A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Acidente da maior hidreletrica Russa Sayano-Shushenskaya – 2009 August 17.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Acidente da maior hidreletrica Russa Sayano-Shushenskaya – 2009 August 17."— Transcrição da apresentação:

1 Acidente da maior hidreletrica Russa Sayano-Shushenskaya – 2009 August 17

2 Por: Euler Cruz Engenheiro consultor- turbinas Rafael Cesário Engenheiro mecânico Brasil – Agosto

3 Objetiv 0 Esta apresentação tem como objetivo divulgar alguns aspectos gerais e técnicos do acidente. Um trabalho longo e detalhado deve ser feito a fim de fornecer uma compreensão sobre o que aconteceu, a fim de ajudar a todos os proprietários para evitar esses acidentes. Nota Esta é uma análise preliminar feita com base apenas em fotografias e filmes, feita há mais de uma semana após o acidente. Somente hipóteses são formuladas.

4 1- Principais Características Número de unídades: 10 Turbina Tipo: Francis (16 blades) Potencia: 650 MW Vazão por Unidade: 358,5 m³/s Velocidade Nominal : 142,86 rpm Queda: 194 m Data de Operação: 1978 Peso do rotor: 156 ton Runner Diameter: 6,77 m

5 2 - Principais caracteristicas Uma das maiores hidrelétricas do mundo, usinas elétricas, sua barragem é de 245 m (800 pés) de altura e 1 km (0,6 milhas) de comprimento ao longo do rio Yenisei. Inaugurado em 1978, a estação oferece um quarto da produção RusHydro e é um importante fornecedor de energia para pelo menos duas fundições de propriedade da United Company RUSAL, o produtor o maior do mundo de alumínio. A hidrelétrica está localizada no rio Yenisei, perto Sayanogorsk em Khakassia, na Rússia. Antes do acidente, foi a maior usina de energia na Rússia e na sexta maior usina hidrelétrica do mundo.

6 comportas vertedouros Casa de força Barragem Sala de comando Unidades

7

8

9 General View

10 comportas Linhas vertedouros Powerhouse Transformadores

11

12 The Accident – 2009 Aug 17

13 O acidente As 08:13, hora local, em 17 de agosto de 2009, a estação sofreu uma onda de pressão catastrófica "na turbina conhecido como um jorro de água. O aumento súbito da pressão da água resultou na expulsão do turbina 2 com todos os equipamentos, com um peso total de cerca de 900 toneladas, a partir de sua base. As turbinas 7 e 9 também sofreram danos severos, enquanto o teto caiu na sala de turbinas e danificou as turbinas 3, 4 e 5. A turbina 6, que estava em reparos programados no momento do acidente, recebeu apenas pequenos danos, uma vez que foi a única da estação de 10 turbinas, que não teve danos elétricos devido ao curto-circuito de transformadores, e ele será reiniciado assim que possível. Água imediatamente inundou o rotor e turbina de quatro unidades e causou uma explosão dos transformadores. Em 23 de agosto de 2009, as autoridades disseram que 69 pessoas foram encontradas mortas enquanto 6 pessoas continuam dadas como desaparecidas. Os esforços para bombear a água da inundação da sala de máquinas e concluir a busca dos trabalhadores que faltam, pode levar de 3 a 8 dias.

14 Antes do acidente Unidades geradoras Reservatório dos tanques Tanques de ar-óleo Bomba do regulador Piso dos geradores guindaste

15 Generator floor Após o acidente Tanques ar-oleo reservatórios Aranha – Unidade 2 Anel coletor Unidade 1 Unidade 2 piso

16 General View Piso

17 General View

18 Antes do acidente Piso gerador Rotor do gerador – Unidade 5 O acidente começou aqui

19 Aranha reservatório (virado) Tanques ar-óleo

20

21 Unidade 9: destruida Unidade 7: destruida

22 Unidade 9 Unidade 7

23 O guindaste da casa de força está acima da área de montagem

24 Mancal Rotor de gerador Coluna destruida Barramento blindado

25 Os restos da aranha do rotor

26 água + óleo

27 Barramento blindado

28 Área de Montagem Polos de gerador auxiliar aranha Ponte rolante Trilho ponte rolante

29

30 Transformador Porticos

31

32 Telhado Roof

33

34

35

36 Consequencias 76 pessoas mortas. Pergunta: Por este número, talvez houvesse aprox. 100 pessoas na casa de força. Normalmente, mesmo durante as obras de manutenção, não há tantas pessoas. Por que houve tantas pessoas?

37 Consequências Isso vai custar pelo menos US $ 310 milhões. Muito tempo para reparar os danos. A produção de mais de toneladas de alumínio será perdido. O oleo está viajando rio abaixo.

38 Consequências Não está claro quantas pessoas serão potencialmente afetadas pelo acidente. A usina produz 10% das necessidades energéticas da Sibéria. Fundições de alumínio consumiam mais de 70% da energia gerada pela usina.

39 Nossos principais hipóteses sobre a seqüência do desastre: (Atenção: hipóteses preliminares com base apenas nas fotos) Fechamento repentino da Unidade 2 portas postigo. Pesado martelo de água na caixa espiral e conduto forçado, provocando seu colapso. A força para cima, resultou do golpe de aríete, destruindo a estrutura civil sobre o caracol e o conduto forçado. A pressão da água à montante causando elevação das estruturas e peças. Pesado martelo de água reversa (tubo de sucção), causando a elevação da tampa da turbina, hélice, etc Rápido alagamento da casa de força. Unidades 7 e 9, sem fechar, em velocidade de disparo com os geradores dentro da água da inundação. 1 - Causas

40 Nossas principais hipóteses sobre a causa do fechamento repentino: Um grande pedaço entrou no corredor da turbina e preso (e não poderia passar a saída das pás, que é de menores dimensões). Esta peça virou-se com o corredor e bateu em todas as portas do distribuidor, provocando seu fechamento repentino, em uma fração de segundo. Esta peça pode ser: um barrote (passou por uma abertura na grade da tomada dágua), estada de palhetas ou da comporta que quebrou. Ou (menos provavelmente): A ruptura do tubo de óleo no lado do governo de fechamento dos servo-motores do distribuidor (neste caso, o orifício que controla o fluxo de óleo deve ser no tubo e não no corpo do servo-motores). A ruptura na seqüência dos links wicket portas, pela tendência de fechamento hidráulico. 2 - Causas

41

42

43 Unidade 2 Unidades 7 e 9

44 inundação

45 Buscando as vitimas Trabalhos preliminares

46

47

48

49 Situação no Sábado 22 Agosto 2009

50

51

52

53

54 Aparentemente a água já está esgotada

55 Continuando a busca de vítimas. e Terminar a limpeza dos escombros. Completar a drenagem da água. Construir um telhado temporário (uma semana) e depois um melhor (dois meses ou menos) para se proteger contra o inverno (isso vai impedir novas fotos...). Recuperar as colunas e vigas de apoio dos trilhos da casa de força do guindaste, para permitir a sua utilização. Alguns Próximos Passos

56 Notícias – 21Agosto NOVOSIBIRSK, 21 de agosto (Itar-Tass) - O nível de água na sala de turbina inundados de Sayano-Shushenskaya usina hidrelétrica, onde o bombeamento de água para fora foi iniciado na quinta-feira, uma diminuição de 2 metros até a manhã de sexta-feira Um total de mais de 30 mil metros cúbicos de água foram bombeados para fora. É necessário bombear para fora um total de 250 mil metros cúbicos de água. Ministro Sergei Shoigu estabeleceu anteriormente a tarefa de instalar bombas adicionais e, assim, aumentar o volume de água bombeada a 4 mil metros cúbicos por hora. "Ao aumentar a capacidade que nós iremos cumprir essa tarefa (de bombeamento de água para fora) em 32 horas", disse o ministro. Treze bombas foram colocadas em operação, no esforço de bombeamento de água na planta. A operação de remoção de resíduos continua. Segundo o último relatório, metros cúbicos de estruturas de concreto armado foram movidos para fora da estação hidroelétrica. Atualmente, cerca de 2 mil pessoas e 116 unidades de máquinas trabalham na usina Sayano-Shusehnskaya HPP no esforço de recuperação da catástrofe.

57 Algumas referências Russias-biggest-hydroelectric-plant-leaves-seven-workers-dead.html


Carregar ppt "Acidente da maior hidreletrica Russa Sayano-Shushenskaya – 2009 August 17."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google