A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Esofagites erosivas de graus maiores (graus C e D na classificação de Los Angeles)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Esofagites erosivas de graus maiores (graus C e D na classificação de Los Angeles)"— Transcrição da apresentação:

1 Esofagites erosivas de graus maiores (graus C e D na classificação de Los Angeles)

2 1.Esofagite erosiva, com convergência lateral entre duas erosões (grau C na classificação de Los Angeles).

3 2. Erosões convergentes que comprometem mais de 75% da circunferência do órgão (grau D de Los Angeles).

4 3. Solução de continuidade da mucosa, na qual a distinção entre erosão e úlcera é muito fácil.

5 4. Esôfago de Barrett, a mais importante complicação da Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE).

6 5. Esôfago de Barrett em sua apresentação curta (short Barrett).

7 6. Exemplo de esôfago de Barrett em que são vistas ilhas de epitélio escamoso entre o colunar metaplásico: uma situação comum.

8 7. Exemplo do controvertido Barrett ultracurto, em que há pequenas áreas de epitélio colunar acima da linha Z.

9 8. Mesma área da imagem 7 vista ao NBI. Pode-se identificar o relevo foveolar metaplásico.

10 9. Antes - Há reconhecidas limitações do exame endoscópico na interpretação de determinados achados: muitas vezes é impossível distinguir erosão de úlcera, como nessa imagem.

11 10. Após 8 semanas de esomeprazol 40 mg/dia - Mesmo lesões mais profundas como esta cicatrizam com o uso de IBP.


Carregar ppt "Esofagites erosivas de graus maiores (graus C e D na classificação de Los Angeles)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google