A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OLÁ A CLINICA DR. VIETE FREITAS CONVIDA TODOS A CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE AS VACINAS BÁSICAS DO CALENDÁRIO INFANTIL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OLÁ A CLINICA DR. VIETE FREITAS CONVIDA TODOS A CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE AS VACINAS BÁSICAS DO CALENDÁRIO INFANTIL."— Transcrição da apresentação:

1 OLÁ A CLINICA DR. VIETE FREITAS CONVIDA TODOS A CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE AS VACINAS BÁSICAS DO CALENDÁRIO INFANTIL.

2 CALENDÁRIO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

3 O CALENDÁRIO DE SEU FILHO ESTA EM DIA ? SABE QUAIS DOENÇAS PODEM ATINGI-LO ? SAIBA COMO PREVINIR !

4 HEXAVALENTE (DIFTERIA+TETANO+PERTUSIS+POLIO+HIB+HEPATITE B ) 160,00 PENTAVALENTE (DIFTERIA+TETANO+PERTUSIS+POLIO+HIB) 150,00

5 EM NOSSO CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO BÁSICO TEMOS 9 VACINAS QUE TAMBÉM PODEM SER ENCONTRADAS NA REDE PÚBLICA. PORÉM, A REDE PRIVADA POSSUI UM NÚMERO MAIOR DE VACINAS PARA AMPLIAR A PROTEÇÃO DO SEU FILHO, COM UM CALENDÁRIO BÁSICO CONTENDO 13 VACINAS.

6 UMA DAS VANTAGENS DA REDE PARTICULAR SÃO AS VACINAS COMBINADAS. DIMINUINDO O NÚMERO DE APLICAÇÕES, E DESCONFORTO DA CRIANÇA.

7 VAMOS CONHECER AS VACINAS!

8 BCG Quando tomar: Ao Nascer O que previne: Tuberculose. Cuidados: não remover ou tentar tratar a cicatriz. Ela é uma forma de comprovar o efeito da vacina.

9 A tuberculose é uma doença transmissível de pessoa para pessoa pela saliva (tosse, espirro, fala) e afeta principalmente os pulmões. A doença é especialmente grave em crianças pequenas, desnutridos e pacientes portadores de HIV. A melhor maneira de se prevenir a tuberculose é através da vacinação. A Doença:

10 Hepatite B Quando tomar: ao nascer. O que previne: Hepatite B.

11 Contágio : é através do parto, onde o bebê entra em contato com o sangue infectado da mãe e através do sangue de pessoas contaminadas. Sintomas: cansaço, febre discreta, dores musculares e nas articulações, náuseas, vômitos, perda de apetite, dor abdominal e diarréia. Algumas pessoas desenvolvem icterícia (olhos e pele amarelados), urina escura e coceira na pele. EM CASOS MAIS GRAVES ATACA O FÍGADO A Doença:

12 Quando tomar: aos 2 meses, aos 4 meses e aos 6 meses. O que previne: Difteria, doença grave, com lesões membranosas que podem se desprender e asfixiar o paciente Difteria

13 A Doença: Também chamada de crupe. Tem como contágio o contato com secreções ou com objetos contaminados. Normalmente se manifesta nos meses frios e atinge, principalmente, crianças de até 10 anos. Começa como se fosse um resfriado, a criança tem dor de cabeça e de garganta. Ataca a garganta (amígdalas, faringe, laringe), onde podem aparecer placas brancas, e o nariz. O pescoço pode ficar edemaciado e duro, causa mau hálito e a criança fica pálida. Pode afetar o coração. A fala fica diferente e a respiração difícil.

14 Quando tomar: 2 meses, 4 meses e 6 meses. O que previne: Tétano Tétano

15 Contágio por meio de ferida ocasionada por agulha, tesoura, latas velhas, vidros, arames... sujos de terra. Ataca o sistema nervoso central, causando rigidez muscular (queixo), dores nas costas, rigidez abdominal e da nuca, espasmos e convulsões. Pode causar PCR. O tétano que ataca a um RN é conhecido como tétano neonatal ou "mal-de-sete-dias". Causado pelo corte do coto sem assepsia correta. O bebê não consegue mamar, fica com as pernas esticadas e os braços dobrados com as mãos fechadas. A Doença :

16 Coqueluche ( PERTUSSIS ) Quando tomar: 2 meses, 4 meses e 6 meses. O que previne: Coqueluche

17 Transmissível pelo contato com secreção da boca e nariz, com o espirro e a fala. Começa como se fosse uma gripe: a criança tem febre e apresenta secreção nasal. Caracterizada por pelo menos 21 dias de crises de tosse. A criança respira com um barulho intenso, podendo vomitar, choro e febre. A maior parte dos casos de morte por coqueluche eram de crianças de até seis meses de idade. A Doença :

18 Haemophilus influenzae tipo b Quando tomar: 2 meses, 4 meses e 6 meses. O que previne: Haemophilus influenzae tipo b

19 A Doença : Causa meningite, sinusite, pneumonia, pericardites e sepse. Geralmente começam no nariz e na garganta, mas podem espalhar-se para a pele, ouvidos, pulmões, articulações e membranas que revestem o coração, a medula espinhal e o cérebro. Essas doenças respondem bem aos antibióticos, mas se não houver sucesso com esse tipo de tratamento, o risco de morte é grande.

20 Poliomielite (VOP e VIP) Quando tomar: 2 e 4 (VIP), 6 e 15 meses (VOP). 3 doses e 1 reforço. O que previne: a Poliomielite.

21 A Doença : Doença causada por um vírus. A transmissão pode ser de pessoa para pessoa e através de contato com fezes, água ou alimentos contaminados. Sintomas: Os sintomas iniciais são parecidos com uma gripe associada com náuseas, vômitos e dores abdominais. Esse vírus é capaz de chegar ao sistema nervoso através da corrente sanguínea, podendo ocasionar paralisia total ou parcial principalmente das pernas. Não tem tratamento.

22 Rotavírus Humano Quando tomar: 2 e 4 meses. O que previne: diarreias causadas pelo rotavírus.

23 A Doença : Causa principalmente a gastroenterite, infecção que agride o estômago e o intestino. Sintomas: vômito, febre e diarréia líquida constante, que se não for tratada pode levar a desidratação e até a morte. Os recém-nascidos são os principais alvos do vírus. A forma de contágio é fecal-oral. Por tudo isso, lavar as mãos antes e depois de ir ao banheiro, antes das refeições e depois de trocas de fraldas, lavar bem os alimentos e ferver a água antes de tomá-la é imprescindível para prevenção.

24 Pneumocócica 10 ou 13 Quando tomar: 2, 4, 6 e 12 meses. O que previne: 10 formas diferentes de pneumonia.

25 A Doença : Causa: meningite, pneumonia, otite média aguda, sinusite e bacteremia. A bactéria é contagiosa e transmitida de pessoa para pessoa, principalmente em ambientes fechados. Um dos grandes problemas no tratamento das doenças causados por essa bactéria é o aumento da resistência aos antibióticos, dificultando a boa evolução do caso.

26 Meningocócica C Quando tomar: 3, 5 e 15 meses. 2 doses e 1 reforço. O que previne: bactéria meningocóco C que causa a meningite C

27 A Doença : A meningite caracteriza-se por febre alta, cefaléia e rigidez de nuca. Outros sinais e sintomas são vômitos, recusa alimentar, sonolência, irritabilidade e convulsões, principalmente em recém-nascidos e lactentes. A transmissão é de pessoa para pessoa por meio do beijo e secreções expelidas pela tosse, fala ou espirro. Esse tipo de meningite tem alto índice de morte, cerca de 15%, e pode trazer seqüelas, entre elas a perda auditiva, retardo mental, paraplegia e tetraplegia.

28 Febre Amarela Quando tomar: 9 meses + 1 reforço a cada 10 anos. O que previne: Febre Amarela.

29 A Doença : É uma doença infecciosa, causada por um vírus transmitido por vários tipos de mosquito. É caracterizada por febre alta repentina, calafrios, dor de cabeça, náuseas e pode ocasionar sangramento no fígado, no cérebro e nos rins, podendo, em muitos casos, causar a morte. Não tem tratamento específico. Os suspeitos devem ser internados para investigação e cuidados. Não deve ser utilizado remédio para dor ou para febre que contenha AAS, pois aumenta o risco de sangramentos.

30 Triplice Viral Quando tomar: 12 meses e 4 anos. O que previne: Sarampo, Caxumba e Rubéola.

31 A Doença: Sarampo Transmissível de pessoa para pessoa através das secreções do espirro, fala e tosse, principalmente em ambientes fechados. A transmissão acontece 4 dias antes da aparição das manchas avermelhadas pelo corpo e até quatro dias depois. Os sintomas aparecem depois de dez dias da infecção: febre alta, tosse, coriza e manchas avermelhadas pelo corpo. Podem ocorrer complicações como diarreia, otite e pneumonia. Não existe tratamento específico para o sarampo e, sim, para melhora dos seus sintomas

32 A Doença: Caxumba A caxumba é uma doença transmissível de pessoa para pessoa através das secreções da fala, tosse e espirro de pessoas infectadas. Às vezes é assintomática ou apresenta sintomas leves como febre e aumento das glândulas salivares. Se a doença agravar, pode ocorrer o comprometimento do o sistema nervoso central e testículos e, em casos muito graves, resulta em surdez e esterilidade.

33 A Doença: Rubéola A transmissão ocorre através das secreções da fala, tosse e espirro de uma pessoa contaminada de 1 semana antes até 5 ou 7 dias após o aparecimento das manchas avermelhadas no corpo. Sintomas: febre baixa, aumento de gânglios no pescoço, manchas avermelhadas na pele, começando pelo rosto, passando pelo tronco e membros, chegando aos pés. É uma doença mais comum em crianças e aparece como se fossem picadas de mosquito na pele.

34 UFA!!! QUANTA INFORMAÇÃO.

35 AGORA QUE CONHECEMOS TODAS AS VACINAS DA CRIANÇA, VAMOS CONHECER UM POUCO O CALENDÁRIO DO ADOLESCENTE!

36 É BEM SIMPLES !

37

38 HOJE, EM NOSSA CLÍNICA TEMOS: VACINA HEXAVALENTE DIFTERIA, TÉTANO, COQUELUCHE, HAEMOPHILUS, POLIOMIELITE, HEPATITE B TETRA VIRAL SARAMPO, CAXUMBA, RUBEOLA E VARICELA VARICELA CATAPORA TETRA BACTERIANA DIFTERIA, TÉTANO, CAQUELUCHE, HAEMOPHILUS HEPATITE A PNEUMO 13 PNEUMO 23


Carregar ppt "OLÁ A CLINICA DR. VIETE FREITAS CONVIDA TODOS A CONHECER UM POUCO MAIS SOBRE AS VACINAS BÁSICAS DO CALENDÁRIO INFANTIL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google