A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14."— Transcrição da apresentação:

1 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 1 V Oficina de PIR na USP Planejamento Integrado de Recursos Projeto Araçatuba FAPESP Coordenador: Miguel Edgar Morales Udaeta "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Alex Leão Genovese Análise da biomassa como fonte energética 03 de Maio de 2006

2 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 2 INTRODUÇÃO Recursos mundiais de biomassa são enormes Existem técnicas para gerar energia de forma economicamente eficiente No Brasil, a biomassa possui vantagens significativas, principalmente por: –Diversificar a matriz energética brasileira. –Contribuir para um desenvolvimento sustentável. Mão de obra local e suprimento de energético em comunidades isoladas. –Apresentar vantagens ambientais quando comparada aos combustíveis fósseis, principalmente em termos de emissões de gases do efeito estufa. Esse contexto foca a difusão da utilização de biomassa como opção estratégica e social para o planejamento energético do país.

3 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 3 APROVEITAMENTO DA BIOMASSA POR COMBUSTÃO DIRETA Combustão é uma das tecnologias mais antigas da humanidade e tem sido usada por mais de um milhão de anos. Reduzida emissão de poluentes. –Baixo conteúdo de enxofre –Emissão de CO2 considerada nula. Gás é reabsorvido no próximo ciclo de vida da planda (fotossíntese) –Contém pouca cinza (1% ou menos) No Brasil –Lenha –Serragem e cavacos –Bagaço de cana

4 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 4 POTENCIAL ENERGÉTICO – Resíduos agropecuários Biomassa na Matriz Energética (BEN2004) –Participação de 2,86% na matriz 1,69% Bagaço de cana 1,17% resíduos madereiros e agrícolas Setor sucroalcooleiro: –Usinas auto-suficientes, produção de excedentes (co-geração) –Ciclos a vapor Setor madeireiro e arrozeiro –Potencial de pequena importância do ponto de vista nacional –Grande relevância nas regiões onde existem (PA, RO, MT – nativa; SC, PR e SP – plantada)

5 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 5 APROVEITAMENTO DE ÓLEOS VEGETAIS 1975 – Pró-Óleo –Gerar excedente de óleo vegetal capaz de tornar seus custos de produção competitivos com os do petróleo –Mistura de 30% de óleo vegetal no óleo diesel, com perspectivas para sua substituição integral em longo prazo. Biodiesel –Avanço nas pesquisas no últimos 20 anos –Fase inicial de comercialização –Alternativas de matéria-prima: Potencialidades Regionais Plantas nativas com bons resultados laboratoriais, mas com exploração extrativa

6 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 6 MATERIAS-PRIMAS BIODIESEL Dentre as várias alternativas, merecem destaque a soja, cujo óleo representa 90% da produção brasileira de óleos vegetais, o dendê e o girassol, pelo rendimento em óleo, e a mamona, pela resistência à seca.

7 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 7 ASPECTOS SOCIO-AMBIENTAIS - Biodiesel Benefícios sociais: –Alto índice de geração de emprego –Valorização do campo –Promoção do trabalhador rural –Demanda por mão-de-obra qualificada –Exemplo - Canto do Buriti –PI Benefícios Ambientais: –Ausencia de enxofre –Não geração de poluentes para produção industrial –Mais limpo que óleo diesel – melhor qualidade do ar.

8 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 8 PROGRAMAS DE SUCESSO Alemanha: –Frota de veículos leves, coletivos e de carga movidos a biodiesel puro –Plantações específicas para fins energéticos Itália e França: –Iniciaram estudos com biodiesel na decada de 80 –Hoje o biodiesel é fonte regular de combustível

9 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 9 BIOGÁS Gás inflamável produzido pela fermentação de matéria orgânica Composição média do biogás

10 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética VANTAGENS NA UTILIZAÇÃO DE BIOGÁS A redução das necessidades de lenha poupa as matas. Importante meio de estímulo a agricultura, promovendo a devolução de produtos vegetais ao solo e aumentando o volume e a qualidade de adubo orgânico. Os excrementos fermentados aumentam o rendimento agrícola. O biogás, substituindo o gás de petróleo no meio rural elimina os custos do transporte de bujão de gás dos estoques do litoral ao interior. Recurso eficiente para tratar os excrementos e melhorar a higiene e o padrão sanitário do meio rural.

11 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética PODER CALORÍFICO INFERIOR - PCI Comparação do P.C.I do biogás e outros gases

12 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética EQUIVALÊNCIAS ENERGÉTICAS

13 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética BIODIGESTORES Tanque protegido do contato com o ar atmosférico, onde a matéria orgânica contida nos efluentes é metabolizada por bactérias anaeróbias (que se desenvolvem em ambiente sem oxigênio). Subprodutos: –Biogás –Parte sólida que decanta no fundo do tanque (biofertilizante), –Parte líquida que corresponde ao efluente mineralizado (tratado). Biodigestor de produção contínua Biodigestor de produção descontínua

14 Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14 BIODIGESTOR


Carregar ppt "Alex Leão Genovese V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Biomassa como fonte energética 14."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google