A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NITROGÊNIO. Importância do N para as plantas 0 kg de N 170 kg de N Cana de açúcar Importância do N para as plantas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NITROGÊNIO. Importância do N para as plantas 0 kg de N 170 kg de N Cana de açúcar Importância do N para as plantas."— Transcrição da apresentação:

1 NITROGÊNIO

2 Importância do N para as plantas

3 0 kg de N 170 kg de N Cana de açúcar Importância do N para as plantas

4 Formas de N encontradas no solo N inorgânico (2 a 5% do total do N no solo) NH 4 + ; NO 2 - ; NO 3 - ; N 2 O; NO; N 2 N orgânico (95 % do total do N no solo)

5 Formas de N absorvido pelas plantas. As plantas absorvem o N na forma: NH 4 - e NO 3 -.

6 ADIÇÕES E PERDAS DE N NO SISTEMA SOLO-PLANTA N mineral NH NO 3 - FBN Fertilizante Mineralização da matéria orgânica N atmosférico Lixiviação Extração pelas culturas Perdas gasosas Imobilização Erosão

7 ADIÇÕES DE N

8 PERDAS DE N

9 Adições de N no sistema solo-planta - Fixação biológica do N 2 - Fixação atmosférica do N 2 - Mineralização da matéria orgânica - Fertilizantes

10 Fixação biológica do N 2 (FBN) Processo pelo qual as bactérias fixadoras de nitrogênio, em simbiose com leguminosas, convertem o N 2 atmosférico em NH 3 (forma assimilável pelas planta).

11

12 ESTIMATIVA DA CONTRIBUIÇÃO DA FBN Soja 20 – 450 Feijão comum Feijão-caupi Amendoim Leucena Guandu Kg N ha -1

13 FBN x Fertilizantes Vantagens Fertilizantes Disponibilidade imediata às plantas Menor custo energético da planta FBN Menor custo para o agricultor Tecnologia limpa Manutenção da fertilidade do solo

14 Fertilizantes Gasto elevado para síntese Gasto com tecnologia e mão-de-obra Gasto com transporte ao campo Menor eficiência do uso do N Poluição hídrica FBN Planta com crescimento lento Eficiência de fixação variável Resposta das plantas variável FBN x Fertilizantes Desvantagens

15 Fixação atmosférica do N 2 As descargas elétricas que ocorrem na atmosférica quebram o N 2 e disponibilizam NH 3.

16 Mineralização do Nitrogênio Conversão do N orgânico em N inorgânico (NH 4 +, NO 2 - e NO 3 - ), mediada por microrganismos do solo. Transformações de N no solo

17 Imobilização do N. Conversão do N inorgânico (NH 4 + e NO 3 - ) para formas orgânicas.

18 Relação C/N e a mineralização e/ou imobilização Relação C/N < 20 – Mineralização liquida Relação C/N > 30 – Imobilização liquida

19 O agricultor incorporou ao solo um resíduo vegetal com relação C/N = 60 e plantou uma cultura em seguida. Durante 2 meses houve sintomas de deficiência de N para a cultura implantada na área. a) O que ocorreu para que a cultura apresentasse deficiência de N? b) Qual(is) a(s) recomendação(ões) correta(s)?

20 Demanda de N para decomposição de resíduos orgânico Número de umidades de N inorgânico necessárias para mineralização de 100 unidades de material orgânico, sem que haja imobilização líquida do N do solo Fator N

21 Fator N (resíduo) Aproximadamente 0,9 100 kg do resíduo 40 kg de Carbono 0,5 kg de N C/N 80:1 35 % do C do resíduos é assimilado pela biomassa microbiana Relação C/N 10:1 40 x 0,35 = 14 kg de C assimilado pela biomassa 14/10 = 1,4 kg de N requerido pela biomassa 1,4 kg de N requerido – 0,5 kg N presente = 0,9 Ex.: Calcular o fator N de uma resíduo orgânico Considere que:

22 Para cada 100 kg de resíduo adicionado ao solo 0,9 kg de N (mineral) deve ser adicionado para evitar imobilização do N do solo

23 Amonificação Conversão do N orgânico em NH 4 + Etapas da mineralização do N

24 Convertido em NO 2 - e NO 3 - Absorvido pelas plantas Imobilizado Fixado nas argilas Volatilizado na forma de NH 3 NH 4 +

25 Nitrificação Conversão do NH 4 + em NO 3 -. Nitritação – NH 4 + em NO 2 - Nitratação – NO 2 - em NO 3 -. Etapas da mineralização do N

26 Desnitrificado Absorvido pelas plantas Imobilizado Lixiviado NO 3 -

27 Fatores que afetam a nitrificação - Suprimento de NH População de nitrificadores - pH do solo - Aeração - Umidade - Temperatura

28 Desnitrificação Processo de redução do NO 3 - a N 2 em condições de anaerobiose.

29 Estimativa da contribuição da matéria orgânica no suprimento de N. - A matéria orgânica do solo contém aproximadamente 5% de N. - A estimativa de mineralização do N orgânico está em torno de 1 a 5%. N (kg ha -1 ) = %MO x x %N org x %N mineralizado

30 Fertilizantes Características do fertilizantes nitrogenados - Aumentam a acidez do solo - Índice salino elevado - Solubilidade alta em água - Isento de macronutrientes secundários

31 Fertilizantes Nitrogenados Uréia (45 % de N) – fonte amidica, rapidamente hidrolizada no solo. Nitrato de amônio (33% de N) – fonte nítrica e amoniacal. Sulfato de amônio (20% de N) – fonte amoniacal, apresenta baixa higroscopicidade Cloreto de amônio (25% de N) – fonte de N e Cl. Fertilizantes de liberação lenta Fertilizantes inibidores de nitrificação.

32 Perdas de N do sistema solo-planta -Extração pelas culturas -Lixiviação de nitrato - Perdas gasosas a) Volatilização de NH 3 b) Desnitrificação

33 Extração pelas culturas

34 Lixiviação de nitrato O NO 3 - é solúvel em água e apresenta baixa retenção pelos colóides do solo, podendo ser perdido por lixiviação. Fatores que afetam a lixiviação: - Dose, tempo, fonte e método de aplicação do fertilizante - Uso de inibidores de nitrificação. - Intensidade de cultivo e absorção de N pela cultura - Tipo de solo - quantidade, padrão e tempo de chuva e/ou irrigação.

35 Volatilização de NH 3 Mecanismo de perda gasosa de N que ocorre naturalmente no solo e está relacionada diretamente ao pH do solo.

36 CO(NH 2 ) 2 + H + + H 2 O = 2NH HCO 3 (NH 4 ) 2 SO 4 + H 2 O = 2NH HCO 3 + 2OH - NH HCO 3 = NH 3 + CO 2 + H 2 O Volatilização

37 Fatores que afetam a volatilização de NH 3 - pH do solo - Quantidade, fonte e método de aplicação da uréia - Umidade do solo - Temperatura - Presença de resíduos vegetais - Capacidade tampão do solo (CTC).

38 Recomendação de adubação Dose de N (kg ha -1 ) = (RNC – SNS)/f RNC – Requerimento de N da cultura SNS – Suprimento de N do solo f – Eficiência de utilização do N

39 Aplicação do fertilizante nitrogenado O modo de aplicação do N depende: - Quantidade e fonte de N utilizada - Tipo de solo - Condições edafoclimáticas.

40 1 - Parcelamento da adubação com N - A dose recomendada de N é alta (>80 kg N/ha) - Solos arenosos - Solos argilosos com baixa CTC - Áreas sujeitas a chuvas com altas intensidades - Culturas de ciclo longo - Áreas de irrigação ( pivô, aspersão) Manejo da adubação nitrogenada

41 2 - Reduzir as perdas por volatilização - Incorporação do adubo. 3- Correção dos solos - Aumenta a CTC - crescimento radicular Manejo da adubação nitrogenada


Carregar ppt "NITROGÊNIO. Importância do N para as plantas 0 kg de N 170 kg de N Cana de açúcar Importância do N para as plantas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google