A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento Sob a designação de águas residuais incluem-se águas com origens muito diferentes: as águas residuais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento Sob a designação de águas residuais incluem-se águas com origens muito diferentes: as águas residuais."— Transcrição da apresentação:

1 Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento Sob a designação de águas residuais incluem-se águas com origens muito diferentes: as águas residuais urbanas, as águas residuais industriais e as águas residuais mistas. As águas residuais urbanas podem incluir as águas residuais domésticas ou a mistura de águas residuais domésticas com águas residuais industriais e /ou águas de escoamento pluvial. Os principais compostos orgânicos identificados nas águas residuais são: compostos azotados ( proteínas, ureia) hidratos de carbono ( açúcares, amido e celulose) lípidos ( sabão, óleos de cozinha, gorduras) A componente biológica das aguas residuais intervém em várias áreas salientando-se as seguintes: decomposição de compostos orgânicos contidos nas águas residuais; participação nos ciclos biogeoquímicos do azoto, do fósforo e do enxofre, )elementos fundamentais que se apresentam nas águas residuais como nitratos, fosfatos e sulfatos

2 Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento A componente biológica das aguas residuais intervém em várias áreas salientando-se as seguintes: decomposição de compostos orgânicos contidos nas águas residuais; participação nos ciclos biogeoquímicos do azoto, do fósforo e do enxofre, )elementos fundamentais que se apresentam nas águas residuais como nitratos, fosfatos e sulfatos

3 Tratamento de águas residuais urbanas O tratamento das águas residuais é efectuado em estações de tratamento de águas residuais ( ETARs). As estações de tratamento consistem de uma série de processos físicos, químicos e biológicos em que o objectivo destes processos é: remover os sólidos ( suspensos e sobrenadantes); diminuir a concentração da matéria orgânica biodegradável; eliminar organismos patogénicos. melhorar a qualidade da água tratada de forma a que esta possa ser reutilizada, ou pelo menos rejeitá-la com consequências mínimas para o meio ambiente. O tratamento adequado ao tipo de esgoto considerado é o primeiro passo para a protecção dos recursos hídricos

4 Tratamento de águas residuais urbanas O tratamento das águas residuais é efectuado em estações de tratamento de águas residuais ( ETARs). As estações de tratamento consistem de uma série de processos físicos, químicos e biológicos em que o objectivo destes processos é: remover os sólidos ( suspensos e sobrenadantes); diminuir a concentração da matéria orgânica biodegradável; eliminar organismos patogénicos. melhorar a qualidade da água tratada de forma a que esta possa ser reutilizada, ou pelo menos rejeitá-la com consequências mínimas para o meio ambiente. O tratamento adequado ao tipo de esgoto considerado é o primeiro passo para a protecção dos recursos hídricos

5 Tratamento Preliminar Remoção de sólidos grosseiros por gradagem com ou sem trituração Remoção de areias em desarenadores - desarenação. Regularização dos caudais - equalização Uniformização das cargas poluentes - homogeneização Remoção de sólidos flutuantes - flotação

6 Tratamento Primário Remoção dos sólidos sedimentáveis ( pelo menos 50%) por decantação que são removidos sob a forma de lamas. Remoção de óleos, gorduras e outros sobrenadantes Redução da carga orgânica para a admitida no tratamento secundário ( eficiência pretendida 25-40% de CBO 5 )

7 Tratamento secundário ou biológico Oxidação dos compostos orgânicos através da acção de microorganismos Estabilizar a matéria orgânica Eliminar 40% dos sólidos em suspensão e 70% da CBO 5

8 Tratamento terciário Remoção de matéria orgânica, bactérias, sólidos, certos compostos tóxicos, nutrientes ( azoto e fósforo) et.c.., que persistam após o tratamento secundário. Evitar a eutrofização dos meios receptores Obter um efluente de elevada qualidade Qualquer destas fases de tratamento inclui o tratamento e destino final das lamas removidas quer na decantação primária, quer na decantação secundária e a desinfecção do efluente final.

9 Tratamento secundário ou biológico Neste processo de tratamento as águas são sujeitas a um tratamento biológico que pode ser classificado tendo-se em conta os fenómenos biológicos que ocorrem: Tratamento AeróbioProcesso que ocorre na presença de oxigénio, como por exemplo a nitrificação, em que ocorre transformação do azoto amoniacal primeiro em nitritos e depois em nitratos pelas bactérias nitrificantes. Tratamento Anaeróbio Processo que ocorre na ausência do oxigénio, como por exemplo a desnitrificação anóxica, em que os nitratos são convertidos pela acção de bactérias desnitrificantes em azoto livre Estabilização Processo biológico em que a matéria orgânica acumulada nas lamas serve de alimento a bactérias e microalgas, favorecendo o seu desenvolvimento

10 O tratamento biológico pode ocorrer em meio fixo - leitos percoladores ou em meio disperso ou suspenso - lamas activadas, lagoas arejadas. Lamas activadas - o termo lamas activadas é aplicado aos microorganismos e outros materiais em suspensão que existem no tanque. Nas lamas activadas existem grandes quantidades de microorganismos, bactérias heterotróficas, e poucas células animais e vegetais

11 A intensidade de depuração deste processo de tratamento é influenciado por temperatura, duração do arejamento, quantidade de ar, proporção de lamas e respectiva actividade ( idade das lamas ) e concentração do efluente. Este sistema é composto por dois órgãos: um tanque de arejamento e um decantador secundário. Este processo é muito utilizado para compostos orgânicos com baixa concentração, e para alguns compostos inorgânicos.

12 Vista aérea da ETAR de Parada

13 Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento Sob a designação de águas residuais incluem-se águas com origens muito diferentes: as águas residuais urbanas, as águas residuais industriais e as águas residuais mistas. As águas residuais urbanas podem incluir as águas residuais domésticas ou a mistura de águas residuais domésticas com águas residuais industriais e /ou águas de escoamento pluvial. Os principais compostos orgânicos identificados nas águas residuais são: compostos azotados ( proteínas, ureia) hidratos de carbono ( açúcares, amido e celulose) lípidos ( sabão, óleos de cozinha, gorduras) A componente biológica das aguas residuais intervém em várias áreas salientando-se as seguintes: decomposição de compostos orgânicos contidos nas águas residuais; participação nos ciclos biogeoquímicos do azoto, do fósforo e do enxofre, )elementos fundamentais que se apresentam nas águas residuais como nitratos, fosfatos e sulfatos


Carregar ppt "Águas residuais urbanas e Sistemas de tratamento Sob a designação de águas residuais incluem-se águas com origens muito diferentes: as águas residuais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google