A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula IV Aula IV PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FMG Zenir Bom – Prof. Especialista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula IV Aula IV PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FMG Zenir Bom – Prof. Especialista."— Transcrição da apresentação:

1 Aula IV Aula IV PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FMG Zenir Bom – Prof. Especialista

2 Disciplina: Metodologia da Pesquisa Jurídica Ementa: Metodologia da Pesquisa Jurídica -Conteúdo Programático: Pesquisa Bibliográfica: Planejamento e Execução Pesquisa Bibliográfica: Planejamento e Execução 1.Conceito 2.Planejamento da Pesquisa Bibliográfica 3.Etapas 4.Relatório e Pesquisa 5.Conclusão

3 PESQUISA BIBLIOGRÁFICA CONCEITO É aquela que se efetua tentando resolver um problema ou adquirir novos conhecimentos a partir de informações publicadas em livros ou documentos similares (catálogos, folhetos, artigos, etc...).

4 PESQUISA BIBLIOGRÁFICA OBJETIVO: Seu objetivo é desvendar, recolher e analisar as principais contribuições TEÓRICAS sobre um determinado fato, assunto ou idéia.

5 PESQUISA BIBLIOGRÁFICA OBJETIVO: Essa TIPOLOGIA de pesquisa pode ainda, atender aos objetivos do aluno na sua formação acadêmica como pode gerar a construção de trabalhos inéditos daqueles que pretendem rever, reanalisar, interpretar e criticar considerações teóricas, paradigmas e mesmo criar novas proposições de explicação de compreensão dos fenômenos das mais diferentes áreas do conhecimento.

6 PLANEJAMENTO DA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

7 ETAPAS Escolha do Tema: É trabalhar o assunto no sentido de delimitá-lo e explicar o seu objeto. Exemplo: “O ensino fundamental”. Delimitação: investigar os conteúdos dos livros de Didática da Matemática utilizados pelas escolas públicas de formação de professores do município do Rio de Janeiro, na atualidade

8 ETAPAS Problematização: Pode ser feita de maneira interrogativa ou afirmativa. É necessário que se redija de maneira clara e objetiva a questão a ser solucionada através da pesquisa. Exemplo: –Em que medida os livros de Didática da Matemática usados nas escolas públicas de formação de professores de 1ª a 4ª série do município do Rio de Janeiro influenciam no baixo nível do ensino da Matemática? –Ou então: As dificuldades demonstradas pelos alunos de 1ª a 4ª série na aprendizagem da Matemática são conhecidas. Considerando que a grande maioria dos professores de 1ª a 4ª série são egressos das escolas públicas de formação de professores, os livros de Didática da Matemática utilizados na sua formação são responsáveis pelo baixo nível do ensino da Matemática.

9 ETAPAS Justificativa: na justificativa cabe ao pesquisador apontar as razões de sua escolha. –Por que razão escolhi tal tema? Relevância: Neste item, você mostrará a importância da pesquisa. –Trará contribuição para solucionar as questões do ensino da Matemática na atualidade?

10 ETAPAS Pressupostos Teóricos: –O pesquisador, ao selecionar um tema e problematizá-lo, precisa conhecer o que já foi escrito sobre o assunto sob pena de estar simplesmente repetindo o que outros já fizeram. –Além disso, necessita conhecer pontos de vista, teses e teorias que possam fundamentar o seu trabalho e de onde possa extrair alguns pressupostos teóricos que o direcionem. –Para isso, terá que fazer uma revisão de literatura preliminar e responder à questão: O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS SOBRE ESTE PROBLEMA?

11 ETAPAS Objetivos: O pesquisador vai explicitar aonde quer chegar; para que fazer a pesquisa. –Os objetivos que pretende atingir guardam relação com a contribuição que espera dar para ampliação do conhecimento. No exemplo que vimos apresentando, os objetivos poderiam ser: –identificar as abordagens do ensino da Matemática, passadas aos futuros professores, nos livros de Didática da Matemática utilizados nas escolas públicas de formação de professores de 1ª a 4ª série; –evidenciar as abordagens do ensino da Matemática mais adequados aos alunos de 1ª a 4ª série do ensino fundamental.

12 ETAPAS Hipóteses/Questões Como explica Luckesi (2000), a hipótese é uma tese ou ponto de vista a ser demonstrado, defendido ou explicitado. Qual a resposta provisória ao problema? No nosso tema-problema-objetivo, eis a hipótese: As abordagens de ensino levadas aos futuros professores nos livros de Didática da Matemática adotados nas escolas públicas de formação de professores do município do Rio de Janeiro influenciam no baixo nível do ensino da Matemática.

13 ETAPAS Hipóteses/Questões Realizada a pesquisa, se esta hipótese for confirmada, se transformará em uma tese ou ponto de vista. Não é fácil para o iniciante a elaboração de uma hipótese; por esse motivo, em muitas pesquisas são usadas questões a investigar em substituição às hipóteses. As questões do nosso exemplo poderiam ser: –Que abordagens de ensino são mais adequadas ao ensino da Matemática de 1ª a 4ª série? –Que abordagens de ensino são encontradas nos livros de Didática da Matemática adotados nas escolas públicas de formação de professores, no município do Rio de Janeiro?

14 ETAPAS Procedimentos (Metodologia) Para realizar a pesquisa em torno de nosso tema- problema-objetivo-hipótese, que procedimentos adotar? Como fazer para realizar a investigação? Que passos dar? Neste caso, já sabemos tratar-se de uma Pesquisa Bibliográfica. A METODOLOGIA é um tema muito controvertido. Métodos são os procedimentos mais amplos de raciocínio e Técnicas os procedimentos mais restritos que se concretizam através de instrumentos adequados. A nossa pesquisa utiliza o MÉTODO INDUTIVO e as técnicas seriam: levantamento e seleção da bibliografia, leitura analítica e fichamento.

15 ETAPAS Construção da matriz Antes de se iniciar a montagem do projeto de pesquisa, partindo das anotações realizadas, elabora-se uma MATRIZ a fim de constatar se as partes planejadas guardam a lógica e coerência necessárias.

16 ETAPAS Construção da Matriz

17 EXEMPLO DE MATRIZ

18 ETAPAS Cronograma de Execução Questionamentos: 1. De quanto tempo necessitamos para desenvolver a pesquisa? 2. Como distribuir o tempo para a realização da pesquisa após elaborado o projeto? Estas indagações são respondidas construindo-se um cronograma de execução onde apareça o tempo destinado às diversas atividades. O cronograma é formado por linhas que indicam as atividades e por colunas que indicam o tempo previsto. É uma estimativa que pode sofrer alterações.

19 ETAPAS Cronograma de Execução

20 ETAPAS Cronograma de execução

21 ETAPAS Orçamento –Como calcular os custos do projeto? –Fazer um orçamento dos gastos que envolvem a pesquisa? –Por mais simples que seja a pesquisa, é necessário uma previsão dos custos que envolve. –Faz-se, então, um orçamento considerando os custos com pessoal (recursos humanos), com material (de consumo e permanente) e os recursos financeiros que serão necessários para cobrir essas despesas.

22 Relatório da Pesquisa Introdução Onde o autor coloca de maneira DISSERTATIVA todos os itens que constituíram o seu projeto, com exceção apenas do cronograma, do orçamento, das referências e dos anexos. Lendo a Introdução, conhece-se o problema pesquisado, as teorias já existentes sobre o mesmo e que subsidiaram a pesquisa, os objetivos e questões do estudo, relevância, contribuição e metodologia utilizada. Muitos terminam a introdução detalhando a estrutura das demais seções.

23 Relatório da Pesquisa Desenvolvimento É a parte mais extensa do trabalho e onde o pesquisador comunica a fundamentação teórica, o processo e o resultado da pesquisa. É dividido em seções e em subseções se a organização lógica do pensamento o exigir. As seções devem receber títulos temáticos assim como as subseções. - Títulos temáticos significa que devem ser portadores de sentido, isto é, que dêem ao leitor idéia exata do conteúdo daquela seção ou subseção.

24 Relatório da Pesquisa Desenvolvimento (cont.) Durante a realização da pesquisa, as questões ligadas aos objetivos da investigação direcionam o processo e, ao elaborar o relatório monográfico, essas questões podem se transformar nos títulos das seções. O termo desenvolvimento não precisa ser usado. Para comunicar as suas idéias, o autor, em alguns pontos deverá explicar, em outros discutir ou mesmo demonstrar. a) explicar: tornar evidente, explícito o que está obscuro ou complexo; b) discutir: comparar posições que se entrechocam dialeticamente; c) demonstrar: aplicar argumentação própria à natureza do trabalho; partir de premissas, verdades garantidas, para novas verdades.

25 Relatório da Pesquisa Conclusão Se a Introdução é abertura do trabalho, a Conclusão ou as Considerações Finais são seu fecho. É a síntese dos argumentos mais importantes apresentados no desenvolvimento. É a apresentação dos resultados e a retomada das contribuições proporcionadas pelo estudo do tema. A Conclusão ou as considerações finais são caracterizadas: –pela brevidade (em poucas linhas, recuperar a idéia central e os resultados); –pela concisão (uso de expressões precisas, claras e objetivas); e –pela consistência (os argumentos apresentados demonstrarão se a hipótese do trabalho foi confirmada ou negada).

26 TAREFA Em duplas: Antes de se iniciar a montagem do projeto de pesquisa, partindo das anotações realizadas, elabora-se uma MATRIZ a fim de constatar se as partes planejadas guardam a lógica e coerência necessárias. Assim, monte uma MATRIZ com um assunto da sua escolha, para uma provável pesquisa bibliográfica, levando em conta a lógica e a coerência necessárias.

27 CONCLUSÃO


Carregar ppt "Aula IV Aula IV PESQUISA BIBLIOGRÁFICA: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FMG Zenir Bom – Prof. Especialista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google