A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Orientação para Publicação Digital no INPE Normas Editoriais e Estilos de Formatação Yolanda Ribeiro da Silva Souza e Vivéca Sant’ Ana Lemos Memória Científica/SID/GB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Orientação para Publicação Digital no INPE Normas Editoriais e Estilos de Formatação Yolanda Ribeiro da Silva Souza e Vivéca Sant’ Ana Lemos Memória Científica/SID/GB."— Transcrição da apresentação:

1 Orientação para Publicação Digital no INPE Normas Editoriais e Estilos de Formatação Yolanda Ribeiro da Silva Souza e Vivéca Sant’ Ana Lemos Memória Científica/SID/GB 2011

2 Orientação para a Publicação Digital no INPE Neste ano, a biblioteca apresentou um vídeo e um tutorial na Aula Inaugural para os alunos de Pós-graduação. O vídeo apresenta os principais serviços e produtos oferecidos na biblioteca e na sua Página na Web, oferecendo uma pequena orientação quanto a sua utilização. E o tutorial ensina como utilizar estas facilidades. Ambos estão disponíveis na Página Biblioteca On-line /biblioteca

3 Orientação para a Publicação Digital no INPE Objetivo Informar sobre as facilidades que o Serviço de informação e Documentação (SID) tem a oferecer para que o autor publique seu trabalho dentro das normas. Portaria nº 13/2006 da CAPES Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD)

4 Facilitando o trabalho da normatização O Manual para elaboração, formatação e submissão de teses, dissertações e outros trabalhos do INPE, está disponível na página Biblioteca On-line:

5 Formatando uma publicação

6 Facilitando o trabalho de formatação O Serviço de Informação e Documentação (SID) criou os estilos em três editores distintos: MSWord, BrOffice e Latex. Para o editor MSWord temos a disposição o estilo em MSWord 2007 e MSWord2003. Estes estilos priorizam as normas da Associação Brasilei- ra de Normas Técnicas (ABNT) e estão de acordo com o que determina o Conselho de Editoração do INPE. O Serviço de Informação e Documentação (SID) criou os estilos em três editores distintos: MSWord, BrOffice e Latex. Para o editor MSWord temos a disposição o estilo em MSWord 2007 e MSWord2003. Estes estilos priorizam as normas da Associação Brasilei- ra de Normas Técnicas (ABNT) e estão de acordo com o que determina o Conselho de Editoração do INPE.

7 Para selecionar uma das ferramentas de edição devemos considerar (BANON, 2011): a) desempenho frente à dimensão do documento: editores devem ter bom desempenho para abrir salvar, manusear e manter a integridade de arquivos grandes, mesmo quando divididos em partes; b) confiabilidade frente a uso diversificado: o editor por ser um programa está sujeito a falhas e quanto mais sofisticado mais chances de falhar; c) conversão do documento para outros formatos: garante sua preservação digital por longo prazo; d) registro dos direitos morais do autor: o mecanismo de edição deve permitir o registro permanente dos direitos morais do autor, independentemente de migrações digitais; e) qualidade final de apresentação do documento. Para selecionar uma das ferramentas de edição devemos considerar (BANON, 2011): a) desempenho frente à dimensão do documento: editores devem ter bom desempenho para abrir salvar, manusear e manter a integridade de arquivos grandes, mesmo quando divididos em partes; b) confiabilidade frente a uso diversificado: o editor por ser um programa está sujeito a falhas e quanto mais sofisticado mais chances de falhar; c) conversão do documento para outros formatos: garante sua preservação digital por longo prazo; d) registro dos direitos morais do autor: o mecanismo de edição deve permitir o registro permanente dos direitos morais do autor, independentemente de migrações digitais; e) qualidade final de apresentação do documento. A escolha do editor

8 Para baixar qualquer um dos estilos entre no portal do SID no endereço: e selecione no menu à esquerda da página o item Como Publicar? Para baixar qualquer um dos estilos entre no portal do SID no endereço: e selecione no menu à esquerda da página o item Como Publicar? Escolhendo o estilo de formatação

9 Usando o estilo do editor Word Atualmente o SID tem dois estilos em Word: o tdiinpe.dot para Word 2003 e o tdiinpe.dotx para Word Para utilizar qualquer um destes estilos, o autor deve escrever o trabalho criando um documento.doc ou docx. Aplicar o estilo usando a ferramenta pincel sobre cada item a ser formatado no documento.doc ou.docx. Não se deve escrever no estilo(modelo). Atualmente o SID tem dois estilos em Word: o tdiinpe.dot para Word 2003 e o tdiinpe.dotx para Word Para utilizar qualquer um destes estilos, o autor deve escrever o trabalho criando um documento.doc ou docx. Aplicar o estilo usando a ferramenta pincel sobre cada item a ser formatado no documento.doc ou.docx. Não se deve escrever no estilo(modelo).

10 Usando o estilo do editor BrOffice.org Writer Para utilizar o estilo tdiinpe.ott criado no BrOffice.org Writer o autor deve primeiramente criar um documento.odt. Aplicar o estilo, usando a ferramenta pincel de estilo sobre cada item a ser formatado no documento.odt. Não se deve escrever no estilo (modelo). Para utilizar o estilo tdiinpe.ott criado no BrOffice.org Writer o autor deve primeiramente criar um documento.odt. Aplicar o estilo, usando a ferramenta pincel de estilo sobre cada item a ser formatado no documento.odt. Não se deve escrever no estilo (modelo).

11 Usando o estilo em LaTeX O terceiro estilo criado pelo SID é em LaTeX. O LaTeX permite a criação de macros que geram documentos extensos com facilidade. A classe criada em LaTeX, pelo SID, foi denominada tdiinpe.cls, com ela escrevemos monografias, livros, relatórios, manuais etc. dentro das normas da ABNT. Existem vários editores para trabalhar com o LaTeX no ambiente Windows. O editor aqui utilizado é o TEXnicCenter. O projeto ao ser aberto no editor tem a estrutura de uma dissertação ou tese. O próximo passo é editar o texto e os comandos necessários para construir o seu trabalho, aproveitando o estilo como um guia. O terceiro estilo criado pelo SID é em LaTeX. O LaTeX permite a criação de macros que geram documentos extensos com facilidade. A classe criada em LaTeX, pelo SID, foi denominada tdiinpe.cls, com ela escrevemos monografias, livros, relatórios, manuais etc. dentro das normas da ABNT. Existem vários editores para trabalhar com o LaTeX no ambiente Windows. O editor aqui utilizado é o TEXnicCenter. O projeto ao ser aberto no editor tem a estrutura de uma dissertação ou tese. O próximo passo é editar o texto e os comandos necessários para construir o seu trabalho, aproveitando o estilo como um guia.

12 Usando o estilo LaTeX Textos do MSWord ou do BrOffice podem ser copiados para o editor. As atualizações em LaTeX são rápidas. Após a compilação dos arquivos, o texto pode ser gerado no formato Portable Document Format (PDF) ou em outros formatos. O LaTeX pode ser executado tanto no ambiente Windows quanto no Linux. Existem vários editores para o ambiente Linux. Textos do MSWord ou do BrOffice podem ser copiados para o editor. As atualizações em LaTeX são rápidas. Após a compilação dos arquivos, o texto pode ser gerado no formato Portable Document Format (PDF) ou em outros formatos. O LaTeX pode ser executado tanto no ambiente Windows quanto no Linux. Existem vários editores para o ambiente Linux.

13 LaTeX no ambiente Windows Instruções para criar um ambiente LaTeX no Windows As instruções a seguir são para instalar o ambiente LaTeX para Windows e devem ser feitas antes de baixar o estilo. Baixar e instalar os softwres, na ordem citada: a) MiKTEX – MiKTEX É a alma do ambiente LATEX, responsável por compilar os arquivos de entrada em *.tex do LATEX e gerar as saídas no formato DVI, PS ou PDF. Instale a versão 2.8 baixando do endereço: Estando o MikTEX instalado, aproveitar também para configurar o idioma português. No menu Iniciar do Windows/Pasta MiKTEX 2.8 selecionar Settings. Ao abrir a janela, selecionar a aba Languages e marcar a língua portuguesa. Marcar também outros idiomas, se necessários. A hifenização será automaticamente ativada. b) TEXnicCenter – das interfaces para uso do LATEX no Windows (via MiKTEX), o TEXnicCenter é o mais recomendado. Baixá-lo a partir de: 2.exe/download. Executar o instalador. 2.exe/download Para os que vão utilizar imagens eps ou ps, devem ser instalados também os seguintes softwares: a)Ghostscript - Necessário para operações em arquivos tipo PostScript. Execute a instalação deste software seguindo as opções padrões. Baixar o programa a partir de: ttp://sourceforge.net/projects/ghostscript/files/GPL%20Ghostscript/8.64/gs864w32.exe/download e executar sua instalação. Seguir as opções padrão do software. b)Gsview – Permite a visualização de arquivos no formato PostScript PDF no Windows. Baixar a partir de: Na janela Select Language, escolher English. Nas outras janelas, seguir a seleção do software, sem alterar as opções padrões. Recomenda-se evitar este tipo de imagem, porque o arquivo fica muito grande para disponibilizar baixar da Internet. De preferência para imagens utilize as extensões pdf, png ou jpeg.

14 LaTeX no ambiente LinuX Instruções resumidas para instalar o Latex e o editor antes de usar o tdiinpe.cls (estilo em LateX do INPE) No Linux o LaTeX (pacote Tetex) já é selecionado para instalação durante o processo de instalação do sistema, bem como os leitores de arquivos ps e pdf. Portanto, não é necessário instalar esses utilitários. Para confirmar se o LaTeX está instalado na maquina Linux, digite no console de comando (janela aberta pelo Linux para digitar comandos): latex O sistema pedirá ao usuário para entrar com o nome do arquivo.tex. Se não acontecer isso, significa que o LaTeX não está instalado. Para instalar, insira o CD de instalação do Linux e abra o gerenciador de pacotes da sua distribuição Linux. No campo de busca do gerenciador, procure pelo pacote chamado TeTex ou procure por LateX e selecione tudo relacionado com Tetex. No Linux os editores devem ser configurados durante a sua instalação. No momento da instalação configurar o ambiente gráfico, que pode ser o KDE ou o Gnome, vai depender da sua distribuição. Se for o KDE então os editores instalados serão o Kwrite ou o Emacs. Se for o Gnome, os editores instalados serão o Gedit ou o Emacs. O tipo de distribuição é que vai determinar os editores, que podem ser diferentes dos citados aqui. Para gerar o pdf usar o console de comando, janela que o Linux abrirá para que sejam digitados os seus comandos. A linha de comando abaixo é para o Linux gerar o arquivo pdf:. /execpub.sh publicação pdf Na verdade quem gera o pdf são as instruções contidas no arquivo execpub.sh. Para mais informações sobre o que contem o comando execpub digite a linha de comando:./execpub

15 Elementos de uma Publicação A Estrutura de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros trabalhos) é composta de três tipos de elementos - NBR 14724(ABNT, 2005): a) Pré-textuais; b) Textuais; e c) Pós-textuais. Ortografia – Linguagem – Sintaxe – Regência A Estrutura de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros trabalhos) é composta de três tipos de elementos - NBR 14724(ABNT, 2005): a) Pré-textuais; b) Textuais; e c) Pós-textuais. Ortografia – Linguagem – Sintaxe – Regência

16 Elementos pré-textuais (Pré-Texto) Capa Folha de Rosto Ficha Catalográfica (OBRIGATÓRIOS) substituídas pelo SID Folha de Aprovação na publicação Citação ou Epígrafe Dedicatória(s) (OPCIONAIS) Agradecimento (s) Resumo na Língua Vernácula Resumo na Língua Estrangeira (OBRIGATÓRIOS) (ABNT 6028) Lista de Figuras (OBRIGATÓRIA SE HOUVER MAIS DE 2 FIGURAS) Lista de Tabelas (OBRIGATÓRIA SE HOUVER MAIS DE 2 TABELAS) Lista de Abreviaturas e Siglas Lista de Símbolos (OPCIONAIS) SUMÁRIO (OBRIGATÓRIO) Capa Folha de Rosto Ficha Catalográfica (OBRIGATÓRIOS) substituídas pelo SID Folha de Aprovação na publicação Citação ou Epígrafe Dedicatória(s) (OPCIONAIS) Agradecimento (s) Resumo na Língua Vernácula Resumo na Língua Estrangeira (OBRIGATÓRIOS) (ABNT 6028) Lista de Figuras (OBRIGATÓRIA SE HOUVER MAIS DE 2 FIGURAS) Lista de Tabelas (OBRIGATÓRIA SE HOUVER MAIS DE 2 TABELAS) Lista de Abreviaturas e Siglas Lista de Símbolos (OPCIONAIS) SUMÁRIO (OBRIGATÓRIO)

17

18 Introdução - Primeira parte textual do trabalho, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos ou hipóteses da pesquisa e outros elementos para situar o tema – NBR (ABNT, 2005a). Desenvolvimento - Parte central e principal do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções que variam em função da abordagem do tema e do método. Conclusão - Parte final do texto, na qual se apresentam as conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. Introdução - Primeira parte textual do trabalho, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos ou hipóteses da pesquisa e outros elementos para situar o tema – NBR (ABNT, 2005a). Desenvolvimento - Parte central e principal do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções que variam em função da abordagem do tema e do método. Conclusão - Parte final do texto, na qual se apresentam as conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. Elementos Textuais

19 Elementos que aparecem no Desenvolvimento Citações Notas de rodapé Figuras e Tabelas Equações e fórmulas Abreviaturas e siglas Símbolos Unidades de medida Numerais Citações Notas de rodapé Figuras e Tabelas Equações e fórmulas Abreviaturas e siglas Símbolos Unidades de medida Numerais Desenvolvimento do texto

20 Citações Menção no texto de uma informação extraída de outra fonte – NBR (ABNT, 2002). A indicação das citações no texto pode ser feita por dois sistemas de chamada: a) autor-data, e b) numérico.

21 Citações - sistemas de chamadas No sistema autor-data a fonte é indicada pelo sobrenome do autor ou de cada entidade responsável, seguido da data da publicação. Exemplo: A ironia seria assim uma forma implícita de heteroge- neidade mostrada (AUTHIER-REIRIZ,1982). No sistema autor-data a fonte é indicada pelo sobrenome do autor ou de cada entidade responsável, seguido da data da publicação. Exemplo: A ironia seria assim uma forma implícita de heteroge- neidade mostrada (AUTHIER-REIRIZ,1982).

22 Citações - sistemas de chamadas No sistema numérico a fonte é indicada por uma numeração única e consecutiva, em algarismos arábicos. Indicar a numeração entre parênteses ou em expoente. Exemplos: “Para resolver a dificuldade, formulada [...].” (23) “Para resolver a dificuldade, formulada [...].” 23 Este sistema não deve ser escolhido quando há notas de rodapé, pois elas também são escritas em expoentes. No sistema numérico a fonte é indicada por uma numeração única e consecutiva, em algarismos arábicos. Indicar a numeração entre parênteses ou em expoente. Exemplos: “Para resolver a dificuldade, formulada [...].” (23) “Para resolver a dificuldade, formulada [...].” 23 Este sistema não deve ser escolhido quando há notas de rodapé, pois elas também são escritas em expoentes.

23 Citação direta A citação direta é uma transcrição textual de parte da obra do autor consultado. Com até três linhas, ela deve ser escrita entre aspas duplas, dentro da sentença acompanhada do sobre- nome do(s) autor(es), ano e da indicação da página. Exemplo: “A capacidade do homem de produzir símbolos deve ser o ponto de partida da estética”(BARBOSA, 1984, p. 81). A citação direta é uma transcrição textual de parte da obra do autor consultado. Com até três linhas, ela deve ser escrita entre aspas duplas, dentro da sentença acompanhada do sobre- nome do(s) autor(es), ano e da indicação da página. Exemplo: “A capacidade do homem de produzir símbolos deve ser o ponto de partida da estética”(BARBOSA, 1984, p. 81).

24 Citação direta C om aspas simples indicar citação no interior de citação. Exemplo: Segundo Sá (1995, p. 27): “[...] por meio da mesma 'arte de conversação' que abrange tão extensa e significativa parte da nossa existência cotidiana [...]” Com mais de três linhas, deve ser destacada com recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor do que a do texto e sem aspas. Exemplo: C om aspas simples indicar citação no interior de citação. Exemplo: Segundo Sá (1995, p. 27): “[...] por meio da mesma 'arte de conversação' que abrange tão extensa e significativa parte da nossa existência cotidiana [...]” Com mais de três linhas, deve ser destacada com recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor do que a do texto e sem aspas. Exemplo: 4cm A teleconferência permite ao indivíduo participar de um encontro nacional ou regional sem a neces- sidade de deixar seu local de origem. Tipos comuns de teleconferência incluem o uso da televisão, telefone e computador. Através de áudio-conferência, utilizando a companhia local de telefone, um sinal de áudio pode ser emitido em um salão de qualquer dimensão (NICHOLS, 1993, p. 181).

25 Citação indireta A citação indireta é o texto baseado na obra(s) do(s) autor(es) consultado(s). A indicação da página é opcional. Exemplo: Merrian e Caffarella (1991) observam que a localização de recursos tem um papel crucial no processo de aprendizagem autodirigida. A citação indireta é o texto baseado na obra(s) do(s) autor(es) consultado(s). A indicação da página é opcional. Exemplo: Merrian e Caffarella (1991) observam que a localização de recursos tem um papel crucial no processo de aprendizagem autodirigida.

26 Observações importantes Toda citação dentro do texto deve ser registrada na lista de referências bibliográficas ao final do trabalho. Recomenda-se evitar citação de citação, a não ser nos casos em que o autor não tem como consultar o documento original. Qualquer que seja o sistema de chamada escolhido, deve ser seguido ao longo de todo trabalho. Toda citação dentro do texto deve ser registrada na lista de referências bibliográficas ao final do trabalho. Recomenda-se evitar citação de citação, a não ser nos casos em que o autor não tem como consultar o documento original. Qualquer que seja o sistema de chamada escolhido, deve ser seguido ao longo de todo trabalho.

27 Citações no LaTex As citações no LaTeX são definidas por comandos que devem ser colocados antes do label, que será criado pelo autor. A cada citação corresponde uma referência que deve ser montada ao mesmo tempo, no arquivo de referências. Exemplo: No LaTeX : Outra referência indicada \cite{rocha2005}. Disponível na Biblioteca Digital do INPE. Como fica na publicação: Outra referência indicada (ROCHA et al, 2005). Disponível na Biblioteca Digital do INPE. Comando de citação Comando de citação Resultado

28 Figuras e Tabelas Figuras e tabelas são numeradas sequencialmente dentro da parte em algarismos arábicos precedidos dos títulos dentro das partes e seções, quando identificadas no texto. Devem ser centralizadas na página e colocadas bem próximas à citação. Não cortar parágrafo com figura ou tabela. A primeira letra das palavras tabela e figura, sempre em maiúscula, quando forem identificadas no texto. Figuras e tabelas são numeradas sequencialmente dentro da parte em algarismos arábicos precedidos dos títulos dentro das partes e seções, quando identificadas no texto. Devem ser centralizadas na página e colocadas bem próximas à citação. Não cortar parágrafo com figura ou tabela. A primeira letra das palavras tabela e figura, sempre em maiúscula, quando forem identificadas no texto.

29 Títulos de Figuras (recomendado) Figura Movimento realocar tarefa. Fonte: Adaptada de Mauri (2003, p. 17). Figura Exemplo de figura com mais de uma linha, justifica-se a primeira e alinham-se as demais à primeira letra deste título. Fonte: Ao indicar a fonte, se o texto for longo e ocupar mais de uma linha, o LATEX automaticamente alinha o texto.

30 Títulos de Tabelas (recomendado)

31 Figuras e Tabelas A figura ou a tabela pode ocupar ou não a página, toda, até mesmo continuar em uma ou mais páginas. Neste c aso deve-se indicar Continua na interrupção, Continuação no prosseguimento e Conclusão no término. Figura Como indicar figuras e tabelas longas.

32 Figuras e Tabelas Para a disponibilização eletrônica as figuras devem ter resolução a mais baixa possível levando em consideração a visibilidade. A apresentação de tabelas seguem as normas de apresentação tabular do IBGE (1993). Para a disponibilização eletrônica as figuras devem ter resolução a mais baixa possível levando em consideração a visibilidade. A apresentação de tabelas seguem as normas de apresentação tabular do IBGE (1993).

33 Figuras e Tabelas no LaTeX

34 Equações e Fórmulas A primeira letra das palavras equação e fórmula deve ser maiúscula, quando identificadas no texto. As equações e fórmulas podem ser centralizadas ou iniciar-se no sexto espaço. A primeira letra das palavras equação e fórmula deve ser maiúscula, quando identificadas no texto. As equações e fórmulas podem ser centralizadas ou iniciar-se no sexto espaço.

35 Elementos pós-textuais Pós-textuais Referências Bibliográficas (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice (opcional) Anexo (opcional) Índice (opcional) Contracapa (obrigatório)

36 Referências Bibliográficas No manual de normas editoriais, encontram-se exemplos de estrutura de referências bibliográficas. Elementos de uma referência (ABNT-NBR-6023): a) essenciais, são os indispensáveis à identificação do documento; b) complementares, informações que, acrescentadas aos elementos essenciais, permitem melhor caracterizar os documentos. No manual de normas editoriais, encontram-se exemplos de estrutura de referências bibliográficas. Elementos de uma referência (ABNT-NBR-6023): a) essenciais, são os indispensáveis à identificação do documento; b) complementares, informações que, acrescentadas aos elementos essenciais, permitem melhor caracterizar os documentos.

37 Referências Bibliográficas As referências bibliográficas são alinhadas à margem esquerda, escritas em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo. Adotar para os títulos das publicações um único destaque tipográfico em todas as referências que pode ser: negrito, itálico ou sublinhado. Recomenda-se escrever os títulos por extenso. Nos casos de periódicos que estejam com títulos abreviados, se optar por abreviar, escrever tal qual no periódico. Separar os nomes dos autores por ponto e vírgula, quando forem três ou mais autores colocar todos eles, ou escrever o nome do primeiro seguido da expressão latina et al. As referências bibliográficas são alinhadas à margem esquerda, escritas em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo. Adotar para os títulos das publicações um único destaque tipográfico em todas as referências que pode ser: negrito, itálico ou sublinhado. Recomenda-se escrever os títulos por extenso. Nos casos de periódicos que estejam com títulos abreviados, se optar por abreviar, escrever tal qual no periódico. Separar os nomes dos autores por ponto e vírgula, quando forem três ou mais autores colocar todos eles, ou escrever o nome do primeiro seguido da expressão latina et al.

38 Referências Bibliográficas No sistema autor-data as referências devem ser colocadas em ordem alfabética no sistema numérico em ordem numérica. Ao tirar referências da Internet é indispensável utilizar: Disponível em e ou Available on: Acessado em e ou Access On: ddmmaaaa Consultar no Manual as abreviaturas dos meses do ano de acordo com o idioma que escolheu para escrever o trabalho. No sistema autor-data as referências devem ser colocadas em ordem alfabética no sistema numérico em ordem numérica. Ao tirar referências da Internet é indispensável utilizar: Disponível em e ou Available on: Acessado em e ou Access On: ddmmaaaa Consultar no Manual as abreviaturas dos meses do ano de acordo com o idioma que escolheu para escrever o trabalho.

39 Referências Bibliográficas Para auxiliar na elaboração de uma bibliografia no Word ou Broffice.org Writer, existem softwares proprietários tais como o EndNote, ProCite, JabRef entre outros, que inserem a citação no texto ou criam as referências bibliográficas de acordo com formatos e estilos das mais variadas publicações. Para auxiliar na elaboração de uma bibliografia no Word ou Broffice.org Writer, existem softwares proprietários tais como o EndNote, ProCite, JabRef entre outros, que inserem a citação no texto ou criam as referências bibliográficas de acordo com formatos e estilos das mais variadas publicações.

40 Referências Bibliográficas no LaTeX Para criar referências no LaTeX criar um arquivo publicacao.bib que faz parte do estilo TDIINPE.CLS. Este arquivo foi criado utilizando uma macro do grupo ABNTeX. O grupo ABNTeX é uma comunidade virtual que criou algumas macros para LaTeX que automatizam ao máximo a formatação de monografias de acordo com as normas ABNT. Para criar referências no LaTeX criar um arquivo publicacao.bib que faz parte do estilo TDIINPE.CLS. Este arquivo foi criado utilizando uma macro do grupo ABNTeX. O grupo ABNTeX é uma comunidade virtual que criou algumas macros para LaTeX que automatizam ao máximo a formatação de monografias de acordo com as normas ABNT.

41 @INPROCEEDINGS{rocha2005, author = {Elizabeth Rocha and Maria Feitosa Barros and Rafael Silva Cruz and Carla Bernadete Madureira}, title = {Uso de modelos digitais de eleva{\c{c}}{\~a}o de imagens de Radar para extra{\c{c}}{\~a}o de fei{\c{c}}{\~o}es topogr{\'a}ficas{-}um estudo de caso Maci{\c{c}}o da Tijuca, vertente Ba{\'i}a da Guanabara}, booktitle = {Anais...}, year = {2005}, pages = { }, publisher = {{INPE}}, address = {S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos}, conference-name = {Simp{\'o}sio Brasileiro de Sensoriamento Remoto}, conference-location = {Goi{\^a}nia}, conference-number = {12}, conference-year = {2005}, isbn = { } url = {http://urlib.net/ltid.inpe.br/sbsr/2004/ }, urlacessdate = {8 abr. 2010}, author = {Elizabeth Rocha and Maria Feitosa Barros and Rafael Silva Cruz and Carla Bernadete Madureira}, title = {Uso de modelos digitais de eleva{\c{c}}{\~a}o de imagens de Radar para extra{\c{c}}{\~a}o de fei{\c{c}}{\~o}es topogr{\'a}ficas{-}um estudo de caso Maci{\c{c}}o da Tijuca, vertente Ba{\'i}a da Guanabara}, booktitle = {Anais...}, year = {2005}, pages = { }, publisher = {{INPE}}, address = {S{\~a}o Jos{\'e} dos Campos}, conference-name = {Simp{\'o}sio Brasileiro de Sensoriamento Remoto}, conference-location = {Goi{\^a}nia}, conference-number = {12}, conference-year = {2005}, isbn = { } url = {http://urlib.net/ltid.inpe.br/sbsr/2004/ }, urlacessdate = {8 abr. 2010}, } Referências Bibliográficas no LaTeX Tipo de referência no LaTeX Tipo de referência no LaTeX

42 Referências Bibliográficas no LaTeX ROCHA, E. M. F.; BARROS, R. S.; CRUZ, C. B. M. Uso de modelos digitais de elevação de imagens de Radar para extração de feições topográficas - um estudo de caso Maciço da Tijuca, vertente Baía da Guanabara.In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 12. (SBSR), 2005, Goiânia. Anais... São José dos Campos: INPE, p CD-ROM ISBN: Disponível em:. Acesso em: 08 abr Resultado no texto

43 Recomendações para o estilo LaTeX Recomendamos que o trabalho de preferência contenha imagens no formato png, jpg ou pdf. Imagens no formato eps aumentam o tamanho do arquivo. O arquivo symbolsA-4 contém informações de como utilizar símbolos, letras gregas, etc. Este arquivo está encontra-se no diretório raiz do estilo. No estilo temos um anexo contendo vários exemplos de tipos de referências em LaTeX, inclusive as que são mencionadas no item referências, do Manual de Normas do INPE. Recomendamos que o trabalho de preferência contenha imagens no formato png, jpg ou pdf. Imagens no formato eps aumentam o tamanho do arquivo. O arquivo symbolsA-4 contém informações de como utilizar símbolos, letras gregas, etc. Este arquivo está encontra-se no diretório raiz do estilo. No estilo temos um anexo contendo vários exemplos de tipos de referências em LaTeX, inclusive as que são mencionadas no item referências, do Manual de Normas do INPE.

44 Informações importantes sobre os estilos As teses e dissertações podem ser publicadas em português ou em inglês segundo o artigo 38 do regimento do SPG. O estilo em LaTeX já está preparado para publicar em inglês. Ao publicar em inglês verifique as informações contidas no pré-texto (parte inicial de uma monografia) dos estilos em Word e BrOffice Writer. org. O estilo atual em BrOffice Writer.org ainda não permite colocar dois tipos de algarismos no trabalho para fazer a paginação: romanos no pré-texto e arábicos no desenvolvimento. As teses e dissertações podem ser publicadas em português ou em inglês segundo o artigo 38 do regimento do SPG. O estilo em LaTeX já está preparado para publicar em inglês. Ao publicar em inglês verifique as informações contidas no pré-texto (parte inicial de uma monografia) dos estilos em Word e BrOffice Writer. org. O estilo atual em BrOffice Writer.org ainda não permite colocar dois tipos de algarismos no trabalho para fazer a paginação: romanos no pré-texto e arábicos no desenvolvimento.

45 Apostilas A apostila “Ferramenta do Word de Apoio para utilização do tdiipe.dot” (INPE MAN/48) contém informações sobre os comandos avançados do Word2003 e é voltada para o estilo (TIERNO, 2006). Para acessar a apostila entre no endereço: A apostila “Ferramenta do Word de Apoio para utilização do tdiinpe.dotx” (INPE MAN/53) contém informações sobre os comandos avançados do Word A apostila é voltada para o estilo criado no Word 2007 (TIERNO, 2009). Para acessar a apostila entre no endereço: A apostila “Ferramenta do Word de Apoio para utilização do tdiipe.dot” (INPE MAN/48) contém informações sobre os comandos avançados do Word2003 e é voltada para o estilo (TIERNO, 2006). Para acessar a apostila entre no endereço: A apostila “Ferramenta do Word de Apoio para utilização do tdiinpe.dotx” (INPE MAN/53) contém informações sobre os comandos avançados do Word A apostila é voltada para o estilo criado no Word 2007 (TIERNO, 2009). Para acessar a apostila entre no endereço:

46 Apostilas e outras informações A apostila “Ferramentas do BrOffice.org Writer de apoio para utilização do tdiinpe.ott” contém informações sobre os comandos do BrOffice.org Writer voltados para o estilo (TIERNO, 2007). Para acessar a apostila entre no endereço: Artigos sobre Broffice RSS*: *O RSS é um índice, contendo links trazidos pelo browser. O usuário subscreve em um site e o browser inicia o processo da subscrição através do leitor. Esse verifica regularmente para ver se há algo novo, e traz todos os updates que encontra. A apostila “Ferramentas do BrOffice.org Writer de apoio para utilização do tdiinpe.ott” contém informações sobre os comandos do BrOffice.org Writer voltados para o estilo (TIERNO, 2007). Para acessar a apostila entre no endereço: Artigos sobre Broffice RSS*: *O RSS é um índice, contendo links trazidos pelo browser. O usuário subscreve em um site e o browser inicia o processo da subscrição através do leitor. Esse verifica regularmente para ver se há algo novo, e traz todos os updates que encontra.

47 Informações importantes Editores de equações: TexAide Permite digitar equações e exportar tanto para o LaTEX (Colar) quanto para o Word ou BrOffice (Colar Especial). MathCast Permite construir uma coleção de equações e exportá- las para o Word ou BrOffice. A grande vantagem desse editor é a facilidade para escrever as equações. mathcast.sourceforge.net/home.html Equation Magic Lite Bom para quem usa o LaTEX e precisa fazer equações de grande complexidade, pois é possível ver a equação antes de colar no LaTEX. Editores de equações: TexAide Permite digitar equações e exportar tanto para o LaTEX (Colar) quanto para o Word ou BrOffice (Colar Especial). MathCast Permite construir uma coleção de equações e exportá- las para o Word ou BrOffice. A grande vantagem desse editor é a facilidade para escrever as equações. mathcast.sourceforge.net/home.html Equation Magic Lite Bom para quem usa o LaTEX e precisa fazer equações de grande complexidade, pois é possível ver a equação antes de colar no LaTEX.

48 Submissão de Trabalhos O trabalho deve ser submetido, 30 dias antes da defesa, na Biblioteca Digital, pelo próprio autor, por meio de um formulário on-line, num processo chamado de autoarquivamento. Devolução revisada ao autor antes da defesa. Esse formulário encontra-se no endereço: O trabalho deve ser submetido, 30 dias antes da defesa, na Biblioteca Digital, pelo próprio autor, por meio de um formulário on-line, num processo chamado de autoarquivamento. Devolução revisada ao autor antes da defesa. Esse formulário encontra-se no endereço:

49 Agradecimentos Obrigada pela sua atenção! Preencher, por favor, a sua avaliação antes de sair da sala. Yolanda - ramal 6923 Viveca - ramal 6921 Obrigada pela sua atenção! Preencher, por favor, a sua avaliação antes de sair da sala. Yolanda - ramal 6923 Viveca - ramal 6921


Carregar ppt "Orientação para Publicação Digital no INPE Normas Editoriais e Estilos de Formatação Yolanda Ribeiro da Silva Souza e Vivéca Sant’ Ana Lemos Memória Científica/SID/GB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google