A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSULTORIA APL DE CAL E CALCÁRIO DE CURITIBA / PR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSULTORIA APL DE CAL E CALCÁRIO DE CURITIBA / PR."— Transcrição da apresentação:

1 CONSULTORIA APL DE CAL E CALCÁRIO DE CURITIBA / PR

2 CONSULTORIA Cidade Pólo: Curitiba Municípios: Adrianópolis, Almirante Tamandaré, Bocaiuva do Sul, Campo Largo, Castro, Cerro Azul, Colombo, Conchal, Iracemápolis, Itaperuçu, Ponta Grossa, Rio Branco do Sul, Sengés, Tunas do Paraná Entidade de apoio: IEL; FINEP-SEBRAE Integra a Rede APL Mineral: APL DE CAL E CALCÁRIO DE CURITIBA / PR

3 CONSULTORIA O calcário é o principal bem mineral produzido na Região Metropolitana de Curitiba. A soma das produções de calcário calcítico e dolomítico coloca o Paraná no terceiro lugar - estados produtores do Brasil.

4 CONSULTORIA 9 dos 26 municípios da RMC - principal fonte de renda e emprego relacionada com a extração de calcário Mais de pessoas dependem diretamente das atividades relacionadas extração e beneficiamento do calcário

5 PROJETO BRACATINGA PROJETO SOCIAL DO SINDICAL

6 Sede: Rod. da Uva, Colombo- PR. Site: E- mail:

7 Responsabilidade social vinculada à atividade empresarial.

8 Proposta Agricultor – planta, corta e vende para as indústrias de cal SINDICAL - Indústrias da cal compram a bracatinga para a calcinação da cal. SEAB – estimula a plantação da bracatinga com pequenos agricultores, inseridos neste programa. IAP – garante a autorização de corte da bracatinga

9 Estimular a plantação da bracatinga; Gerar renda alternativa para o pequeno agricultor; Gerar energia para as Indústrias de Cal.

10 Evento VI Seminário Nacional de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral Rio de Janeiro 06 a 09 de outubro de 2009 Ezilda Furquim Bezerra – Presidente do Sindical

11 CONSULTORIA

12 Forno de Alvenaria (Barranco) Aprox. 200 fornos instalados - 30 t/dia kcal/kg de Cal Virgem CONSULTORIA Capacidade instalada para produção de Cal – 2,0 milhões de t/ano Estimativa dos gastos com a utilização de serragem (matriz atual) – 120 milhões de reais / ano Dependente unicamente da madeira como única matriz energética (serragem e lenha de bracatinga); Risco de apagão devido diminuição da oferta de serragem e aumento do preço

13 META FÍSICA 3 PROSPECÇÃO DE MATRIZES ENERGÉTICAS ALTERNATIVAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO DE CAL NO PARANÁ 2008 Execução : OPTIMIZA CONSULTORIA LTDA CONSULTORIA

14 Prospectar mínimo de quatro matrizes energéticas alternativas para suprir a necessidade térmica dos fornos de cal instalados no APL CONSULTORIA

15 Fornos licenciados ambientalmente apenas para queima de madeira e derivados Sistema de injeção e controle na calcinação com tecnologia obsoleta restringindo a utilização de diferentes combustíveis Inexistência de tratamento dos gases provenientes da combustão restringindo a utilização de combustíveis fósseis CONSULTORIA

16 Total de 30 matrizes energéticas - Prospectadas 10 matrizes CONSULTORIA

17 Quanto a Viabilidade: Técnica, Economica e Ambiental 6 matrizes CONSULTORIA

18 Matrizes: Viáveis / Não Viáveis CONSULTORIA

19

20

21 A viabilidade econômica das matrizes aumenta na medida em que estas venham se exploradas em larga escala e de forma conjunta e planejada pelo APL. Muitas matrizes podem se tornar inviáveis devido seu custo de implantação se forem exploradas de forma individualizadas ou ainda sem o devido planejamento estratégico. CONSULTORIA

22 O estudo não identificou nenhuma matriz energética tal como a serragem hoje é disponibilizada para o APL, ou seja, pronta para uso. O estudo identificou matrizes energéticas viáveis para o setor, porém, todas necessitam de ações planejadas e investimento, principalmente na pesquisa e desenvolvimento das mesmas. CONSULTORIA

23 Os projetos de pesquisa e desenvolvimento destas matrizes alternativas tem como principal objetivo: -garantir a PERPETUAÇÃO de um mecanismo limpo por meio da continuidade do uso de biomassa como fonte de energia evitando a migração para combustíveis fósseis - garantir a médio e longo prazo a energia necessária para manter os fornos do APL - modernização dos sistemas de queima dos fornos para absorver as novas matrizes e melhorar sua eficiência térmica; - desenvolvimento e implantação de controle das emissões atmosféricas CONSULTORIA

24 - USINA PILOTO - desenvolvimento das matrizes alternativas Investimento estimado em R$ para implantação de uma usina piloto de biomassa processamento de 600 t/dia, ou seja, um processamento para fornecer Gcal/dia Esta usina piloto já seria capaz de abastecer 20% fornos de cal - PESQUISA E DESENVOLVIMENTO do cultivo das espécies vegetais – oportunidade para desenvolvimento da agricultra familiar regional

25 (41) CONSULTORIA


Carregar ppt "CONSULTORIA APL DE CAL E CALCÁRIO DE CURITIBA / PR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google