A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TELETRABALHO E OUTRAS FORMAS ALTERNATIVAS DE TRABALHO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TELETRABALHO E OUTRAS FORMAS ALTERNATIVAS DE TRABALHO."— Transcrição da apresentação:

1 TELETRABALHO E OUTRAS FORMAS ALTERNATIVAS DE TRABALHO

2 MAS AFINAL, O QUE É TELETRABALHO ?

3 TELETRABALHO = Trabalho Remoto Trabalho à Distância Trabalho não Territorial

4 O que não é Teletrabalho?  Teletrabalho não significa ficar sempre em casa  Teletrabalho não significa Informática  Teletrabalho não é anarquia  Teletrabalho não é isolamento  Teletrabalho não é um meio de eliminar o desemprego  Teletrabalho não é só para as áreas de Vendas e Telemarketing

5 Teletrabalho e a Internet  Teletrabalho não surgiu em função da Internet, ou com ela, mas em muito se beneficia com a mesma, por tornar esse novo sistema de trabalho mais acessível e dinâmico

6 Então, Teletrabalho é... Conceito OIT Forma de Trabalho efetuada em lugar distante do escritório central e/ou do centro de produção, que permita a separação física e que implique o uso de uma nova tecnologia facilitadora da comunicação

7 Mas afinal, o Teletrabalho é um Modismo ou uma Tendência?

8 Empresas e riqueza Cada vez mais condicionado a Bens Intangíveis (voláteis) O Conhecimento Humano está se tornando o principal fator de produção de riquezas Há alguns anos, o homem mais rico do mundo tinha sua riqueza definida pelo valor de seus bens (poços de petróleo, imóves, etc) Hoje, o homem mais rico do mundo possui um “império” de bens intangíveis !

9 Empresas e riqueza Economia de Informações e Idéias É a medida coletiva da Inteligência A Inteligência Coletiva implica relação com o mundo, é estar na Rede de Conhecimento É o Conhecimento, gerado através dessa Rede, que dá sustentação aos negócios da empresa

10 Então, cada vez mais... As novas formas de Trabalho vêm ao encontro das necessidades do nosso atual universo social, valorizando a geração do Conhecimento, a flexibilidade e a agilidade das informações

11 O Teletrabalho e a Gestão do Capital Humano Definição do porquê do Teletra- balho na Organização Plano de Ação •Gestão por Competências Avaliação ambiente familiar •Integração (out/in) •Desenvolv. Líderes •Avaliação de Perfomance •Comunicação •Aspectos Culturais, hábitos

12 Se o Teletrabalho possui tantas vantagens, por que tão poucas empresas possuem experiências bem sucedidas?

13 •Experimentalismo •Sensibilidade •Motivação •Tempo livre (ócio) •Estética, Arte, Literatura, Filosofia •Conhecimento Integrado D.C Era Industrial Civilização Grega 1900 •Indústria moldando o estilo de vida FRAGMENTAÇÃO •Racionalismo ou Emoção (afeto) •Trabalho ou Diversão •Masculino ou Feminino •Prática ou Estética Rompimento com a essência do Ser Humano •Fragmentação do Conhecimento (sistema educacional) •Busca de Soluções (“one best way”)

14 “Quando trabalhamos devemos trabalhar. Quando nos divertimos, devemos nos divertir. De nada serve procurar misturar as duas coisas. O único objetivo deve ser aquele de executar o trabalho e ser pago por tê-lo executado. Quando o trabalho termina, então pode vir a diversão, não antes” (H. Ford) D.C Era Industrial Civilização Grega 1900 Pós Indl. “Não é do trabalho que nasce a civilização; ela nasce do tempo livre e do jogo” (A. Koyre) “Escolha o trabalho de que gostas e não terás de trabalhar um único dia em tua vida” (Confúcio)

15 “Quem é mestre na arte de viver distingue pouco entre trabalho e o seu tempo livre, entre a sua mente e o seu corpo, a sua educação e a sua religião. Difícil saber o que cada coisa vem a ser – persegue simplesmente a sua visão de excelência em qualquer coisa que faça, deixando para outros decidir se está trabalhando ou se divertindo. Ele pensa sempre em fazer ambas as coisas, juntas”(Pensamento Zen) 1700 Era Industrial 1900 Pós Industrial “Quando trabalhamos devemos trabalhar. Quando nos divertimos, devemos nos divertir. De nada serve procurar misturar as duas coisas. O único objetivo deve ser aquele de executar o trabalho e ser pago por tê-lo executado. Quando o trabalho termina, então pode vir a diversão, não antes” (H. Ford)

16 O que fazer ? Temos que resgatar o que não valorizamos ao longo desses mais de 200 anos. As organizações têm um papel fundamental nesse processo, já que a sua “matéria-prima” é a atividade humana.

17 Algumas Barreiras As organizações social e empresarial não conseguem acompanhar a evolução tecnológica (hábitos, cultura, normas, práticas, legislação) Os sistemas ainda seguem os princípios Taylorianos

18 Cultural Gap (Defasagem Cultural) Posição de prudência ou recusa em relação às inovações Somos forçados a gerir as novas fases de nossa vida com a mentalidade que estruturamos nas fases precedentes

19 “Vivemos e trabalhamos na sociedade do futuro, mas continuamos a usar os instrumentos do passado” Domenico de Masi

20 O GRANDE DESAFIO “REPROGRAMAR” AS NOSSAS “CABEÇAS” REAPRENDER REVER VALORES, CRENÇAS e ASPECTOS CULTURAIS REVER A NOSSA FORMA DE TRABALHO

21 Algumas reflexões Será que o trabalho é por natureza uma maldição bíblica da qual o homem nunca poderá se libertar? A mitologia do horário, do controle, da hierarquia é produtiva? Em suma, o trabalho não pode fazer outra coisa senão nos tornar infelizes?

22 Algumas reflexões Vivemos numa sociedade em que conhecer conta até mais do que fazer. Desenvolve melhor o seu trabalho quem cultiva outros interesses e, passar o dia todo no escritório, pode representar uma perda de tempo. O problema é que nem nós, nem a maior parte das organizações onde trabalhamos, nos damos conta disso. Continuamos a trabalhar do mesmo modo de cem anos atrás.

23 “ A recusa do Teletrabalho por parte das Organizações é um pecado contra a reconciliação do trabalho com a vida ” Domenico de Masi

24 “Quem não vive o espírito do seu tempo, do seu tempo aproveita apenas os males” Voltaire Muito Obrigada Simone Basile (11) Voltaire


Carregar ppt "TELETRABALHO E OUTRAS FORMAS ALTERNATIVAS DE TRABALHO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google