A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Environmental Accounting Emergy and Environmental Decision Making Capítulo 05 Emergy Evaluation Procedure Guilherme Francescatto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Environmental Accounting Emergy and Environmental Decision Making Capítulo 05 Emergy Evaluation Procedure Guilherme Francescatto."— Transcrição da apresentação:

1 Environmental Accounting Emergy and Environmental Decision Making Capítulo 05 Emergy Evaluation Procedure Guilherme Francescatto

2 PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO EMERGÉTICA Ocorre em 3 etapas:  Construção do Diagrama de Sistemas;  Construção da Tabela de Avaliação Emergética;  Cálculo de Índices Emergéticos;

3 1ª Diagrama de Sistemas Identificar os componentes do sistema: inputs e outputs; Definir o limite da janela de visualização geral dos sistemas; Listar as fontes importantes (causas externas, fatores externos, e funções de forças); Listar os componentes principais dentro dos limites e das unidades;

4 Diagrama de Sistemas Listar os processos (fluxos, relacionamentos, interações, processos de produção e consumo e assim por diante); Desenhar o diagrama de sistemas, começando com as fontes externas arranjadas em torno da forma retangular que marca o limite;

5

6 Cores Diagrama de Sistemas Luz Solar e Disperção de Calor: Amarelo Produtores: Verde Recursos (água, nutrientes, materiais): Azul Consumidores: Vermelho Dinheiro: Violeta

7 Complexidade e Agregação Em diagramas de escalas de tempo maior, agrega- se os componentes com menor duração de tempo; Primeiro diagrama deve ser mantido; Deve-se incluir armazenamentos na avaliação emergética quando seu tempo de retorno for maior do que um ano. Diagramas detalhados são combinados em categorias agregadas com o propósito de responder a uma questão específica.

8 Diagrama Complexo

9

10 Diagrama Agregado

11 2ª Tabela de Avaliação de Emergia Cada linha na tabela é um “caminho” de entrada no diagrama agregado do sistema observado.

12 Tabela de Avaliação de Emergia Coluna 1: o número da linha e anotação que contém as fontes e os cálculos para aquele item;Coluna 1: Coluna 2: nome do item que corresponde no diagrama (nome do recurso);Coluna 2: Coluna 3: contém o valor numérico da quantidade de cada fluxo. A maioria das vezes as unidades são em energia (Joules/ano), mas às vezes são em gramas por ano;Coluna 3:

13 Tabela de Avaliação de Emergia Coluna 4: contêm a transformidade do item;Coluna 4: Coluna 5: contêm a emergia solar que é o produto das unidades na Coluna 3 pela transformidade na Coluna 4;Coluna 5: Coluna 6: contêm o valor do fluxo de energia (emdollar), resultado da divisão da emergia Solar na Coluna 5 pela razão emergia/dinheiro, independentemente calculada, para a economia da nação, relevante ao sistema.Coluna 6:

14 Avaliando Emergia Solar vinda do Sistema Terra Ponto Inicial; O sistema Terra contribui com várias entradas (inputs): sol, vento, chuva, ciclos terrestres;

15 Recursos Adquiridos(comprados): Os fluxos adquiridos de fora e trazidos para o sistema tem dois componentes:  Um é a emergia contida na energia disponível que é trazida dentro;  O outro é a emergia que suportou os serviços humanos.

16 Avaliação de Serviços Quando um produto é avaliado pela transformidade, os serviços que geraram este produto devem estar incluídos nessa transformidade. O fluxo total do dólar pode ser usado para avaliar serviços;

17 Comparando a linha dos itens na tabela da análise de Emergia: Comparações de emergia ou dos emdollars equivalentes mostram imediatamente que são as mais importantes e a maioria contribuem à economia combinada com natureza e a humanidade;

18 3ª Cálculo dos Índices Emergéticos Transformidade Solar (Tr): é obtida dividindo-se a emergia que o sistema incorporou ao produto final (Y) pela energia produzida pelo sistema (E); Tr=Y/E;:Transformidade Solar (Tr): Taxa de Rendimento Emergético (EYR): relação do total de emergia investida (Y)por unidade de retorno econômico (F); EYR = Y/FTaxa de Rendimento Emergético (EYR):

19 Índices Emergéticos Taxa de Intercâmbio Emergético (EER): Obtido através da razão emergia/dinheiro, onde a emergia contabiliza todas as fontes energéticas usadas pelo sistema natureza- economia humana do país em determinado ano, e o dinheiro é o produto nacional bruto; EER = Y/($)(seJ/$)

20 Índices Emergéticos Taxa de Investimentos (EIR): é obtido através da divisão dos recursos da economia (F) pelos recursos provenientes da natureza (I); EIR = F/I (Mn+Sn)/(R+Mr+Sr+N) Mn: mateirais; Sn: Serviços; R: Renováveis Mr: fluxo emergético materiais ; Sr: Fluxo emergético serviços; N: não renováveis

21 Rendimento de Emergia por Dinheiro Gasto Rendimentos emergéticos relacionados com os custos de dólar; Pode ser útil para tomada decisões sobre alternativas entre Custos(gasto) de Dinheiro.

22 Emergia dos Armazenamentos Armazenagens com períodos de 1 ano são inclúidos na tabela de fluxos, mas não na tabela de armazenamento

23 Santa Fe Swamp

24 Fim! Obrigado pelas palmas!

25 Energia Total Outputs (J)

26


Carregar ppt "Environmental Accounting Emergy and Environmental Decision Making Capítulo 05 Emergy Evaluation Procedure Guilherme Francescatto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google