A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO DE ATUALIZAÇÃO SBPT AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE Tatiana Galvão Doutorado UFBA Prof. Adjunta - EMSP-HEOM BA-FTC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO DE ATUALIZAÇÃO SBPT AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE Tatiana Galvão Doutorado UFBA Prof. Adjunta - EMSP-HEOM BA-FTC."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO DE ATUALIZAÇÃO SBPT AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE Tatiana Galvão Doutorado UFBA Prof. Adjunta - EMSP-HEOM BA-FTC

2 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I- EPIDEMIOLOGIA II- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS CONVENCIONAIS III- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS MOLECULARES IV- APLICABILIDADE NOVOS MÉTODOS NO DIAGNÓSTICO TB V- CONCLUSÃO

3 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I- EPIDEMIOLOGIA II- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS CONVENCIONAIS III- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS MOLECULARES IV- APLICABILIDADE NOVOS MÉTODOS NO DIAGNÓSTICO TB V- CONCLUSÃO

4 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE

5 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE XDR R= RMP/INH/ QUALQUER FLUORQUINOLONA + Aminoglicosídio MMWR 2006  BRASIL R RH =1,4% 2º Inquérito: PNCT-MS, 2009  XDR-TB seis vezes 2008 e 2009.

6 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I-EPIDEMIOLOGIA II- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS CONVENCIONAIS III- METODOS DIAGNOSTICOS MOLECULARES IV-APLICABILIDADE NOVOS METODOS V-CONCLUSAO

7 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE Qual o papel da baciloscopia no diagnóstico da tuberculose ?

8 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE DIAGNÓSTICO  CLINICO/EPIDEMIOLÓGICO  RADIOLÓGICO  BACTERIOLÓGICO  FALTA DE RECURSOS

9 Exame radiológico Castro CBA et al.Rev Saúde Publica.2011;45(6)1110-6

10 Exame radiológico SENSIBILIDADE TOSSE.1> E E <3 SEMANASS=88,2%E=61,1% Castro CBA et al.Rev Saúde Publica.2011;45(6)1110-6

11 DIAGNÓSTICO

12 DIAGNÓSTICO

13 DIAGNÓSTICO

14 TUBERCULOSE - “ nódulos confluentes”

15

16 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE

17

18 BACILOSCOPIA DO ESCARRO SENSIBILIDADE 40-60% VALOR PREDITIVO POSITIVO > 90% III DIRETRIZ PARA TUBERCULOSE J BRAS (10)

19 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  02 AMOSTRAS ESCARRO  SINTOMÁTICO RESPIRATÓRIO MÉTODO RÁPIDO CUSTO BAIXO

20 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE  CLINICO/EPIDEMIOLÓGICO  RX TÓRAX  BAAR NEGATIVO  TC TÓRAX  LAVADO GÁSTRICO,BRONCOSCOPIA E ESCARRO INDUZIDO

21 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE BAAR NEGATIVO ESCARRO INDUZIDO 2B

22 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE

23  segmentos anteriores/basais  imunossupressão/diabetes/álcool  TC é fundamental  segmentos anteriores/basais  imunossupressão/diabetes/álcool  TC é fundamental

24 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE

25  POSITIVIDADE BAAR - TIPO LESÃO -IMUNIDADE /HIV -MICROSCOPISTA

26 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE Qual o papel da CULTURA no diagnóstico da tuberculose ?

27 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE PADRÃO-OURO  CULTURA- PADRÃO-OURO  SENSIBILIDADE- ESPECIFICIDADE  MEIO SÓLIDO  AUMENTA O RENDIMENTO DIAGNÓSTICO EM 20 A 40%  LIMITAÇAO O TEMPO DO RESULTADO (2 A 8 SEMANAS)

28 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE BAAR NEGATIVO

29 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE INDICACOES REALIZAÇAO CULTURA - RETRATAMENTO TB - POP VULNERAVEIS - SUSPEITA DE RESISTENCIA - SUSPEITA DE TB EXTRAPULMONAR - HIV POSITIVO III DIRETRIZ PARA TUBERCULOSE J BRAS (10)

30 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE MEIO LIQUIDO SISTEMA AUTOMATIZADO RADIOMETRICO BACTEC 460(RESULTADO EM 10 A 40 DIAS)

31 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  TESTE DE SENSIBILIDADE SISTEMA AUTOMATIZADO  CULTURA LIQUIDA METODO BACTEC MGIT 960(tubo indicador crescimento Mtb)   REDUZ TEMPO -10 DIAS

32 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  TESTE DE SENSIBILIDADE SISTEMA AUTOMATIZADO  CULTURA LIQUIDA METODO BACTEC MGIT

33

34 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I- EPIDEMIOLOGIA II- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS CONVENCIONAIS III- MÉTODOS DIAGNÓSTICOS MOLECULARES IV- APLICABILIDADE NOVOS MÉTODOS NO DIAGNÓSTICO TB V- CONCLUSÃO

35 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  NOVAS TÉCNICAS MOLECULARES AMPLIFICAÇÁO E DETECÇAO ACIDOS NUCLEICOS MTB CULTURA PCR DIAGNOSTICO PRECOCE TB –CULT MEIO SOLIDO DIMINUIU TEMPO DETECCAO TB 17 DIAS

36 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  FITA GENOTYPE MTB E R A INH E RMP  DETECÇÃO GÊNICA rpoB /katG  OMS  (EVIDÊNCIA 2A)

37 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  XPERT ACIDO NUCLÉICO- PCR MTB(GENE rpoB) ACIDO NUCLÉICO- PCR MTB(GENE rpoB) TRIAR CEPAS RESISTENTES TRIAR CEPAS RESISTENTES NA TEMPERATURA DE 15 A 30 GRAUS NA TEMPERATURA DE 15 A 30 GRAUS -PURIFICACAO -CONCENTRACAO-AMPLIFICACAO

38 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  EVIDENCIAS CIENTIFICAS XPERT(MEDLINE) -NENHUM SISTEMATIZADO -07 ESTUDOS

39 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE Quadro. Sensibilidade e Especificidade o teste Xpert* MTB/RIF agrupados segundo diagnóstico bacteriológico (baciloscopia e cultura) e clínico: Resultado BacteriológicoEstudo Sensibilidade Xpert* MTB/RIF (IC 95%) Resultado Bacteriológico e Clínico Estudo Especificidade Xpert* MTB/RIF (IC 95%) Baciloscopia+ Cultura + Boehme et. Al., ,3% (97,0 - 99,0%) Cultura - / Exame Clínico - Boehme et. Al., ,0% (98,5-99,3%) Rachow A. et. Al., ,0% (89, %)Rachow A. et. Al., (2011)99,0% (94,7-100%) Marlowe at. Al., ,0% Cultura - / Exame Clínico + Rachow A. et. Al., (2011)90,9% Helb at. Al., % (85, %) Armand at. Al., % Baciloscopia - / Cultura - Moure et. Al., % Baciloscopia – Cultura + Boehme et. Al., ,9% (72,4 - 80,8%) Cultura - Helb at. Al., % (83, %) Rachow A. et. Al., ,1% (35,7 - 82,7%)Marlowe at. Al., ,0% Marlowe at. Al., ,0%Helb at. Al., % (65, %) Moure et. Al., ,2%Loannidis et. Al., ,3% (80,8 - 99,1%)

40 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE 6069 amostras unidades saúde tratamento Boehme et al.. Lancet ;377(97776):

41 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE R=RMP S = 94.4% Boehme et. al. Lancet ;377(97776):

42 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE X MEDIO TRAT= 5 DIAS XPERT X 56 DIAS CULTURA Boehme et. al. Lancet ;377(97776):

43 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  65 A 77 SENSIBILIDADE QUANDO SE AUMENTA O N DE TESTES PARA 3 VEZES

44 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  XPERT MTB/RIF  VANTAGENS  ESPECIFICIDADE DE 97 A 100 %  RESULTADO 2 HORAS  DESVANTAGENS  CUSTO ALTO

45 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  XPERT (R=RMP)  PREVALENCIA R>15%  VPP ALTO  DETECÇÃO PRECOCE TBMR

46 AVANÇOS NO DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE  SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE BAAR POSITIVO -CULTURA POSITIVA  S=98-100%  E=90,9 -100%   SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE BAAR NEGATIVO -CULTURA POSITIVA  S=57%-78%  E=90,9 -100%  (65 A 77%) SENSIBILIDADE N DE TESTES PARA 3 VEZES

47 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I-EPIDEMIOLOGIA II-METODOS DIAGNOSTICOS CONVENCIONAIS III- METODOS DIAGNOSTICOS MOLECULARES IV-APLICABILIDADE NOVOS METODOS V-CONCLUSAO

48 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE APLICABILIDADE XPERT 1)SUBSTITUI A BACILOSCOPIA? 2)CUSTO BENEFICIO DO METODO NO BRASIL? 3)DISPENSA OUTRO METODO DE DETECÇAO DE RESISTENCIA ?

49 TUBERCULOSE MULTIRESISTENTE HEOM  LM 34 anos  TB tratada E1 há 3 anos  Febre,tosse -Itália PCR escarro R=RMP  Cultura TS R=INH.RMP PZA –Moxifloxacino EMB,PZA,AMICA –TBMR HEOM

50 TUBERCULOSE MULTIRESISTENTE HEOM CASO CLINICO  HEOM =Levo /TRZ/EMB/AMICA  EVOLUÇAO  3 mês

51 TUBERCULOSE MULTIRESISTENTE

52 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE IV-APLICABILIDADE NOVOS METODOS Aprovado ANVISA-2009 INICIO SET/2011-MS ESTIMAR IMPACTO SUBSTITUICAO BAAR RJ /MANAUS -LABORATORIOS ESTUDO CLINICO RANDOMIZADO PRAGMATICO

53 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE IV-APLICABILIDADE NOVOS METODOS RJ /NITEROI/SP/POA /FORTALEZA-LABORATORIOS ESTUDO CLINICO RANDOMIZADO PRAGMATICO Desfechos antes X depois XPERTMTB-RIF MGIT 960 MTBDR PLUS TB RESISTENTE

54 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE I-EPIDEMIOLOGIA II-METODOS DIAGNOSTICOS CONVENCIONAIS III- METODOS DIAGNOSTICOS MOLECULARES IV-APLICABILIDADE NOVOS METODOS V-CONCLUSÃO

55 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE 1)Brasil clinica/epidemiológica e Rx BAAR + inicia RIPE 2)Rx anormal BAAR (-) ou SD TBMR/ HIV realizar Xpert POSITIVO –R TRAT CULTURA + NEGATIVA MANTER SUSPENDER

56 AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE 1)Países com alta prevalência resistência Xpert utilizado com triagem para R =RMP redução custos 2)Detecção precoce Resistência Qualidade TBMR PREVINE XDR

57 ESTRATÉGIAS

58 II SIMPOSIO MULTIDISCIPLINAR DA BAHIA


Carregar ppt "CURSO DE ATUALIZAÇÃO SBPT AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE Tatiana Galvão Doutorado UFBA Prof. Adjunta - EMSP-HEOM BA-FTC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google