamentos de Agostinho de Hipona e de João Calvino. Para S. Agostinho a salvação não dependeria dos próprios seres humanos, mas sim de uma intervenção divina, da graça divina, algo que seria absolutamente necessário para a salvação. Dessa maneira, pode-se dizer que os "condenados" são nalguma medida escolhidos por Deus, ou melhor, os "não- escolhidos".

18 Bibliografia Fomos buscar todas as informações ao seguinte site: - Wikipédia.

19 Trabalho realizado por: Alcino Madureira 8.ºB n.º1 Miguel Duro 8.ºB n.º11


Carregar ppt "Cristianismo, Unidade e Diversidade. E.B. 2/3 do Couto Mineiro do Pejão Educação Moral Religiosa e Católica Cristianismo, Unidade e Diversidade Trabalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google