A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAPACITAÇÃO EM GERÊNCIA DE PROCESSOS Facilitadoras: Profª. Claudia Milito e Vera Lucia Porangaba Sarmento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAPACITAÇÃO EM GERÊNCIA DE PROCESSOS Facilitadoras: Profª. Claudia Milito e Vera Lucia Porangaba Sarmento."— Transcrição da apresentação:

1 CAPACITAÇÃO EM GERÊNCIA DE PROCESSOS Facilitadoras: Profª. Claudia Milito e Vera Lucia Porangaba Sarmento

2 PADRÃO Pode ser entendido como documento consensado, estabelecido para um objeto, desempenho, capacidade, ordenamento, estado, movimento, seqüência, método, procedimento, responsabilidade, dever, autoridade, maneira de pensar, conceito, etc.,

3 PADRÃO Com o objetivo de unificar e simplificar, de tal maneira que, de forma honesta, seja conveniente e lucrativo para as pessoas envolvidas.

4 PADRÃO E NORMA Um padrão é resultado de um consenso. É uma produção de um grupo social. Os padrões podem precisar do apoio de normas. Uma norma é sempre impositiva. Quando desrespeitada, gera penalidades.

5 PADRÃO O termo padrão é utilizado também para designar um método ou objeto para exprimir a magnitude da quantidade, usado como referência para permitir universalidade à medida. Ex.: metro, litro, grama, etc.

6 PADRÃO Padrões são tão antigos quanto as primeiras civilizações. Sem padrões o mundo seria caótico. A medida que a sociedade vai exigindo maior qualidade, vão sendo definidos mais padrões para todas as atividades e produtos.

7 PADRÃO Os padrões são adotados para reduzir a variabilidade dos sistemas. L.S.M L.I.M

8 PADRONIZAÇÃO Principal ferramenta da Gerência de Processos; É uma ferramenta de controle do método e dos resultados do trabalho; Segundo Juran: -Não existe controle sem padronização.

9 PADRONIZAÇÃO De acordo com Vicente Falconi: -Padronização é a atividade sistemática de estabelecer e utilizar padrões. A padronização é uma ferramenta de gerenciamento das rotinas do dia-a-dia. Portanto, só se aplicam padrões para aquilo que é rotineiro, constante.

10 TAREFAS VS PROCESSOS TAREFA = menor unidade em que se pode dividir o trabalho de uma pessoa. PROCESSO = conjunto de atividades (causas) que geram um resultado (efeito). 1ª. ETAPA2ª. ETAPA 3ª. ETAPA

11 MÉTODO TRADICIONAL O resultado do trabalho é atribuído, quase que exclusivamente, à pessoa que executou a sua última etapa. Se algo sair errado, a culpa é de quem o fez. O foco é sempre a pessoa.

12 MÉTODO DA QUALIDADE O resultado do trabalho é o efeito de um processo que, por sua vez, depende de inúmeros fatores. O foco é o processo. O trabalho é sempre resultado da contribuição das várias pessoas que atuam em suas diversas etapas.

13 MÉTODO DA QUALIDADE PROCESSO = é um conjunto de causas que geram um resultado ou efeito. MAQ. MÉT. M.de OBRA MED.M. PRIMAM. AMBIENTE RESULTADO DO TRABALHO CAUSASEFEITO

14 CADEIA INTERNA =

15 PROCESSO & PROCEDIMENTOS Todo processo pressupões algo cíclico; Alguns processos podem ser muito abrangentes (macro processos); Os processos podem se desdobrar em diversos procedimentos (pequenos processos dentro de um grande processo)

16 FERRAMENTAS DA PADRONIZAÇÃO Planilha 5W 1H (= 3Q 1POC) Fluxogramas Formulário do POP (= procedimento operacional padrão)

17 GANHOS QUE SE PODE OBTER COM A PADRONIZAÇÃO Democratização do estilo de gestão; Fortalecimento do espírito de equipe; Melhoria do clima de relacionamento entre as pessoas; Redução do retrabalho; Redução de desperdícios (materiais, tempo, energia, talentos, etc.);

18 GANHOS QUE SE PODE OBTER COM A PADRONIZAÇÃO Agilização dos fluxos de trabalho/simplificação de rotinas; Facilitação da integração de novas pessoas na equipe; Socialização de conhecimentos individuais;

19 OBJETIVOS DA PADRONIZAÇÃO Viabilização de controles; Geração de dados confiáveis; Garantia de resultados menos variáveis; Geração de conhecimento institucional próprio; Avaliação do desempenho institucional.

20 ONDE SE PODE FALHAR Desistir no início, porque dá trabalho (a padronização é uma atividade trabalhosa, embora de simples compreensão); Padronizar sozinho sem envolver todas as pessoas que têm responsabilidade direta ou indireta com o processo (validação);

21 ONDE SE PODE FALHAR Pensar que basta desenhar o processo e engavetar os manuais; Desconsiderar a T.I. como ferramenta fundamental de operacionalização dos padrões; Desrespeitar as normas internas e a legislação vigente.


Carregar ppt "CAPACITAÇÃO EM GERÊNCIA DE PROCESSOS Facilitadoras: Profª. Claudia Milito e Vera Lucia Porangaba Sarmento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google