A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO IMPLEMENTANDO A GESTÃO DA QUALIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO IMPLEMENTANDO A GESTÃO DA QUALIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO IMPLEMENTANDO A GESTÃO DA QUALIDADE

2 PROCESSOS E AGENTES DA GESTÃO DA QUALIDADE

3 PROCESSOS GERENCIAIS A abrangência das características gerais e as especificidades dos Sistemas de Gestão poderiam tornar muito difícil o estudo desses sistemas. Porém, todos tem dois objetivos básicos: 1. Devem desenvolver mecanismos que, em um primeiro momento, garantam a sobrevivência da organização, 2. Possibilite a sua permanente e contínua evolução.

4 PROCESSOS GERENCIAIS À dificuldade básica de fazer a organização operar em busca de um único objetivo somam-se outros aspectos que tornam o processo de gestão mais do que uma simples ciência. Um desses aspectos é a componente interativa da empresa: A descrição pura e simples das estruturas formais é, em geral, insuficiente para descrever a organização e possibilitar o entendimento de como ela opera.

5 PROCESSOS GERENCIAIS Podemos conceituar esse sistema como um conjunto de regras, de procedimentos e meios que permitem aplicar métodos a um organismo para realização de determinados objetivos. sistema de gestão da produção – aplica ao sistema físico da empresa métodos de programação, desenvolvimento, avaliação e controle; sistema de gestão de pessoal – aplica aos recursos humanos da organização métodos de seleção, formação, qualificação, promoção,... sistema de controle e arrecadação – aplica aos chamados agentes econômicos métodos de distribuição de renda.

6 PROCESSOS GERENCIAIS Os sistemas de gestão envolvem normas, métodos e procedimentos. As normas incluem a política global da organização, suas diretrizes de funcionamento e as regras específicas, aplicáveis aos recursos da organização em situações definidas. Para a Gestão da Qualidade, o conjunto de normas básicas de operação é definido pela política da qualidade da organização. Os métodos referem-se ao modo como são operados os recursos gerais da organização, para que sejam atingidos os objetivos propostos. Os procedimentos são as operações necessárias para a aplicação efetiva dos métodos, atendidas as regras que se inserem no contexto em que essas operações são desenvolvidas.

7 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE O conceito tradicional de Gestão da Qualidade sempre envolve duas áreas básicas de atuação: uma no âmbito global e outra no âmbito operacional. No âmbito global, cabe á Gestão da Qualidade colaborar decisivamente no esforço da alta administração da empresa em definir as politicas da qualidade da organização. No âmbito operacional, cabe à Gestão da Qualidade desenvolver, implantar e avaliar programas da qualidade.

8 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Constitui ação básica da política da qualidade definir cada um dos elementos a seguir listados: estratégias de atuação da empresa no mercado; recursos ou formas de operação da empresa; nível de prioridade para investimentos e valor associado a cada um deles; suporte tecnológico a ser transferido ao processo produtivo, em termos de gestão, habilitação do pessoal, equipamentos, materiais, operações, informações ou ambientes de trabalho; formas e níveis de intensidade de envolvimento da mão de obra, além de métodos de alocação, formação ou qualificação de pessoal.

9 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE A política da qualidade envolve decisões fundamentais para o funcionamento da empresa. Em geral, essas decisões referem-se: à utilização da qualidade como estratégia de administração e não como um conjunto de técnicas específicas de avaliação de produtos e processos; à prioridade e à qualidade nas decisões da empresa, independentemente do momento a um conjunto de normas, métodos e procedimentos devidamente formalizados, cujo acesso deve ser garantido a todos;

10 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE à prioridade aos recursos, às situações e aos pontos mais criticos da empresa em relação à produção da qualidade; à definição de uma noção abrangente de perda, incluindo os desperdícios e a inadequação do produto ao uso; à introdução da qualidade como um hábito, um procedimento usual e rotineiro, e ao mesmo tempo, algo que seja prioritário em qualquer situação.

11 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Para estruturar uma política da qualidade devem ser considerados alguns princípios básicos, justificados pela própria prática das empresas, de tal forma:

12 Justificativa Princípio da política de qualidade A qualidade é um fenômeno dinâmico. Deve sempre alterar-se na direção de melhorias contínuas A qualidade é um processo evolutivo. A qualidade depende de mudanças na forma de pensar, nas prioridades e nos valores. Não é um processo abrupto, rápido. A qualidade é obtida a partir de ações cada vez mais amplas e efetivas A qualidade depende de todos os esforços. Ninguém pode omitir-se. A qualidade envolve a todos. De cada um espera-se resultados que devem ser bem definidos e conhecidos. Não se produzem melhorias significativas de forma intuitiva, em um processo de ensaio e erro. A qualidade requer base técnica e exige competência de quem se propõe produzi-la. Não se pode excluir nada nem ninguém no esforço pela qualidade. A ação pela qualidade é abrangente. É necessário o efetivo envolvimento de todos os recursos da organização para produzir qualidade. A ação pela qualidade é participativa. Não há forma de excluir quem quer que seja do esforço pela melhoria contínua. Não há justificativas para omissões ou envolvimentos parciais. A ação pela qualidade é compulsória. A sobrevivência da empresa depende de seu direcionamento para o mercado O cliente é a razão de ser da empresa.

13 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Em termos operacionais, os resultados das políticas da qualidade envolvem a atuação da Gestão da Qualidade no que se refere: às relações com fornecedores (substitui-se a seleção por preços e faz-se por critérios); às relações com o mercado (clientes e concorrentes); aos métodos de acompanhamento do desempenho do processo (avaliação da qualidade com base no posicionamento dos clientes); aos métodos de otimização dos recursos da empresa (formação e qualificação da M.O.)

14 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE A vantagem mais evidente do emprego de políticas da qualidade bem definidas diz respeito a um processo consistente de operação da empresa. Trabalha-se de forma planejada, bem definida e de modo a otimizar o uso dos recursos. ênfase a procedimentos que racionalizam recursos como tempo, energia, trabalho e materiais; investimentos para obter-se um entendimento único do que deve ser feito e como ser feito; caracterização técnica das ações; caráter permanente das ações, eliminando-se decisões determinadas por momentos ou situações específicas; objetividade na avaliação da qualidade

15 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Definida a política da qualidade, está determinado o modelo básico de atuação da Gestão da Qualidade. Passa-se então, às ações operacionais, e define-se uma função na empresa que se pode chamar de Gerencia da Qualidade. A ação da Gestão da Qualidade apresenta três áreas básicas, com atividades específicas em cada uma delas: Gestão Técnica da Qualidade; Gestão Integrada de Recursos Gestão Interativa com o Mercado

16 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Gestão Técnica da Qualidade estruturar um setor que atue como órgão de suporte técnico à produção e à avaliação da qualidade; definir um modelo básico para a avaliação da qualidade, que envolve todo o processo produtivo, bem como suas partes, considerados os níveis individuais de desempenho; estruturar um modelo de análise dos custos da qualidade e seus benefícios (economia da qualidade); desenvolver o planejamento da atividades especificas da qualidade; definir responsabilidades pela qualidade em todos os níveis e garantir a divulgação destas atribuições.

17 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Gestão Integrada de Recursos estruturar o sistema geral de informações para a qualidade, que integra todos os setores da organização, com informações específicas para ela, que envolvam tanto resultados parciais do processo produtivo como o posicionamento dos cliente acerca dos produtos e serviços da empresa; definir um modelo da avaliação global da qualidade, que envolve os objetivos gerais da organização e a contribuição de cada setor, ou área do processo produtivo, para seu efetivo alcance; definir modelos de seleção e alocação de equipamentos e materiais, em função de especificações técnicas fornecidas pelos setores de engenharia ou processos, de forma a priorizar a qualidade como elemento básico de escolha;

18 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Gestão Integrada de Recursos estruturar programas de envolvimento dos recursos humanos no esforço pela qualidade, acompanhar seu desenvolvimento e implantação, e avaliar o desempenho da mão de obra no processo; definir objetivos e metas da qualidade, tanto globais (organização inteira) como setoriais; determinar formas efetivas para acompanhar o desenvolvimento das atividades destinadas a atingir os objetivos fixados, avaliando-se o nível de alcance destes objetivos e as ações necessárias para tanto.

19 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE Gestão Integrada com o Mercado acompanhar os níveis de aceitação do produto no mercado e o grau de satisfação dos clientes e repassar essas informações a cada area da organização; monitorar o mercado para definir tendências de consumo viabilizar meios para quantificar os níveis de satisfação do mercado com produtos e serviços da empresa; acompanhar a ação dos concorrentes no mercado, para definir um modelo de benchmarking.

20 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL A evolução do conceito de Gestão da Qualidade começa a se caracterizar quando se percebe a extrema abrangência do programa em termos físicos, isto é, procura-se alcançar todos os setores. Está caracterizada a idéia de Gestão da Qualidade Total e definido o novo modelo de gestão, conhecido pela sigla TQM (Total Quality Management).TQM A TQM enfatiza o gerenciamento da qualidade por toda a empresa, ou seja, uma abordagem sistemática para estabelecer e atingir metas de qualidade.

21 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL Este modelo pode ser decomposto em etapas: direcionamento da organização - estabelecimento de políticas globais da qualidade; direcionamento da organização - definição de objetivos e metas; fase operacional – definição de normas, métodos e procedimentos usuais, recursos necessários.

22 PROCESSO DA GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL O processo que viabiliza a TQM, assim, inclui o planejamento estratégico da qualidade, com o envolvimento da alta administração e de todos os setores da empresa. Podemos então estruturar, de forma resumida, o processo da Gestão da Qualidade Total como sendo: O conjunto de atividades destinadas a viabilizar a política da qualidade e os objetivos gerais da organização em termos da qualidade, estruturadas de forma planejada, abrangente e evolutiva.

23 CARACTERÍSTICAS DO MODELO DE GESTÃO DA QUALIDADE A TQM introduziu alterações no modelo de gestão tradicional, incluindo maior abrangência para a função, idéia de evolução contínua e compromisso com o planejamento. Dentro desse contexto desenvolveremos uma análise comparativa dos processos de gestão e identificar outras características que geram ações específicas:


Carregar ppt "TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO IMPLEMENTANDO A GESTÃO DA QUALIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google