A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho realizado por: Ana Serra Nº 1 Catarina Silvestre Nº 2 Eliana Lourenço Nº 5 Inês Nunes Nº 8 Patrícia Duarte Nº 17 Filipa Gonçalves Nº 27 Escola.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho realizado por: Ana Serra Nº 1 Catarina Silvestre Nº 2 Eliana Lourenço Nº 5 Inês Nunes Nº 8 Patrícia Duarte Nº 17 Filipa Gonçalves Nº 27 Escola."— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho realizado por: Ana Serra Nº 1 Catarina Silvestre Nº 2 Eliana Lourenço Nº 5 Inês Nunes Nº 8 Patrícia Duarte Nº 17 Filipa Gonçalves Nº 27 Escola Secundária de São João da Talha 10º ano Turma A Professora Elvira Monteiro Disciplina: Biologia Escola Secundária de São João da Talha 10º ano Turma A Professora Elvira Monteiro Disciplina: Biologia

2 Introdução Organização dos Sistemas Biológicos Factores Bióticos Factores Abióticos Dinâmica dos Ecossistemas Organização Celular Classificação de Whittaker Características dos Reinos Ficha Técnica dos Seres Vivos Observados De que modo poderá o Homem contribuir para a conservação das espécies actuais? Conclusão Slide 3 Slide 4 Slide 5 Slide 6 Slide 7 Slide 9 Slide 10 Slide 16 Slide 17 Slide 21 Slide 22

3 O subsistema terrestre Biosfera caracteriza-se por ter uma grande Biodiversidade – diversidade dos seres vivos. A biodiversidade está presente em diversas áreas desde que o meio em questão proporcione ao ser vivo as condições necessárias à sua sobrevivência, ou seja, que o meio tenha capacidade para se tornar o habitat do ser vivo. Ao conjunto dos seres vivos, dos seus habitats, do meio físico-químico e das relações de interdependência que se estabelecem entre si dá-se o nome de ecossistema. Neste trabalho, o meio em estudo é o espaço físico exterior da Escola Secundária de São João da Talha com o objectivo de observar a biodiversidade presente na mesma.

4 BiosferaEcossistemasComunidadesPopulações Organismos Sistema de Órgãos ÓrgãosCélulasTecidos Conjuntos de Constituídos por Conjunto de Em grupo podem formar Compostas por Conjunto de Constituídos por Possuem

5 Os factores bióticos resultam das interacções entre os seres vivos e podem-se dividir em: Relações Interespecíficas: Competição Predação Parasitismo MutualismoComensalismo Relações Intraespecíficas: Cooperação Simbiose Competição

6 Os factores abióticos resultam das interacções com o meio físico-químico. Os agentes envolvidos nas interacções são os seguintes: - Luz- Temperatura - Humidade- Solo

7 Sequência de seres vivos que estabelecem relações tróficas a nível alimentar que envolvem transferências de matéria e energia. Consumidores Primários (Minhoca) Consumidores Terciários (Mosca) Produtor (Roseira) Consumidores Secundários (Pomba)

8 Nas redes tróficas, podem-se considerar três categorias de seres vivos consoante a sua estratégia na obtenção do alimento, que são os seguintes: Produtores Ou Microconsumidores Ou Seres Autotróficos Consumidores Ou Macroconsumidores Ou Seres Heterotróficos Decompositores

9 Os organismos são compostos por células: Procarióticas (Seres procariontes) Células simples sem núcleo organizado Eucarióticas (Seres Eucariontes) Células complexas, com núcleo organizado e delimitado por um invólucro

10 Reino Plantae Reino Fungi Reino Protista Reino Monera Reino Animalia

11

12 Reino Plantae Angiopérmicas: Ex: Roseira, Lírio Briófitas: Ex: Musgos Felicíneas: Ex: Fetos Gimnospérmicas: Ex: Ginjeira, Oliveira Esquisetíneas: Ex: Possuem micrófilos, folhas que têm um único veio vascular invés dos muitos que possuem os megáfilos mais complexos encontrados em samambaias e plantas com sementes Licopodíneas: Ex: Não possui flores e, consequentemente, nem sementes; algumas espécies possuem folhas verticais, mas de tamanho insignificante.

13 Reino Fungi Ascomicetes Ex.: Leveduras, penincilina Zigomicetes Ex.: Bolor negro do pão Basidiomicetes Ex.: Cogumelos Reino Monera Eubactérias Arqueobactérias Ex.: Halófitas

14 Reino Animalia Moluscos Ex.: Caracol Platelmintes Ex.: Planária; vermes de corpo achatado. Nematelmintes Ex.: Lombriga; vermes de corpo cilíndrico. Equinodermes Ex.: Estrelas-do-Mar Cinidários Ex.: Cinidários Anelídeos Ex.: Minhoca Artrópodes Ex.: Formiga, Bicho-de-contas Cordados Ex.: Pomba Poriferos (ou Espongiários) Ex.: Esponja-do-Mar

15 Reino Protista Mixocimetes Ex.: Troncos podres em lugares húmidos e sombreados Algas Vermelhas Algas Verdes Algas Castanhas Ciliados Ex.: Paramecium Caudatum Esporozoários Ex.:Plasmodium Rizópodes Ex.: Amiba Dinoflagelados Ex.: Noctilluca Zooflagelados Ex.: Tripanossomas

16 Reino Plantae Este Reino é constituído por seres pluricelulares eucariontes, não têm capacidade de produzir compostos orgânicos a partir de compostos inorgânicos. Reino Fungi A dominância de seres que o constitui são unicelulares e pluricelulares, sendo eucariontes. Estes absorvem as substâncias alimentares do meio, após as digerir no exterior das suas células. Muitos deles são decompositores, apesar de uma parte viver em simbiose com outros seres. Reino Animalia Este Reino inclui seres pluricelulares, eucariontes, que não têm capacidade de produzir compostos orgânicos através de inorgânicos, apenas ingerindo o alimento e procedendo à sua digestão fora das células. Reino Monera É formado por seres unicelulares e procariontes. Reino Protista É formado por seres eucariontes. Pertencem ainda alguns seres pluricelulares, sendo a maioria unicelular.

17 Angiopérmicas: ROSEIRA: REINO: Plantae FILLO: Angiopérmicas Local encontrado: No meio da vegetação Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser Pluricelular Alimentação: Produz o seu próprio alimento (Produtor) Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, com ervas, arbustos e árvores à volta. LÍRIO: REINO: Plantae FILLO: Angiopérmicas Local encontrado: No meio da vegetação Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser Pluricelular Alimentação: Produz o seu próprio alimento (Produtor) Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, com algumas ervas e árvores à volta.

18 Artrópodes FORMIGA: REINO: Animalia FILLO: Artrópodes Local encontrado: Em cima de um passeio Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Diversos tipos de vegetação - plantas e folhas (Consumidor). Aspectos caracterizadores do ecossistema: Subterrâneo e com pouca luminosidade. BICHO DE CONTAS: REINO: Animalia FILLO: Artrópodes Local encontrado: Debaixo de uma pedra Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Diversos tipos de vegetação - plantas e folhas (Consumidor). Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, quente e terra sem ervas.

19 Gimnospérmicas: GINGEIRA: REINO: Plantae FILLO: Gimnospérmicas Local encontrado: No meio da vegetação Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Produz o seu próprio alimento (Produtor) Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, com ervas, arbustos e árvores à volta. OLIVEIRA: REINO: Plantae FILLO: Gimnospérmicas Local encontrado: No meio de vegetação Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Produz o seu próprio alimento (Produtor) Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, com ervas e arbustos e árvores à volta.

20 Anelídeos MINHOCA: REINO: Animalia FILLO: Anelídeos Local encontrado: Debaixo de uma pedra Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Diversos tipos de vegetação - plantas e folhas (Consumidor). Aspectos caracterizadores do ecossistema: Húmido, quente e terra sem ervas. Molusco CARACOL: REINO: Animalia FILLO: Molusco Local encontrado: Nas folhas de uma planta Tipo de células: Células Eucarióticas Tipo de seres: Ser pluricelular Alimentação: Diversos tipos de vegetação - plantas e folhas (Consumidor). Aspectos caracterizadores do ecossistema: Folhas húmidas

21 Para a conservação das espécies actuais o Homem tem de diminuir a sua intervenção humana na Natureza, ou seja, utilizar os recursos de forma racional, moderada e intervindo de forma adequada nos habitats sem provocar a sua destruição. Existem casos onde é mesmo preciso a preservação do local, isto é, proteger o local no estado natural, não usufruir deste e não intervir do modo a não provocar a destruição do habitat nem a extinção das espécies que nele se encontram. O Homem pode contribuir para a conservação das espécies actuais através de medidas, tais como: Elaborar legislação adequada para a protecção de habitats onde existem espécies em risco; Desenvolvimento de condições económicas através da criação de oportunidades de empregos ligados ao ambiente; Incentivo às industriais para que estas tomem medidas de combate à poluição; Criação de espaços naturais de protecção especial a zonas onde se incluem habitats mais vulneráveis e com maior perigo de destruição.

22 Através deste trabalho, foi permitida a conclusão de que existe biodiversidade no espaço exterior da escola Secundária de São João da Talha, que cada ser vivo tem o seu próprio habitat, que os seres vivos estabelecem relações de interdependência entre si e o meio físico- químico e que existe uma cadeia alimentar estabelecida entre eles, ou seja, o espaço exterior da escola pode ser considerado como um ecossistema.


Carregar ppt "Trabalho realizado por: Ana Serra Nº 1 Catarina Silvestre Nº 2 Eliana Lourenço Nº 5 Inês Nunes Nº 8 Patrícia Duarte Nº 17 Filipa Gonçalves Nº 27 Escola."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google