A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COESÃO Profª. Valéria.  O que é coesão?  Coesão, como o próprio nome diz (coeso significa ligado), é a propriedade que os elementos textuais têm de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COESÃO Profª. Valéria.  O que é coesão?  Coesão, como o próprio nome diz (coeso significa ligado), é a propriedade que os elementos textuais têm de."— Transcrição da apresentação:

1 COESÃO Profª. Valéria

2  O que é coesão?  Coesão, como o próprio nome diz (coeso significa ligado), é a propriedade que os elementos textuais têm de estar interligados. De um fazer referência ao outro. De o sentido de um depender da relação com o outro.

3  Observe a frase: (1) Muito Curitiba choveu passado no ano em.

4  Observe as frases: (2) Choveu muito em Curitiba no ano passado. (3) No ano passado, choveu muito em Curitiba. (4) Em Curitiba, choveu muito no ano passado.

5  Fatores de coesão: 1. Ordem das palavras 2. Palavras referenciais 3. Elipse 4. Concordância 5. Conectivos 6. Escolha de Palavras 7. Pontuação

6 1. Ordem das palavras (5) O atleta criticou o dirigente. (6) O dirigente criticou o atleta. A disposição dos elementos numa frase não pode ser aleatória, nem sempre é livre a ordem dos componentes de um enunciado.

7  Observe outros casos: (7) Só você ficou em casa no Natal. (8) Você ficou só em casa no Natal. (9) Você ficou em casa só no Natal. A ordenação imprimiu diferentes e interessantes sentidos a cada enunciado.

8  Palavras referenciais  pronomes pessoais: eu, tu, ele, me, te, os...  pronomes possessivos: meu, teu, seu, nosso...  pronomes demonstrativos: este, esse, aquele...  pronomes indefinidos: algum, nenhum, todo...  pronomes relativos: que, o qual, onde...  advérbios de lugar: aqui, aí, lá...

9  Observe o excerto extraído na Internet, Globonews.com, em meados do ano LONGE DA ESCOLA ATRÁS DAS GRADES Londres(Globonews.com) – A inglesa Patrícia Amos, de 43 anos, mãe de meninas com 13 e 15 anos, foi enviada à prisão ontem, aqui, por 60 dias, porque suas filhas matam aula com muita frequência. A sentença foi considerada excessiva por associações de pais e professores na Inglaterra, mas elogiada pelo governo britânico como demonstração de que os tribunais estão levando a sério novas leis aprovadas para reprimir o hábito de faltar às aulas sem motivo justo. Desde o ano passado, pais de alunos podem ser multados em até 2500 libras(cerca de R$ 9 mil) e presos por até três meses se não tomarem providências para que seus filhos frequentem as escolas regularmente. Leis mais antigas impõem educação obrigatória até os 16 anos. [...]

10  Elipse  Elipse é o nome que se dá a uma manobra que consiste no apagamento, na omissão de um termo que fica subentendido no enunciado. (1) O político fez as promessas e o político cumpriu as promessas. (2) O político fez as promessas e as cumpriu.

11  Anáfora  É a expressão que retoma o valor referencial do antecedente.  Ex.: João está doente. Vi-o semana passada. Ana comprou um cão. O animal já conhece todos os vasos da casa.  Catáfora  É a expressão que “retoma” o valor referencial de um termo que ainda está por vir.  Ex.: A irmã olhou-o e disse: - João, estás com um ar cansado!

12  Exercícios 1. Nos trechos destacados, o sentido de uma mesma palavra varia por conta da posição em que ela aparece no enunciado. Procure definir o significado das expressões em questão e perceba como o sentido é alterado por conta do fator ordem. a) Um grande homem nem sempre precisa ser um homem grande. b) É sempre melhor viver uma vida simples do que uma simples vida. c) O entusiasmo, alguns goles de vinho, o gênio imperioso, tudo isso o levou a fazer uma coisa única. (Machado de Assis) Uma única coisa o aborrecia: a ideia da morte. d) Todo homem é mortal, mas o homem todo não é.

13 2. (UP-PR) Quando uma sentença é estruturalmente ambígua, isto é, pode ser interpretada de duas maneiras diferentes, observa-se a presença de elementos contextuais que favorecem uma das interpretações. Muitas vezes, porém, obtém-se efeito humorístico, fazendo com que a sentença seja interpretada à luz de um contexto menos provável. É o que ocorre na tirinha a seguir.

14 a) No segundo quadrinho, o cozinheiro reage de maneira inusitada. Como ele interpretou o conselho de Cuca, o cozinheiro do quartel? b) Que expressão permitiu essa interpretação?

15 FIM FIM Profª. Valéria


Carregar ppt "COESÃO Profª. Valéria.  O que é coesão?  Coesão, como o próprio nome diz (coeso significa ligado), é a propriedade que os elementos textuais têm de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google