A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tratamento e Reuso de Efluentes – Preservando a vida e o meio ambiente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tratamento e Reuso de Efluentes – Preservando a vida e o meio ambiente."— Transcrição da apresentação:

1 Tratamento e Reuso de Efluentes – Preservando a vida e o meio ambiente

2 2 Esta unidade de tratamento foi concebida para conferir ao efluente sanitário da sua empresa, alto grau de depuração, fácil manuseio, disponibilização de espaço físico reduzido, tendo em vista que após o tratamento o efluente atenderá os padrões da Legislação Ambiental Estadual e Federal (CONAMA 357). Opcionalmente o efluente após tratamento terciário, poderá ser reusado em lavagem geral, rega de jardins, vasos sanitários e Torres de resfriamento. Estações Cilíndricas Horizontais

3 3 Estações compactas com alta capacidade de biodegradação, necessitando de espaço físico reduzido. Estações compactas com alta capacidade de biodegradação, necessitando de espaço físico reduzido. Tanques construídos em resina isoftálica e apoiados sobre berço de aço, eliminando o risco de ruptura da estrutura. Tanques construídos em resina isoftálica e apoiados sobre berço de aço, eliminando o risco de ruptura da estrutura. Completamente seladas, livre de odores. Completamente seladas, livre de odores. Possibilidade de ser enterrada. Possibilidade de ser enterrada.

4 4 Tecnologia de Leitos Móveis - MBBR Tratamento biológico, onde os microorganismos crescem fixados em um meio suporte móvel, formando um biofilme na ordem de 500m2/m3, livre de entupimento. Tratamento biológico, onde os microorganismos crescem fixados em um meio suporte móvel, formando um biofilme na ordem de 500m2/m3, livre de entupimento. Intensa atividade biológica, alto tempo de retenção celular e alta concentração de biossólidos. Intensa atividade biológica, alto tempo de retenção celular e alta concentração de biossólidos. Grande remoção de carga orgânica e carga nitrogenada. Grande remoção de carga orgânica e carga nitrogenada.

5 5 Tecnologia de Leitos Móveis - MBBR BioMídia com Biofilme aderido.

6 6 Processo Tratamento Primário: Tratamento Primário: 1 – Gradeamento. 2 – Separador API – Caixa de gordura. 3 - Tanque de Pré-sedimentação e Equalização. Tratamento Secundário: Tratamento Secundário: 4 – Reator Biológico com Decantador Lamelar.

7 YAMAHA RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-7,367,60Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L567,0135,0** DBOmg O 2 /L179,041,0** FÓSFORO TOTALmg P/L19,6610,11** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L39,4015,91Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L52,0323,28** ÓLEOS E GRAXASmg/L60,0418,37 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L321,054,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

8 COIMPA

9 VIDEOLAR I RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-7,057,26Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L574,062,0** DBOmg O 2 /L112,018,5** FÓSFORO TOTALmg P/L10,13,8** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L19,87,9Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L37,010,3** ÓLEOS E GRAXASmg/L20,16,5 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L192,540,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

10 ESCOLA ADALBERTO VALLE

11 CONDOMÍNIO PIAZZA RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-6,567,14Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L478,094,0** DBOmg O 2 /L153,028,2** FÓSFORO TOTALmg P/L12,884,39** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L35,516,4Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L47,022,0** ÓLEOS E GRAXASmg/L46,45,2 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L430,060,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

12 12 Opcional para reuso – Filtro de Areia / Carvão Ativado e Sistema de Cloração. GOODYEAR

13 ACADEMIA ATLÉTICA RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-6,466,90Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L410,089,0** DBOmg O 2 /L132,027,2** FÓSFORO TOTALmg P/L9,801,83** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L30,2013,70Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L49,020,0** ÓLEOS E GRAXASmg/L36,04,2 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L299,018,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

14 14 Tanque de reuso Soprador Hidrociclone MAGNETI MARELLI

15 TCE RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-7,157,40Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L1.055,0115,0** DBOmg O 2 /L322,086,0** FÓSFORO TOTALmg P/L20,304,70** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L65,8019,84Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L77,023,1** ÓLEOS E GRAXASmg/L5719,1 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L614,051,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

16 STUDIO 5

17 TJA RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-6,827,05Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L1.010,0103,0** DBOmg O 2 /L294,051,8** FÓSFORO TOTALmg P/L18,106,05** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L45,019,1Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L61,024,8** ÓLEOS E GRAXASmg/L53,57,4 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L413,932,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

18 AEROPORTO DE QUITO - ECUADOR

19 CAMARA MUNICIPAL RESULTADOS ANÁLITICOS FÍSICO-QUÍMICOS: PARÂMETROSUNIDADE ENTRADA DA ETE SAÍDA DA ETE RESLUÇÃO CONAMA Nº357 de Art. 34 pH-7,157,53Entre 5 – 9 DQOmg O 2 /L686,0116,0** DBOmg O 2 /L219,725,3** FÓSFORO TOTALmg P/L10,604,96** NITROGÊNIO AMONIACALmg N/L37,517,2Até 20,0 NITROGÊNIO TOTALmg N/L58,029,0** ÓLEOS E GRAXASmg/L44,815,3 Óleos Minerais Até 20,0 Óleos Vegetais e/ou Animais Até 50,0 SÓLIDOS EM SUSPENSÃO TOTAIS mg/L52139,0** ** = parâmetro não citado na referida legislação

20 20 PETROBRÁS CUBATÃO

21 21 Benefícios das Estações Confiabilidade, estabilidade e segurança inigualáveis; Confiabilidade, estabilidade e segurança inigualáveis; Maior resistência a sobrecargas hidráulicas e de cargas orgânicas quando comparado a lodos ativados e sistemas anaeróbios; Maior resistência a sobrecargas hidráulicas e de cargas orgânicas quando comparado a lodos ativados e sistemas anaeróbios; Menor área ocupada por metro cúbico tratado; Menor área ocupada por metro cúbico tratado; Custo de implantação e instalação reduzidos; Custo de implantação e instalação reduzidos; Aumento de capacidade de forma modular, simples e rápida Aumento de capacidade de forma modular, simples e rápida Agilidade de fornecimento (90 dias x 150 dias – convencional). Agilidade de fornecimento (90 dias x 150 dias – convencional). Simplicidade de operação e menor custo operacional (Skid Plug & Play): Simplicidade de operação e menor custo operacional (Skid Plug & Play): 01 operador, meio período, sem especialização. 01 operador, meio período, sem especialização. Não necessita de produtos químicos. Não necessita de produtos químicos. Baixa geração de lodo (80% menor); Baixa geração de lodo (80% menor);

22 22 Operação e Manutenção Oferecemos serviço de operação assistida (manutenção preventiva) com equipe técnica própria; Oferecemos serviço de operação assistida (manutenção preventiva) com equipe técnica própria; Treinamento técnico de equipe do próprio cliente para acompanhamento diário dos equipamentos, ministrado dentro da empresa; Treinamento técnico de equipe do próprio cliente para acompanhamento diário dos equipamentos, ministrado dentro da empresa; Controle de peças através de laudo de rastreabilidade. Controle de peças através de laudo de rastreabilidade.

23 23 Vantagens Comparativas 1 – a) Menor tamanho (área e volume) existente no mercado internacional; b) Tempo de detenção hidráulica 2h. b) Tempo de detenção hidráulica 2h. 2 – a) Maior estabilidade operacional em função da tecnologia MBBR; b) Crescimento bio aderido. b) Crescimento bio aderido. 3 – Menor incidência de paralisação: a)Distribuição de ar - bolhas grossas evitando entupimento, comparado com difusores de bolha fina; b)Não entupimento do leito em função do sistema móvel, comparado com o sistema fixo (PAL-M).

24 Contato:www.dasbrasil.com.br Fone: (11)


Carregar ppt "Tratamento e Reuso de Efluentes – Preservando a vida e o meio ambiente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google