A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Você conhece algum ser vivo que mora no in- terior do corpo humano? Você já ouviu falar dos nematódeos (vermes cilíndricos)? Conhece alguma espécie? Quais?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Você conhece algum ser vivo que mora no in- terior do corpo humano? Você já ouviu falar dos nematódeos (vermes cilíndricos)? Conhece alguma espécie? Quais?"— Transcrição da apresentação:

1 Você conhece algum ser vivo que mora no in- terior do corpo humano? Você já ouviu falar dos nematódeos (vermes cilíndricos)? Conhece alguma espécie? Quais? Conhece a diferença entre a lombriga macho e a fêmea? Que doenças esses vermes podem transmitir ao homem? Você sabe como evitar contrair esses vermes? PROBLEMÁTICA INICIAL

2 FILO NEMATELMINTOS ou NEMATÓDEOS Posição Sistemática Reino: Animalia Sub reino: Metazoa Filo: Nematoda

3 Características embrionárias Triblásticos: (3º tecido: mesoderme) Pseudocelomados (falso celoma) Protostômios (o blastóporo origina a boca) Simetria Bilateral. Corpo alongado, cilíndrico e fino, com as extremida- des afiladas.

4 HABITAT Maioria de vida livre (1mm a 5 cm) alguns parasitas (40mm a 50 cm). Ocorrem nos solos, água doce e mares; Ascaris lumbricoides (lombriga- 50cm) Wuchereria bancrofti (Filaria-40mm) Ancylostoma duodenale (larva- migrans) Enterobius vermiculares (oxiúros) Necator americanus

5 Anatomia e Fisiologia do Nematódeos Geralmente são de sexos separados, com dimorfismo sexual (a fêmea é maior); Macho Fêmea

6 FISIOLOGIA GERAL - SISTEMA DIGESTÓRIO COMPLETO - SISTEMA CIRCULATÓRIO AUSENTE - SISTEMA NERVOSO – GANGLIONAR E VENTRAL - SISTEMA RESPIRATÓRIO – DIFUSÃO PELA EPIDERME - SISTEMA EXCRETOR – TUBOS EM ¨H¨

7 Sistema digestório COMPLETO: na extre- midade anterior localiza-se a boca e pró- ximo a extremidade posterior abre-se o ânus (fêmeas) e cloaca (machos). CLOACA: é uma abertura comum ao sis- tema digestório e ao reprodutor por onde os machos eliminam espermatozoides e fezes. As fêmeas possui orifício genital sepa- rado do ânus.

8

9 Na cloaca existem espículas copulatórias que são evertidas na hora da cópula e introduzi- das no orifício genital da fêmea. Espículas

10 Sistema digestório: a digestão do alimento nos ne- matódeos é em parte extracelular e parte intracelular no interior do trato digestório, que é simples. Sistema respiratório: ausente. A respiração ocorre através da superfície corpórea; Sistema circulatório: ausente. O alimento digerido e os gases respiratórios passam para o líquido do pseudoceloma, sendo distribuído por difusão no corpo desses animais.

11 O líquido do pseudoceloma também atua como es- queleto hidrostático, dando sustentação ao corpo do animal e contribuindo na movimentação dele. Sistema excretor: eliminam excretas nitrogenadas através da superfície do corpo. Já o excesso de água é eliminado pelas células excretoras renetes (poro excretor próximo à boca). Poro excretor Boca

12 Revestimento: o corpo é revestido por uma cutícula protetora, produzida pela epiderme. Movimentação: fibras musculares são responsáveis pela movimentação típica desse animal (chicotadas). Sistema nervoso: formado por um anel nervoso ao redor da faringe, de onde partem 4 cordões nervosos. Os cordões nervosos formam as chamadas linhas laterais.

13

14 NEMATÓDEOS PARASITAS DO HOMEM Todas as espécies abaixo possuem sexos separados, reproduzem-se sexuadamente e a fecundação é sempre interna.

15 Ciclo de vida: os vermes adultos (+ou-50 cm) vi- vem no intestino humano, onde se reproduzem. Os ovos são eliminados com as fezes. Se os o- vos forem ingeridos por um ser humano, eclo- dem no intestino, dando origem as larvas que perfuram o intestino e caem na corrente sanguí- nea. Passam pelo fígado, coração e pulmões. Perfuram os alvéolos, sobem até atingir a farin- ge. São novamente deglutidos e ao atingirem o intestino, dão origem ao verme adulto. Ascaris lumbricoides (lombriga) Doença: ascaridíase.

16 INGESTÃO DOS OVOS VERMES ADULTOS NO INTESTINO LARVA PERFURA INTESTINO E PERCORRE VÁRIOS ÓRGÃOS: FIGADO – CORAÇÃO - PULMÕES NA TRAQUÉIA SÃO DEGLUTIDOS E RETORNAM PARA O INTESTINO OVOS ELIMINADOS ATRAVÉS DAS FEZES CICLO DO Ascaris lumbricoides

17 Modo de transmissão: ingestão de alimentos e água contaminados. É um parasita monoxeno (um hospedeiro). Medidas Profiláticas: saneamento básico. Lavar bem alimentos, filtrar e ferver água, lavar as mãos, tratar os doentes. Sintomas: cólicas intestinais e náusea; manchas brancas na pele; bronquite e pneumonia.

18 SIMULADORES: Animação: Filo Nematoda - Lombriga Animação e Ciclo de vida interativo da vida do Ascaris lumbricoides versaoOnline/versaoOnline815_pt/Ascaris/Ascaris.swf versaoOnline/versaoOnline815_pt/Ascaris/Ascaris.swf VÍDEO: Lumbrices intestinales

19 Ancylostoma duodenale e Necator americanus Doença: ancilostomose, necatoríase ou amare- lão.

20 Ciclo de vida: os adultos (15 mm) vivem no intestino delgado humano, onde se repro- duzem. Os ovos da fêmea são eliminados nas fezes do hospedeiro. Desses ovos eclodem larvas que ficam no solo úmido e podem penetrar na pele humana. São conduzidas pela corrente sanguínea até os pulmões, perfuram os alvéolos, vão para os brônquios e para a boca. São engolidas, passam para o intestino e dão origem ao ver- me adulto.

21 Modo de transmissão: penetração de larvas presentes no solo, através da pele. Medidas Profiláticas: saneamento básico. Evitar contato da pele com solos contami- nados. Andar calçado. Tratar doentes. Sintomas: anemia, palidez (daí amarelão) e fraqueza. Doença do Jeca Tatu (Monteiro Lobato).

22 FEZES COM OVOS LARVAS NO SOLO PENETRAÇÃO ATRAVÉS DA PELE CICLO DO Necator americanus e Ancylostoma duodenale LARVA PERCORRE VÁRIOS ÓRGÃOS: FIGADO - CORAÇÃO - PULMÕES NA TRAQUÉIA SÃO DEGLUTIDOS E RETORNAM PARA O INTESTINO

23 SIMULADOR: Ciclo Biológico do Ancylostoma duodenale e Nacator americanus quivos/File/2010/objetos_de_aprendizage m/2010/ciencias/ciclo_ancylostoma.swf quivos/File/2010/objetos_de_aprendizage m/2010/ciencias/ciclo_ancylostoma.swf VÍDEO: Ancilostomose e esquistossomose

24 Ancylostoma braziliensis Doença: bicho-geográfico ou larva migrans. Ciclo de vida: os adultos vivem no intestino do cão ou do gato (15mm). Os ovos são eliminados pelas fezes do cão ou do gato. Deles eclodem larvas que ficam no solo. Se as larvas penetrarem na pele humana, passam a se deslocar, irritando-a e deixando linhas aver- melhadas (daí bicho geográfico). Nesse caso não há formação do adulto, o ciclo não se completa.

25 Sintomas: forte irritação da pele, com coceira intensa, especialmente à noite o que provoca insônia. Modo de transmissão: penetração de larvas na pele humana. Medidas Profiláticas: evitar contato da pele com solo ou areia contaminadas.

26 Wuchereria bancrofti (filária) Doença: filariose que pode levar a elefantíase. Ciclo de vida: os adultos (10cm) vivem nos vasos linfáticos humanos, onde se reproduzem. Os ovos dão origem a larvas, chamadas microfilárias, que passam para a circulação sanguínea. Se ingeridas pelo mosquito hematófago Culex e ele picar uma pessoa, irá trans- mitir larvas infectantes, que no ser humano dão origem aos vermes adultos.

27 CICLO DO Wuchereria brancofti

28 Modo de transmissão: picada do mosquito Culex (hábitos noturnos). Parasita heteroxeno. Medidas Profiláticas: uso de repelente, telas em janelas e portas, tratamento dos doentes. Sintomas: inchaço causado pela obstrução dos vasos linfáticos, que são responsáveis pela remoção do excesso de líquidos nos tecidos. Em casos mais graves, causa a elefantíase.

29

30 VÍDEO: Elephantiasis Africa

31 Oxyurus vermiculares ou Enterobius vermiculares Doença: Oxiurose ou enterobiose. Ciclo de vida: os adultos (12 mm) vivem no intestino humano, onde se reproduzem. Os ovos são elimina- dos junto com as fezes do hospedeiro ou pode mi- grar e se fixar nas margens do ânus, causando co- ceira. Ao coçar, a pessoa contamina as mãos e, se colocá- la na boca, ingere esses ovos. A ingestão desses ovos também podem ocorrer por meio de alimentos contaminados. Chegando ao in- testino, os ovos eclodem dando origem a larvas que se transformam em adultos.

32 Modo de transmissão: ingestão de ovos di- reta ou indireta (alimentos). Medidas Profiláticas: higiene das mãos, la- var bem os alimentos. Pessoa contaminada lavar a região anal ao levantar-se e trocar as roupas íntimas e lençóis diariamente. Sintomas: náusea, vômitos, dores abdominais e intenso prurido anal.

33 VÍDEO: Enterobius vermiculares

34 Você conhece algum ser vivo que mora no interior do corpo humano? Você já ouviu falar dos nematódeos (vermes cilíndricos)? Conhece alguma espécie? Quais? Conhece a diferença entre a lombriga macho e a fêmea? Que doenças esses vermes podem transmitir ao homem? Você sabe como evitar contrair essas vermes? PROBLEMÁTICA INICIAL

35 ATIVIDADES Questões para estudo: 8 a 10 - pg. 311 Todos os testes: pg. 312 a 314 Questões discursivas: 3 a 5 – pg. 314

36

37 room_hand_wash_basin_small_size_wash_b asin_oval_sink_G090.jpg room_hand_wash_basin_small_size_wash_b asin_oval_sink_G090.jpg s-sujas jpg


Carregar ppt "Você conhece algum ser vivo que mora no in- terior do corpo humano? Você já ouviu falar dos nematódeos (vermes cilíndricos)? Conhece alguma espécie? Quais?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google