A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quando usar Gigabit Ethernet ? Marco Antônio Chaves Câmara LOGIC Engenharia Ltda

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quando usar Gigabit Ethernet ? Marco Antônio Chaves Câmara LOGIC Engenharia Ltda"— Transcrição da apresentação:

1 Quando usar Gigabit Ethernet ? Marco Antônio Chaves Câmara LOGIC Engenharia Ltda

2 LogicSoft Quem é o Palestrante ? Marco Antônio Chaves Câmara – Eng. Eletricista (UFBA) – CNE e CNI (Novell) – MCP (Microsoft) – Professor de Teleprocessamento na Univ.Católica do Salvador – Trabalha com redes desde 1987 – Diretor técnico da LOGIC Engenharia, Salvador - BA ? ? ?? ? ?

3 LogicSoft Agenda Conceitos Importantes Avaliando a Solução Correta Principais Pontos a discutir

4 LogicSoft Introdução Conceitos Importantes – Performance – QoS – Localidade e Abrangência Avaliando a Solução Correta Principais Pontos a discutir

5 LogicSoft Introdução Conceitos Importantes Avaliando a Solução Correta – Os perfis de tráfego típicos; – Eliminando os gargalos; – Avaliando Performance; – Os perfis dos nós; – Onde o Gigabit Ethernet é ideal ? Principais Pontos a discutir

6 LogicSoft Introdução Conceitos Importantes Avaliando a Solução Correta Principais Pontos a discutir – Escalabilidade – Mercado – Padronização – Problemas com a Infra-estrutura – QoS

7 LogicSoft Conceitos Importantes

8 LogicSoft Performance Normalmente este é o primeiro ponto avaliado; É importante saber se a performance é tudo. Afinal de contas, performance não é sinônimo nem de velocidade, nem de taxa de transferência...

9 LogicSoft QoS QoS permite alteração automática do ambiente em função do tipo de informação; O problema passa a estar agora nas aplicações : – O suporte a QoS deve fazer parte da arquitetura; – No caso do ATM, o ambiente nativo ou emulação (CiF) é essencial.

10 LogicSoft Ainda QoS... Aplicações diferentes tem necessidades diferentes ! Segurança X Performance; Garantia de entrega X Sincronismo; O ideal seria modificar o comportamento do ambiente em função da aplicação...

11 LogicSoft Localidade e Abrangência Pergunte a você mesmo : – Vale a pena ter um canal de 1Gbps para um servidor que não consegue entregar nem 100Mbps de dados ? – Vale a pena ter QoS se as estações (ou melhor, suas aplicações) nem imaginam o que é isto ?

12 LogicSoft Localidade e Abrangência Conclusão : – Se vai comprar, use rápido !!! – Daqui a alguns anos, o seu equipamento ainda será útil ? – Mesmo que você aproveite o equipamento, se deixar para comprar tudo daqui a algum tempo, será que não vai gastar menos?

13 LogicSoft Escolhendo a Solução Correta

14 LogicSoft Os Perfis de Tráfego Baixa demanda, tráfego convencional; Alta demanda, tráfego convencional; Tráfego Isócrono

15 LogicSoft Baixa demanda, tráfego convencional Comum nas estações – Cuidado com o up-grade... Considerar tráfego de pico Independência quanto ao sincronismo Tecnologia ethernet ainda pode ser utilizada ? – Avaliar opções com switches e fast ethernet – Considerar 2,1 Mbps como taxa básica

16 LogicSoft Alta demanda, tráfego convencional Servidores e pontos de concentração de tráfego Também não exige sincronismo Considerar demanda média – Taxa de pico eleva muito o custo e é desnecessária Fatores adicionais : – Custo – Compatibilidade com tecnologia das estações – Segurança (dualidade de links, por exemplo) Tecnologia Gigabit Ethernet é a ideal ?

17 LogicSoft Tráfego isócrono (Multimídia) Baixa sensibilidade a erros Alta sensibilidade ao sincronismo Alta taxa de transferência Lembrar da abrangência... ATM é o ideal ?

18 LogicSoft Localizando os gargalos Este é o primeiro problema : – Não confundir ponto crítico com gargalo; – Alguns elementos nem sempre considerados podem ser gargalo de tráfego. Ex : impressora de alta performance.

19 LogicSoft Eliminando os gargalos Considerar sempre o menor ítem : – Capacidade de atendimento; – Capacidade de tráfego. Calcular a demanda nos pontos : – Lembrar do perfil de tráfego; – Garantir folga.

20 LogicSoft Avaliando Performance O que você realmente precisa ? – Mais taxa de transferência nominal ? – Mais taxa de transferência efetiva ? – Serviços isócronos ? A culpa é da rede ?

21 LogicSoft Avaliando Performance O que você realmente precisa ? – Mais taxa de transferência nominal ? Você tem certeza ? Mude a tecnologia, mas apenas nos pontos necessários ! – Mais taxa de transferência efetiva ? – Serviços isócronos ? A culpa é da rede ?

22 LogicSoft Avaliando Performance O que você realmente precisa ? – Mais taxa de transferência nominal ? – Mais taxa de transferência efetiva ? Sua rede atende às normas ? Mesmo que atenda, se ela não está baseada em switches, por exemplo, a taxa efetiva é de 2,1 MBps ! – Serviços isócronos ? A culpa é da rede ?

23 LogicSoft Avaliando Performance O que você realmente precisa ? – Mais taxa de transferência nominal ? – Mais taxa de transferência efetiva ? – Serviços isócronos ? Avalie a tecnologia e não só a velocidade... A culpa é da rede ?

24 LogicSoft Avaliando Performance O que você realmente precisa ? A culpa é da rede ? – Tipicamente, a maior parte dos problemas de performance são causados por outros elementos Erros de Projeto/Instalação Performance computadores Configuração inadequada Tráfego desnecessário

25 LogicSoft Os perfis dos nós Estações de trabalho: – Baixa demanda, tráfego convencional ou; – Serviços Isócronos. Servidores Convencionais: – Alta demanda, tráfego convencional. Serviços de comunicação devem ser compatíveis com o perfil !

26 LogicSoft Onde o Gigabit é ideal ? Canais dos servidores – Você têm certeza do suporte a nível de capacidade de atendimento ? – Entregar 1 Gbps não é fácil... Interligação entre switches – Utilização depende apenas da demanda e disponibilidade Aplicação específica e com abrangência específica – Embora isto vá de encontro aos conceitos do cabeamento estruturado, pode ser útil...

27 LogicSoft Principais Pontos a discutir

28 LogicSoft Escalabilidade A cada dia, as novas aplicações exigem maior performance O ideal seria começar pequeno e ir crescendo aos poucos...

29 LogicSoft Escalabilidade Como a tecnologia ethernet está se saindo ? – Começou com 10 MBps compartilhados; – Passou para os 10 MBps com swiitches ; – Sobrevoou os 100 MBps compartilhados e agora está nos 100 MBps com switches ; – Porque o Gigabit não pode continuar a estória ? Como o ATM encara esta questão ? – Taxas de transferência de 25, 51, 100, 155, 622 e 2,5 GBps; – Total interoperabilidade entre as diversas taxas; – Aonde você viu isto acontecer de verdade ?

30 LogicSoft Mercado Estima-se que, em 1996, 82% de todo o HW de rede vendido no mundo foi ethernet ; O ATM cresce rapidamente : estima-se cerca de nós ATM já instalados e em operação; Em termos de base instalada, no entanto, estima-se de nós ethernet ; E os seus vizinhos ? O que eles usam ?

31 LogicSoft Padronização O Gigabit Ethernet já está no mercado Fabricantes estão unidos em um fórum, tal como no ATM; Problemas estão nos sistemas de cabeamento : – Categoria 5 apenas não basta ! – Os testes têm que ser baseados no método Power Sum (agora se usam os quatro pares) – Novos parâmetros de performance exigem re-certificação

32 LogicSoft Problemas na Infra-estrutura – Categoria 5 apenas não basta ! – Testes agora têm que ser baseados no método Power Sum (finalmente usamos os quatro pares) – Novos parâmetros de perfor- mance exigem re-certificação ! Perda de retorno Alien cross-talk

33 LogicSoft Problemas na Infra-estrutura Adeus aos cabos de 25 pares – Substituir por seis cabos de quatro pares; – Tomar cuidado com o alien cross-talk Mudaram os comprimentos máximos dos cabos de fibra ótica

34 LogicSoft Quality of Service (QoS) A verdade é que ambas as tendências tecnológicas afirmam possuir suporte a QoS; Como o Gigabit Ethernet pode oferecer QoS ? – Suporte a RSVP( Resource Reservation Protocol ); RTP ( real-time transport protocol ); 802.1p ( priority and multicast traffic ) e 802.1g ( Virtual LAN tags ); – Tudo isto para oferecer a melhor QoS que for possível – Falando a verdade, a QoS e a família ethernet não são muito próximas... E o ATM ? Está realmente pronto para a QoS ? – Sua aplicação sabe usar a QoS da sua rede ? – O suporte a ABR ( Avaliable Bit Rate ) ainda não está largamente disponível; – Falando a verdade, mesmo assim o ATM está bem mais próximo do ideal...

35 LogicSoft Dúvidas ? LogicSoft Marco Antônio C. Câmara Tel.(071) FAX(071)

36 LogicSoft Detalhes ? Bibliografia


Carregar ppt "Quando usar Gigabit Ethernet ? Marco Antônio Chaves Câmara LOGIC Engenharia Ltda"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google