A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Matheus Fadini Oscar Guimarães Rayan Carretta Helder Ivo Pandolfi.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Matheus Fadini Oscar Guimarães Rayan Carretta Helder Ivo Pandolfi."— Transcrição da apresentação:

1 Matheus Fadini Oscar Guimarães Rayan Carretta Helder Ivo Pandolfi

2 O PROÁLCOOL foi um programa bem-sucedido de substituição em larga escala dos derivados de petróleo. Foi desenvolvido para evitar o aumento da dependência externa de divisas quando dos choques de preço de petróleo. Benefícios: Depois da implantação do programa em 14 de novembro de 1975, foi evitado a emissão de cerca de 110 milhões de toneladas de carbono (contido no CO2). A importação de aproximadamente 550 milhões de barris de petróleo. Proálcool – Programa Brasileiro de Álcool

3

4 Biomassa Sólida; Biocombustíveis Gasosos; Biocombustíveis Líquidos: Etanol Biodiesel Metanol

5

6

7 Concentração de CO2 atmosférico; Principais fatores que impulsionam o desenvolvimento tecnológico para aproveitamento da biomassa energética: Mudanças climáticas. Importância da energia de biomassa. Crescente demanda por energia.

8 Objetivo da agroenergia Desenvolver e transferir conhecimento e tecnologias que contribuam para a produção sustentável da agricultura de energia. Uso racional da energia renovável. Objetivos específicos:

9 Apoio à mudança da matriz energética; Propiciar condições para o aumento da participação de fontes de agroenergia na composição da matriz energética; Permitir a ampliação das oportunidades de renda; Contribuir para a redução das emissões de gases de efeito estufa; Contribuir para a redução das importações de petróleo; Contribuir para o aumento das exportações de biocombustíveis;

10 Plano Nacional de Agroenergia Objetivo: a. Sustentabilidade da matriz energética; b. Geração de emprego e renda ; c. Otimização do aproveitamento de áreas antropomorfizadas; d. Competitividade e racionalidade energética nas cadeias do agronegócio nacional; e. Desenvolvimento de soluções que integrem a geração de agroenergia e a eliminação de perigos sanitários ao agronegócio;

11 Desenvolvimento do Plano A estratégia para a consecução desses objetivos pressupõe uma equipe técnica multidisciplinar organizada; Parcerias organizacionais e estratégicas; Treinamento e a garantia de fontes de financiamento; Utilizar tecnologia adequada aos diferentes ecossistemas e ambientes; Ampliar as oportunidades de emprego e renda; A sustentabilidade dos sistemas, a qualidade de vida, e conferindo autonomia para trabalhadores rurais ou suas organizações. Desenvolvimento de tecnologia agronômica que permita obter matéria prima adequada; A atuação ocorrerá no cerne das principais cadeias produtivas (etanol, biodiesel, biomassa florestal, biogás e resíduos agropecuários e da agroindústria) As cadeias produtivas serão contempladas com as seguintes prioridades estratégicas:

12

13 Agroenergia no Brasil * 140 milhões de hectares de área adicional agricultável; * Reúne as melhores condições para liderar a agricultura de energia; * Indústria brasileira geradora de agroenergia é reconhecida como uma das mais eficientes em termos de tecnologia e gestão do negócio; * Grande diversidade de espécies vegetais oleaginosas;

14 Referências * MRP Bacchi - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada– CEPEA2006 – cepea.esalq.usp.br * * MCS de Sousa - Pesquisa e planejamento econômico, 1987 – ppe.ipea.gov.br


Carregar ppt "Matheus Fadini Oscar Guimarães Rayan Carretta Helder Ivo Pandolfi."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google