A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jesus está em casa, e novamente uma multidão lhe cerca. Multidão é o mundo que nos cerca hoje, com suas filosofias. Dentro dela estão aqueles que querem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jesus está em casa, e novamente uma multidão lhe cerca. Multidão é o mundo que nos cerca hoje, com suas filosofias. Dentro dela estão aqueles que querem."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Jesus está em casa, e novamente uma multidão lhe cerca. Multidão é o mundo que nos cerca hoje, com suas filosofias. Dentro dela estão aqueles que querem apenas ouvir, outros que querem ouvir para contradizer, gente que está ali porque todo mundo também está. Enfim, existem pessoas que buscam Jesus pelos mais variados motivos..

4 Independente dos motivos, Jesus simplesmente os recebe, com sua simplicidade esmagadora, e apenas fala sobre o Reino de Deus. Então entra o miserável paralítico. Seus amigos, que pelo simples fato de serem amigos de um doente já mostravam que não se viam melhores ou piores que o pobre paralítico. Apenas o levaram movidos pela fé.

5 Mas não bastava apenas levar até a casa de Jesus, pois a casa estava cheia e o paralítico não podia entrar. Mas eles foram ousados. Não desistiram, acreditavam que Jesus era diferente, porque a mensagem dele era diferente, e aquele pobre paralítico tinha que ouvi-la. – Então vamos fazer o impossível para que ele possa ouvir, pois esse Jesus é inigualável. A única saída é pelo teto, vamos correr o risco, pois esse Jesus é inigualável.

6 Por mais que naquele momento eles desejassem ver o amigo deles curado, a fé deles já os havia curado, pois eles entenderam a importância da mensagem do Reino. E então se preocupavam com a saúde, o bem estar de todos. Qual é a tua atitude ante aqueles que estão no pecado? De julgar e condenar? Ou de levar para Jesus a fim de que Ele os cure e lhes perdoe os pecados?

7 Jesus o vê descer através de um buraco aberto no teto, declara que seus pecados estão perdoados. Esta declaração provoca alguns escribas que estavam por perto. Para eles, a palavra do Mestre soava como uma verdadeira usurpação de algo reservado exclusivamente a Deus. Portanto, Jesus era um blasfemo! A maneira como ele rebate a maledicência dos escribas é significativa: cura o paralítico para provar que o Filho do Homem tem, na Terra, o poder de perdoar os pecados.

8 Jesus Cristo é o enviado de Deus que tem plenos poderes para libertar do pecado e curar, como concretização do poder dado pelo Pai de instaurar o reino. Assumiu para com os pecadores uma atitude misericordiosa. Manifestou-lhes o perdão generoso de Deus. Salvar significa reconciliar o ser humano, libertando-o das garras do pecado.

9 O gesto poderoso de cura parece insignificante diante do poder maior de perdoar os pecados. E Jesus, de certo modo, parece sentir-se mais feliz por perdoar os pecados do que por curar. Por quê? O perdão dos pecados tem, também, uma função terapêutica. Trata-se da cura do ser humano na dimensão mais profunda de sua existência, ali onde acontece seu relacionamento com Deus.

10 À ordem dada por Jesus, o paralítico levanta-se à vista de todos toma seu leito e vai embora. O povo ficou profundamente admirado com a ação de Jesus em favor daquele homem, entendendo a novidade de Jesus - Ele comunica a vida nova. Eram excluídos da comunidade os leprosos e os paralíticos (Lv 21,18). Aquele homem, doente, não tinha possibilidade de ir até a casa onde estavam reunidos os escribas e os fariseus.

11 O paralítico simboliza toda a humanidade, distanciada de Deus e impotente de conseguir a própria cura e também de conseguir se colocar perto daquele que pode doá-la. Diante dessa realidade a salvação só pode vir do alto, numa gratuidade sem limites. Deus perdoa gratuitamente, sem colocar pré-condições. Não pergunta se aquele homem está arrependido dos pecados, se não irá mais pecar. Apenas lhe diz: "Filho, os teus pecados estão perdoados".

12 Expressemos nossa gratidão a Deus pelo dom da salvação e pelo perdão de nossos pecados, manifestado na pessoa de seu filho Jesus Cristo, Nosso Senhor e Salvador. Ao perdoar o pecador na pessoa de Jesus Deus o transforma interiormente, libertando-o, transforma o coração cheio de maldades e o faz uma nova pessoa. A transformação da pessoa é ação poderosa e amorosa de Deus.

13


Carregar ppt "Jesus está em casa, e novamente uma multidão lhe cerca. Multidão é o mundo que nos cerca hoje, com suas filosofias. Dentro dela estão aqueles que querem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google