A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Setembro 2.007. Nº de indústrias de Cal e Calcário: 90 Principais Municípios integrantes do APL: Colombo, Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré, Itaperuçú,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Setembro 2.007. Nº de indústrias de Cal e Calcário: 90 Principais Municípios integrantes do APL: Colombo, Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré, Itaperuçú,"— Transcrição da apresentação:

1 Setembro 2.007

2 Nº de indústrias de Cal e Calcário: 90 Principais Municípios integrantes do APL: Colombo, Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré, Itaperuçú, Campo Largo, Ponta Grossa e Castro Empregos Diretos: Produção Instalada: Cal é de 2,0 milhões de ton/ano e do Calcário Agrícola é de 8 milhões de toneladas/ano.

3

4 Conselho da APL Presidente da APL Secretaria Executiva Comitê de Meio Ambiente Comitê de Tec. Mineral Comitê de Mercado Comitê de Capacitação técnica Comitê de Gestão Empresarial Estruturação da Governança

5 Histórico /08 - Na AG mensal da APPC levantou-se a importância da formação de um APL, e assim, através do apoio do IEL iniciamos o processo: 15 e 16/10 – APL – Organizamos o I Encontro do setor e o IEL e utilizamos a Metodologia da Investigação Apreciativa, para definirmos um Planejamento Compartilhado e a partir daí formamos o APL. 9 e 10/11 - Participamos do I Simpósio de Tecnologia para APL de base Mineral em BH. 1 e 2/12 - Apresentamos a iniciativa de formação do APL no I Congresso Paranaense da Indústria em Curitiba. 10/12 – Organizamos um Seminário “Melhores Práticas para a formação de um APL de base mineral” na APPC com a presença do consultor do APL de Gemas e o MCT.

6 /12 - Formamos uma comissão de estudos no APL para desenvolver um Termo de Referencia, a ser encaminhado ao CT- Mineral, com um histórico do setor e apresentação dos projetos, definidos, em reunião com o setor, de PROJETOS ESTRUTURANTES, que têm por objetivo fortalecer e organizar o setor. São eles: 1. Estudar os mercados do Cal e Calcário 2. Centralizar as Informações do Cal e Calcário 3. Criar um SIG (Sistema de Informações geo-referenciais do setor do Cal e Calcário). 4. Desenvolver e implantar um programa de diferencial da qualidade do Calcário do PR. 5. Otimizar os parâmetros operacionais nos processo de queima (calcinação) da pedra calcária. 6. Formatar cursos para a capacitação técnicos e empresários do setor e implementar a primeira turma de cada curso. Histórico

7 2005 Janeiro - Encaminhamos ao Ministério de Minas e Energia o Termo de Referencia do nosso setor incluindo os nossos PROJETOS ESTRUTURANTES. Março - O nosso APL foi reconhecido pela Secretaria Estadual de Indústria e Comércio na Redes Estadual de APL no Paraná e também foi reconhecido pelo MDIC no âmbito federal. 28 e 29/04 - Organizamos uma Missão empresarial à Caçapava do Sul para conhecer e dividir a experiência do funcionamento da Central de Vendas de Calcário, formada entre as Indústrias daquela região. Maio - O CT Mineral aprova uma verba de R$ 500 mil para o nosso APL, após examinar o nosso Termo de Referencia enviado em Janeiro de 2005 e informa que verba irá através da FINEP e que sua entrega será em 08 de Julho de /06 - Divulgamos o andamento do nosso APL, através de uma palestra, na I Devolutiva do Congresso Regional da Indústria Paranaense. Histórico

8 /06 - Organizamos um Workshop, na Secretaria de Planejamento do Estado, com a presença dos atores envolvidos no APL, juntamente com o analista dos projetos junto ao MME, com o objetivo de discutir a apresentação e o detalhamento dos nossos PROJETOS ESTRUTURANTES que seriam apresentados à FINEP, debatendo, justificando, esclarecendo e arredondando detalhes para correção e envio para a FINEP. Junho - Implementamos o Projeto da Central de Vendas do Calcário trazendo benefícios a todos os produtores. 08/07 – Enviamos os Projetos Estruturantes do setor para a FINEP. Histórico

9 /08 – O APL articula uma ação de otimização de custos da logística do escoamento da produção do Calcário, na Região de Castro, concretizando um acordo entre a Prefeitura, empresas transportadoras e produtores, com o objetivo de fixar as empresas de transporte no município. 12 a 16/10 - Uma missão empresarial formada por membros do APL foram para a Itália em busca de novas tecnologias e parcerias comerciais para o setor. Os empreendedores visitaram, a SAIE “Salone Internazionale Dell’Industrializzazione Edilizia”, uma das maiores feiras de materiais de construção do mundo. Algumas cidades que são pólos produtores também foram visitadas, como: Bologna, Perúgia, Forli, Rimini, Firenze e algumas cidades vizinhas. 28 e 29/11- Participamos de um Seminário de Cooperativismo e formas associativas na Mineração em Brasília e visitamos a Central de vendas de Calcário – VITACAL – Goiânia. Novembro – Recebemos o contrato para assinatura do convenio com a FINEP. Histórico

10 2006 Janeiro – O APL participa da formação das Centrais de Vendas do Calcário sendo uma Central em Almirante Tamandaré com 9 empresas e uma Central em Castro com 4 empresas; O APL inicia os trabalhos junto ao TECPAR para detalhar os editais para concorrência para execução dos projetos estruturantes. Fevereiro - Participação conjunta das empresas (Centrais de vendas) na feira Show Rural em Cascavel. 08/03 - Reune a equipe do APL para definir o PDI – Plano de Desenvolvimento do APL para entrega ao MDIC. Abril – Concorrência concluída para contratação das empresas que executarão parte dos projetos estruturantes, devido a chegada e 50% da verba. Setembro – O APL apresenta propostas aos candidatos a Governo do Estado do PR e a deputados federais. Dezembro – O APL recebe da FIEP, SENAI e SEBRAE uma ajuda de custos para gerenciamento dos projetos do APL. Histórico

11 2007 Março – Iniciamos o curso de Gestão Empresarial com 25 participantes e também o curso atualização para Técnicos em Mineração com a participação de 10 profissionais. Histórico

12 Problemas Dificuldade de manter interesse do empresário nas atividades do APL devido ao prazo dos resultados das ações. Crise no setor reduzindo proporcionalmente o nível de associativismo.

13 Fatores de sucesso Determinar o planejamento estratégico do setor. Ter o interesse e o apoio dos parceiros como governo Federal (MCT), das secretarias do governo do estado do PR, Mineropar, FIEP, IEL e SENAI. Ter um executivo do APL que coordena os projetos e atividades, estimula os empresários e desenvolve projetos com ajuda dos parceiros.

14 OBRIGADO! Informações Coordenação do APL Alzemir Gulin Fone: (41)


Carregar ppt "Setembro 2.007. Nº de indústrias de Cal e Calcário: 90 Principais Municípios integrantes do APL: Colombo, Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré, Itaperuçú,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google