A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A PRÁTICA DE AJUDAR AS PESSOAS Ajudando as pessoas e a grande comissão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A PRÁTICA DE AJUDAR AS PESSOAS Ajudando as pessoas e a grande comissão."— Transcrição da apresentação:

1 A PRÁTICA DE AJUDAR AS PESSOAS Ajudando as pessoas e a grande comissão

2 A JUDANDO AS PESSOAS O discipular consistiria em testemunhar tendo como alvo a conquista das pessoas para Cristo, e em ensinar aos outros aquilo que Jesus mesmo ensinara durante Seu breve período na terra.

3 J ESUS ENSINARA  Homens são pecadores  Necessitam de um Salvador.

4 A JUDANDO AS PESSOAS Jesus ensinava que a Sua morte haveria de pagar a penalidade dos pecados da raça humana e possibilitar, àqueles que assim quisessem, que instassem às pessoas que colocassem em CRISTO a sua fé, que batizassem estes novos crentes, e que lhes ensinassem as Escrituras.

5 A JUDANDO AS PESSOAS ELE abordava as pessoas de maneiras diferentes, instruía, escutava, pregava, argumentava, encorajava, condenava, e demonstrava como ser um verdadeiro filho de Deus. É possível que nunca duas pessoas tenham sido abordadas exatamente da mesma maneira, Jesus reconhecia as diferenças individuais da personalidade, da necessidade e do nível de entendimento, e tratava as pessoas de acordo com isto.

6 O ALVO DA GRANDE COMISSÃO Ser discípulo e fazer discípulos é uma exigência para todos os cristãos (seu alvo principal)

7 O ALVO DA GRANDE COMISSÃO Significado do discipulado: Discípulo “estudante” “aprendiz”

8 C ARACTERÍSTICAS DO DISCIPULADO  Obediência  Amor  Frutificação

9 C ARACTERÍSTICAS DO DISCIPULADO OBEDIÊNCIA Cristo exigia a submissão à Sua autoridade, e completa devoção à Sua Pessoa, confiança na Sua Palavra, e fé na Sua providência, e os homens se desculpavam porque não queriam se dedicar, não podiam confiar, e não acreditavam...

10 C ARACTERÍSTICAS DO DISCIPULADO AMOR Declarou Jesus em João 13:34.”Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.” É a exigência mais fundamental para quem quiser ajudar as pessoas.

11 C ARACTERÍSTICAS DO DISCIPULADO FRUTIFICAÇÃO Videiras que não estavam produzindo uvas. A melhor coisa para tais sarmentos, é serem cortados da videira e queimados no fogo.

12 R ELACIONAMENTOS P ESSOAIS :  Respeitar nossos pais  Amar nossos cônjuges  Ensinar nossos filhos

13 O S CUSTOS DO DISCIPULADO O RELACIONAMENTO QUE TEMOS COM CRISTO DEVE TOMAR A PRECEDÊNCIA ATÉ MESMO SOBRE A FAMÍLIA.

14 A MBIÇÕES P ESSOAIS  O discípulo, deve estar disposto a abrir mão das suas ambições pessoais, ou a ter ambições transformadas ao ponto de se conformarem com aquilo que Cristo quer para as nossas vidas.  Deus sempre nos dá aquilo que é melhor para nós quando entregamos a Ele as nossas ambições pessoais.

15 P OSSES P ESSOAIS Um grande esforço para obter posses pessoais e a aderência a um estilo de vida secular pode impedir a nossa eficácia em obedecer à Grande Comissão de Cristo.

16 A S RESPONSABILIDADES DO DISCIPULADO  Testemunhar de Cristo.  Levar outros à maturidade.  Fazendo discipuladores.

17 A BORDAGENS AO ACONSELHAMENTO Humanística – Secular Não leva em conta lugar algum para Deus. Direção a alvos que melhoram o seu bem estar pessoal. Ajuda durante algum tempo.

18 A BORDAGENS AO ACONSELHAMENTO Deus como ajudador O alvo continua sendo o mesmo, mas Deus é visto como ajudador que, em resposta à oração, ajuda o conselheiro e o aconselhando no seu trabalho.

19 A BORDAGENS AO ACONSELHAMENTO Teocêntrica Deus entra num relacionamento e usa o conselheiro como Seu instrumento para levar a efeito mudanças na vida do aconselhando.


Carregar ppt "A PRÁTICA DE AJUDAR AS PESSOAS Ajudando as pessoas e a grande comissão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google