A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria Econômica Profª Karine R. de Souza AULA 2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria Econômica Profª Karine R. de Souza AULA 2."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria Econômica Profª Karine R. de Souza AULA 2

2 Teoria Econômica Curva (Fronteira) de Possibilidade de Produção Gráfico que mostra as várias combinações de produto que a economia pode produzir potencialmente, dados os fatores de produção e a tecnologia disponíveis. É a fronteira máxima que a economia pode produzir, dado os recursos produtivos limitados. Mostra as alternativas de produção da sociedade, supondo os recursos plenamente empregados.

3 Curva (Fronteira) de Possibilidade de Produção Curva de Possibilidade de Produção Modelo: 2 Bens utilizando em conjunto todos os Fatores de Produção. Tradeoff da sociedade A obtenção de alguma coisa, porém, abrindo mão de outra. Nada é de graça

4 Curva de Possibilidade de Produção A B C A – Capacidade Ociosa (Ineficiência) Neste ponto o custo de oportunidade é zero, pois não é necessário sacrifício de recursos produtivos para aumentar a produção de um bem, ou mesmo, dois bens.

5 Curva de Possibilidade de Produção B – Não há como produzir mais, sem reduzir a produção do outro. Combinações de produto - (Nível de produto Eficiente /Pleno Emprego) D – Nível impossível de produção. Posição inalcançável no período imediato. A B D

6 Curva de Possibilidade de Produção Custo de Oportunidade Custo alternativo / Custo implícito É o grau de sacrifício que se faz ao optar pela produção de um bem, em termos da produção alternativa sacrificada. O custo de alguma coisa é o que você desiste para obtê-la.

7 Curva de Possibilidade de Produção Positivo Negativo Deslocamentos Positivos: Decorrem da expansão ou melhoria dos fatores de produção disponíveis. (Crescimento Econômico) Deslocamentos Negativos: Decorrem da redução, suca- teamento ou progressiva desqualificação do fatores de produção disponíveis.

8 Curva de Possibilidade de Produção Cabe ressaltar que deslocamentos da curva de possibilidade de produção podem ocorrer quando: Há alteração na dotação de fatores produtivos ( Imagine que a empresa X, inicialmente possuía 40 trabalhadores e 5 máquinas, resolve contratar mais 10 trabalhadores e comprar mais 2 máquinas. Esta ampliação de dotação de produção de fatores da empresa X irá ampliar suas possibilidades de produção, o que é graficamente representado por um deslocamento a direita da CPP). Há alteração no desenvolvimento tecnológico da economia (Imagine que a empresa X passou a utilizar de tecnicas de produção mais avançadas, por exemplo, a implantação de um sistema de qualidade computadorizado. Esta incorporação irá produzir uma quantidade maior de bens com a mesma dotação dos fatores produtivos, esta ação representa um deslocamento para direita da CPP).

9 Exercícios de Fixação 1.A curva de possibilidade de produção (CPP) construída para dois bens demonstra: a)Os desejos dos indivíduos da sociedade perante a produção total desses dois bens; b)A impossibilidade de atender as necessidades da sociedade, apesar da não escassez de recursos; c)Quanto se pode produzir dos bens com as quantidades de trabalho, capital e terra existentes com determinada tecnologia. d)A quantidade disponível desses dois bens em função das necessidades dos indivíduos dessa sociedade.

10 Sistema Econômico Nesta seção estudaremos o comportamento de um sistema econômico simples, que possui apenas dois agentes: as empresas e as famílias. Empresas – são as unidades produtoras de bens. É o locus onde ocorre a produção dos bens e serviços que serão consumidos pelas famílias. Famílias – agentes econômicos consumidores e que são os proprietários dos fatores de produção (terra, capital e trabalho). A forma de funcionamento do sistema é bastante simples. Para que as empresas realizem a produção dos bens e serviços é necessário que estas comprem os fatores de produção que, por definição pertencem as famílias. No entanto, para que as famílias concedam a utilização de seus fatores de produção as empresas necessitam pagar uma remuneração por seu uso, que é chamada de RENDA.

11 Com a renda que conseguem através da venda de seus fatores de produção as famílias realizam seus gastos na compra de bens e serviços que são produzidos pelas empresas. Este sistema econômico pode ser representado pelo seguinte diagrama Famílias Empresas Rendas Bens e Serviços Fatores de Produção Gastos Sistema Econômico

12 A principal lição deste modelo simples é que o total dos gastos realizados pelas famílias na aquisição de bens e serviços é necessariamente igual a remuneração dos fatores de produção, ou seja, é igual a renda. Remuneração dos fatores de produção Remuneração (Renda)Fator de produção SaláriosTrabalho Juros/lucroscapital AluguéisRecurso natural ou terra


Carregar ppt "Teoria Econômica Profª Karine R. de Souza AULA 2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google