A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Maquinaria têxtil. Comsa Comercial, s.a. Situada na cidade de Centelles a 54 km de Barcelona. Suas unstalações, actualmente em fase de ampliação, ocupam.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Maquinaria têxtil. Comsa Comercial, s.a. Situada na cidade de Centelles a 54 km de Barcelona. Suas unstalações, actualmente em fase de ampliação, ocupam."— Transcrição da apresentação:

1 Maquinaria têxtil

2 Comsa Comercial, s.a. Situada na cidade de Centelles a 54 km de Barcelona. Suas unstalações, actualmente em fase de ampliação, ocupam uma superfície de m2.

3 Comsa Comercial, s.a. COMSA COMERCIAL é uma empresa dedicada à fabricação de maquinaria têxtil. É a primeira empresa espanhola e uma das 3 primeiras em termos mundiais na construção de urdideiras seccionais. A equipa humana que compõe a COMSA COMERCIAL é altamente especializada em cada um dos respectivos departamentos: I+D, fabricação, controlo de qualidade, comercial, etc., e dispõe dos elementos necessários, dotados das últimas novidades tecnológicas para realizar o seu trabalho com segurança e rapidez. COMSA COMERCIAL abastece o mercado internacional construindo máquinas de alta precisão. O complexo design necessário para conseguir a máxima qualidade une-se a uma robusta construção para suportar as mais difíceis condições de trabalho. COMSA COMERCIAL exporta para: Italia, França, Portugal, Bélgica, e também para Colômbia, México, Argentina, Peru, Venezuela, Equador, Egipto, Líbia, África do Sul, Arábia Saudita, Jordânia, Tunísia, Marrocos, Síria, Índia e China.

4 60 anos ao servico do têxtil Desde 1941, e tendo passado por diversas transformações, dedicamo- nos à construção de máquinas e acessórios têxteis para o sector preparatório e auxiliar da tecelagem. COMSA COMERCIAL entra no novo milénio comemorando o seu 60º aniversário ao serviço do cliente têxtil, tentando adaptar-se sempre às necessidades específicas da sua indústria e proporcionando através da nossa maquinaria a tecnologia mais avançada para conseguir uma produção de alta qualidade e rendimento. Fundador

5 Organigrama de la empresa

6 Programa de fabricação Urdideiras seccionais. Modelo Uni: Series Uni-10, Uni-20 y Uni-30. Esquinadeiras verticais: Modelo FEU. Standard porta-bobinas fixo. Modelo FKU. Carros porta-bobinas. Modelo FGU. Porta-bobinas fixo e giratório. Modelo FEU-R. Con bobinas de reserva. Tipos de tensores : Modelo UNIVERSAL. Tensor de pratos. Modelo AIR. Tensão pneumática. Modelo UNIMAG. Tensão electropneumática. Máquina de inspecção.Mod. Matex-C, Matex-P, Matex-U. Urdidores de ourelas.Mod. S-200. Carros porta-órgãos.Mod. P-75, P-2/80, P-2/100. Carros porta-órgãos braços extensíveis. Mod. X-10. Carros porta-órgãos bandeja elevadora. Mod. E-5/1, E-75/2 E-75/3, E- 100/2. Carros porta-órgãos braços independentes. Mod. G-350. Carros porta-rolos. Mod. T-1, T-2, T-3. Carretel para gaze. Mod. CO-51. Enrolador de tecidos. Mod. AT-41.

7 Características Uni - 30 A COMSA, no seu constante afã de estar na vanguardia da evolução tecnológica, desenvolveu o novo e avançado urdidor seccional série UNI totalmente informatizado. Esta nova geração de urdidor confirma o lema de “Desenho e Tecnologia” que tem distinguido a COMSA durante os seus mais de 55 anos de existència. A nova série permite urdir qualquier tipo de matéria, desde fibras cortadas até fibras contínuas com ou sem torção, bem como virdo, etc.,graças ao seu experimentado e avançado sistema de determinação de avanços totalmente automático, sem necessidade de realizar nenhum célculo prévio nem de introduzir nenhum parâmetro relativo à natureza do fio. CONSTRUÇÂO: O urdidor UNI, de grande robustez, foi construído com uma mecânica de alta qualidade, precisão e mínima manutenção, desenhado para a obtenção de urdissagens de primeira qualiadde em todos os tipos de produção. Destacam-se três grupos separados, totalmente independentes: 1. Grupo de encruzamento. 2. Grupo de urdissagem. 3. Grupo de dobragem. Uni – 30.

8 Grupo de encruzamento. É um elemento fixo, situado totalmente no centro da esquinadeiran entre ela e o urdidor. Os fios procedentes da esquinadeira entram no pente separados por meio de barras cromadas, evitando assim possíveis entrelaçamentos ou encruzamentos. O número de separações coincide com o número de andares da esquinadeira. Mediante um mecanismo accionado pneumaticamente, a operadora pode colocar em qualquer momento todas as camadas de fios num mesmo nível, o que permite encontrar facilmente os fios que faltam. Graças a este sistema pneumátic é possível deslizar o pente verticalmente, permitindo realizar as cruzes com grande rapidez e sem a necessidade de manipular os fios com as mãos. Opcionalmente podemos oferecer neste dispositivo de encruzamento: 1) Sistema de programação, para a realização das cruzes de forma semiautomática. 2) Movimento de vaivém vertical nos pentes de cruzes, para evitar o desgaste produzido pela constante passagem da urdissagem. Grupo de encruzamento. Urdidor seccional Uni - 30

9 Groupe d´ourdissage. Grupo construído em aço com duas bancadas unidas por travessas, assegurando uma construção rígida e robusta. Isto permite trabalhar a grandes velocidades sem vibrações. Um deslocamento contínuo do grupo de urdissagem assegura ângulos constantes na entrada dos fios ao tambor. O tambor, de uma única peça e cone fixo, foi construído em chapa de aço e fibra de vidro com resinas de poliéster, garantindo assim uma grande resistència para todo o tipo de filamentos. Tanto o cone como a parte cilíndrica do tambor foram mecanizados e posteriormente equilibrados estática e dinamicamente. Existem três tipos de conicidades para o tambor: a) 14º conicidade ¼,materias médias e grossas. b) 9º conicidade 1/6, materias médias e finas. c) 7º conicidade 1/8, materias muito finas e de fácil deslizamento. O grupo de urdissagem é accionado por um motor de 11Kw AC, equipado com variador de frequência com controlo vectorial para o arranque progressivo e variação da velocidade de 0 a m/min., sem escalonamentos e velocidade de enrolamento constante. TRAVÕES : O tambor do urdidor vem equipado com discos de travão em cada extremidade, com quatro grupos de travagem em cada disco, para assegurar uma travagem rápida na urdissagem e uma tensão regulável na travagem. Os travões accionam-se pneumaticamente e estão montados sobre um soporte oscilante, para dar uma pressão uniforme e poder auto-ajustar-se pelo desgaste do forro das sapatas. O urdidor corrige automaticamente o ponto de pré- parafgem por metragem, em função da inércia do fio para não se exceder. Urdidor seccional Uni - 30

10 Sistema de avanços. Graças ao sistema CPI ( Sistema de Pressão Igualador ) desenvolvido, controlado através de uma célula laser, ao urdir a primeira faixa efectuamse correcções até obter um avanço adequado para que a urdissagem fique totalmente horitzonal sobre o tambor. As faixas seguintes são uma repetição da primera, e o CPI efecttua um controlo de seguimento actuando apenas em caso de desvio de algum dos parâmetros. A gama de avanços do urdidor UNI está compreendida entre 0,01 mm/rot. e 10 mm/rot. Sem escalonamentos. Sistema de Pressâo Igualador ( CPI ) Urdidor seccional Uni - 30

11 Segurança e controlo. Um sistema de controlo evita que uma falsa manipulação da operadora possa desestabilizar as operações de urdissagem e, ao mesmo tempo, facilita a operação da máquina. Para a programação de uma urdissagem, o écran do computador solicita os seguintes dados: - Velocidade de urdissagem e de dobragem. - Metros totais ou parciais a urdir. - Número de bobinas na esquinadeira. - Largura teórica do órgão. - Número total de fios no órgão. Visualizamos, em cada momento,a operação que está a ser efectuada e recebemos a indicação do processo a seguir para continuar a urdir. O urdidor UNI integra o sistema ON-LINE para o diagnóstic à distância, que ofrece uma assistência imediata em caso de necessidade. Mediante o sistema TCF ( Tensão Constante Faixa ) mantemos a tensão constante dos fios procedentes da esquinadeira durante toda a operação de urdissagem, anulando as variações produzidas pelas disminuições do diâmetro das bobinas e pelas diferentes acelerações da máquina nos sucessivos arranques e paragens, ocasionados por rupturas, mudança de faixa, marcações, variações voluntárias da velocidade de urdissagem, em função das necessidades da matéria que está a ser urdida, etc. Urdidor seccional Uni - 30

12 Sécurité et contrôle. Todos los parâmetros introduzidos na máquina pelo operador, a informação fornecida pelo CER (Controlo Estatístico de Rendimento ), as incidências produzidas durnate a operação de urdissagem e a pesagem do fio no órgão podem ser extraídos em suporte papel personalizado, através da impressora integrada no quadro de programação. O movimento de rotação do tambor está protegido com uma barreira fotoeléctrica de segurança que detém a máquina cuando o operador ultrapassa o limite de aproximação ao tambor. Para a protecção do movimento de rotação do órgão, integra uma barreira física dobrável que impede o funcionamento da máquina se a mesma não estiver na posição de trabalho. Barreira física de segurança. Urdidor seccional Uni - 30

13 Grupo de dobragem. O dispositivo de dobragem é um grupo fixo, totalmente independente do urdidor, de grande rigidez e que nos permite enrolar matérias com grande tracção. Vem equipado com um motor de 22Kw AC e variador de frequência para arranque progressivo entre 0 a 300 m/min., sem escalonamentos e garantindo uma velocidade de enrolamento constante. Opcionalmente, este grupo pode vir equipado com: 1) Dispositivo CTC para o controlo automático da tensão constante na dobragem. 2) Sistema de carga e descarga para órgãos. 3) Dispsitivo de pesagem do fio urdido. Durante a operação de dobragem seleccionam- se automaticamente de 1 a 4 grupos de travagem, e modifica-se electronicamente a pressão pneumático dos cilindros com grande precisão. Desta forma obtém-se uma escala de 400 N a N em função das necessidades e dependendo da matéria a urdir. Grupo de dobragem. Urdidor seccional Uni - 30

14 Cérebro electrónico A unidade central que controla o urdidor UNI compõe-se de um computador industrial compacto, com écran LCD cores e TFT táctil que enlaça com os accionamentos e módulos da E/S através de uma comunicação série RS-485. Esta unidade central controla todos os movimentos da máquina de acordo com o programa de urdir e dobrar introduzido pelo operador. A unidade central interroga constantemente os accionamentos e os módul E/8 para verificar o seu correcto funcionamento, o que permite uma fácil localização das incidências. Graças a esta unidade central de controlo podemos garantir, entre outras coisas: - Determinação do avanço exacto ao iniciar a urdissagem. - Posicionamento exacto do carro guia-fios na 1ª faixa e do tambor, para começar a urdissagem e o posicionamento posterior das seguintes faixas. - Memorização das rupturas dos fios para a sua localização durnate a dobragem. - Software preparado para receber actualizações e novos desenvolvimentos. -Turnos de trabalho. -Possibilidade de guardar e recuperar disposições de urdissagem. - Possibilidade de ligação ao computador externo para extrair e introduzir informação. - Selecção do idiona. Cérebro electrónico. Urdidor seccional Uni - 30

15 Dispositivos opcionais GRUPO DE PRENSA: Para obter uma elevada dureza de enrolamento da urdissagem sobre o órgão sem necessidades de deteriorar as fibras com estiramentos de travagem do tambor, poder-se-á aplicar um grupo de prensa composto por dois rolos que regulam pneumaticamente a pressão a aplicar. GRUPO DE ENCERAMENTO: Dispomos de um grupo encerador durnate a operação de dobragem com cilindros guia de entrada e saída, selector de velocidade proporcional e controlo automático do nível de fluido. GRUPO IONIZADOR : O urdidor pode vir equipado com um aparelho ionizador para a eliminação das cargas electrostáticas que apresentam determinadas matérias de urdissagem. SISTEMA DE TENSÃO CONSTANTE NA DOBRAGEM : Equipamento que nos permite determinar e controlar a tensão da urdissagem para que a mesma seja constante durante toda a operação de dobragem. MOVIMENTO DE VAIVÉM NA DOBRAGEM : Dispositivo de movimento vaivém durante a operação de dobragem através do deslocamento do tambor, regulável de 0,0 a +-9,0 mm. e velocidades proporcional à de dobragem. DESCARREGADOR DE ÓRGÃOS : Dispositivos hidráulico de carga e descarga de órgãos para balona de 700 a 1000 mm. de diâmetro e peso máximo de Kg. PESAGEM DO FILO DO ÓRGÃO : Sistema que nos permite tarar o órgão antes de iniciar a operação de dobragem, conhecer o peso do órgão e, consequentemente, o peso líquido do filo manipulado, o que pode ser visualizado através do écran ou, opcionalmente, em suporte papel graças à impressora. Grupo de enceramento. Sistema de tensão constante na dobragem. Urdidor seccional Uni - 30

16

17 Esquema funcionamento

18

19 Esquinadeira verticais Os modelos de esquinadeira são de construção simles garantindo uma ampla visibilidade das bobinas e um fácil acesso a elas, evitando ao mesmo tempo que os cones de fios possam enganchar em alguma parte. A concepção da montagem permite a ampliação em qualquier momento. Em função das necessidades e dos métodos de trabalho de cada empresa exigem-se diferentes tipos de esquinadeira. Por isso, fabricamos quatro tipos básicos com diferentes escartamentos. 1 Tipo FEU Standard quadro porta-bobinas fixo. 2 Tipo FKU Equipada com carros porta-bobinas. 3 Tipo FGU Equipada com segmentos porta-bobinas giratórios. 4 Tipo FEU-R Com bobinas de reserva.

20 Mod.AT-41. Enrolador de tecidos. Mod.P Carros porta-órgãos. Maquinaria auxiliar

21 Matex-P. Máquina de inspecção.Office. Máquina de inspecção. Maquinaria auxiliar

22 S-200. Urdidores de ourelas. Maquinaria auxiliar

23 Zona Industrial Puiguriguer Apdo. Correos nº CENTELLES ( Barcelona ) ESPAÑA Tel.: Fax: Web :


Carregar ppt "Maquinaria têxtil. Comsa Comercial, s.a. Situada na cidade de Centelles a 54 km de Barcelona. Suas unstalações, actualmente em fase de ampliação, ocupam."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google