A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização."— Transcrição da apresentação:

1 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 1 V Oficina de PIR na USP Planejamento Integrado de Recursos Projeto Araçatuba FAPESP Coordenador: Miguel Edgar Morales Udaeta "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Maurício Guimarães Sabbag Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Foto e/ ou Imagem 03 de Maio de 2006

2 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 2 Justificativas

3 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 3 Os motores a óleo vegetal possibilitam uma redução enorme de gases poluentes, redução de até 53% de monóxido de carbono, 78% de dióxido de carbono (gás responsável pelo efeito estufa, que esta alterando o clima à escala mundial), além de não emitir dióxido de enxofre (um dos causadores da chuva ácida). alternativa à dependência do petróleo e de seus derivados. É um novo mercado para as oleaginosas, com perspectiva da redução de poluentes, além de favorecer um novo ramo da agroindústria, com efeito multiplicador em vários segmentos da economia, envolvendo óleos vegetais, álcool, óleo diesel e mais os insumos e subprodutos da produção do éster vegetal. possibilita a geração de empregos, promovendo o desenvolvimento da agricultura nas zonas rurais mais desfavorecidas e evitando a desertificação. queima limpa, derivado de fontes naturais e renováveis como os vegetais. É uma alternativa altamente viável que resolve dois grandes problemas ambientais ao mesmo tempo: aproveita resíduos, aliviando os aterros sanitários, e reduz a poluição atmosférica.

4 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 4 A Alemanha se tornou o maior produtor e consumidor europeu de biodiesel a partir da canola, com capacidade de 1 milhão de toneladas por ano. Ariosto Holanda

5 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 5

6 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 6

7 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 7 BIODIESEL PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO Marco regulatório e modelo tributário: Leis e de 2005, Decretos, Resoluções da ANP, Instruções Normativas do MDA e SFR/MF; Selo Combustível Social (Mamona e palma, agricultura familiar no Norte e Nordeste); Resolução do CNPE número 3: leilões de compra de Biodiesel; Leilão de 23/11/2005: 70 milhões de litros, R$ 1,90/litro, fornecido por Agropalma, Brasil Ecodiesel, Granol, Soyminas; Fonte: IV Fórum Biodiesel, Ministro da Agricultura

8 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 8 Para produzir e comercializar Autorização ANP (Resolução número 41, de 2004); Registro Especial na Secretaria da Receita Federal; Para obter o Selo Combustível Social Adquirir percentuais mínimos de matéria-prima do agricultor familiar: 50% no NE; 30% no S e SE; 10% no N e CO; Celebrar contatos com agricultores familiares e prestar assistência técnica; Aprovar projeto no MDA (IN MDA número 2, de 2005)

9 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 9 Constatações …ao Governo não cabe recomendar tecnologias ou rotas tecnológicas, como se diz tecnicamente, porque essas devem ser adaptadas a cada realidade Fonte: Governo Federal - Brasil pode ser a Arábia Saudita dos Biocombustíveis Federico Kladt, gerente de tecnologia da BUNGE Alimentos; Biocombustíveis são a ponte de ligação entre a era do carbono e a era do hidrogênio;

10 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 10

11 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 11

12 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 12

13 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Produção de Biocombustíveis Empreendimento-modelo para produção de biodiesel integrado a Usinas do setor sucroalcooleiro

14 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Transesterificação de triglicerídeos, onde R1, R2 e R3 representam as cadeias carbônicas de ácidos graxos É a reação de um lipídio com um álcool para formar ésteres e glicerol (glicerina). A figura mostra a reação de transesterificação de um triglicerídio (óleo de soja) com etanol. A reação é reversível, portanto faz-se necessário excesso de álcool para forçar o equilíbrio para o lado do produto desejado. Somente álcoois simples como metanol, etanol, propanol, butanol e amil-álcool podem ser usados na transesterificação. O etanol é renovável e muito menos tóxico que o metanol e, agregado à indústria sucro-alcooleira, será o álcool utilizado no presente estudo.

15 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Fonte: ÚNICA

16 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Considerando - se o quadro anterior, tem-se uma área média de ha por usina, apropriada para o plantio de oleaginosas durante os 6 meses que precedem o novo plantio da cana : Fonte: BNDES

17 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel triturador prensa cozinhador

18 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Após a reação de transesterificação, a massa reacional final é constituída de duas fases, separáveis por decantação e/ou por centrifugação. A fase mais pesada é composta de glicerina bruta, impregnada dos excessos utilizados de álcool, de água, e de impurezas inerentes à matéria prima. A fase menos densa é constituída de uma mistura de ésteres etílicos. Recuperação do álcool da glicerina: A fase pesada contendo água e álcool é submetida a um processo de evaporação, eliminando-se da glicerina bruta esses constituintes voláteis, cujos vapores são liquefeitos num condensador apropriado. centrífuga

19 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel Recuperação do álcool dos ésteres Da mesma forma, mas separadamente, o álcool residual é recuperado da fase mais leve, liberando para as etapas seguintes os ésteres etílicos. Desidratação do álcool Os excessos residuais de álcool, após os processos de recuperação, contém quantidades significativas de água, necessitando de uma separação. A desidratação do álcool é feita normalmente por destilação. Purificação dos ésteres Os ésteres deverão ser lavados por centrifugação e desumidificados posteriormente, resultando finalmente o biodiesel, o qual deverá ter suas características enquadradas nas especificações das normas técnicas estabelecidas para o biodiesel como combustível para uso em motores do ciclo diesel. Destilação da glicerina A glicerina bruta emergente do processo, mesmo com suas impurezas convencionais, já constitui um sub-produto vendável. No entanto, o mercado é muito mais favorável à comercialização da glicerina purificada, quando o seu valor é realçado. A purificação da glicerina bruta é feita por destilação a vácuo, resultando em um produto límpido e transparente, denominado comercialmente de glicerina destilada.

20 Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização de biodiesel 20 OBRIGADO


Carregar ppt "Maurício Guimarães Sabbag V Oficina: "Como Considerar Variáveis Sociais, Ambientais e Políticas no Planejamento Energético" Aspectos ambientais na utilização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google