A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As Sete Últimas Pragas os Ímpios e os Justos Elaborado por Pastor Eduardo Camargo Cap. XVII e XVIII do Livro Eventos Finais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As Sete Últimas Pragas os Ímpios e os Justos Elaborado por Pastor Eduardo Camargo Cap. XVII e XVIII do Livro Eventos Finais."— Transcrição da apresentação:

1 As Sete Últimas Pragas os Ímpios e os Justos Elaborado por Pastor Eduardo Camargo Cap. XVII e XVIII do Livro Eventos Finais

2 Juízo Pré-Advento 3 Mensagens Angélicas Sinais da Volta de Jesus Sacudidura Chuva Serôdia / Alto Clamor Perseguição Sinal da Besta Selo de Deus Angústia de Jacó As Sete Pragas

3 Serão Derramadas as Taças da Ira de Deus Logo o mundo será abandonado pelo anjo da misericórdia, e as sete últimas pragas estão para ser derramadas.... Os raios da ira de Deus estão prestes a cair, e quando Ele começar a punir os transgressores, não haverá um período de pausa até ao fim.

4 Apocalipse 7:1-3 Quatro poderosos anjos detêm os poderes da Terra até que os servos de Deus sejam selados na fronte. As nações do mundo estão ansiosas por conflitos, mas são refreadas pelos anjos. Quando for removido esse poder moderador, virá um tempo de aflição e angústia.

5 Serão inventados mortíferos artefactos de guerra.

6 O Mundo Inteiro se Envolverá em Ruína Satanás mergulhará então os habitantes da Terra em uma grande angústia final. O mundo inteiro se envolverá em ruína mais terrível do que a que sobreveio a Jerusalém na antiguidade.

7 Deus é Justo Bem Como Misericordioso A glória de Deus é ser misericordioso, cheio de clemência, benignidade, bondade e verdade. Mas a justiça manifestada em punir o pecador é tão verdadeiramente a glória do Senhor como a manifestação de Sua misericórdia.

8 A Certeza dos Juízos de Deus Assim como não é possível medir o céu a palmos, também não é possível calcular a agravante natureza do pecado contra esse Deus. O Senhor é um governante moral, bem como um Pai. Ele é o Legislador. Faz e executa Suas leis. A lei que não tem penalidades é ineficaz.

9 As Duas Primeiras Pragas "Fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem." O mar "se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente." Apocalipse 16:2 e 3.

10 A Terceira Praga E os rios e fontes das águas "se tornaram em sangue". Terríveis como são estes castigos, a justiça de Deus é plenamente reivindicada. Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também Tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores." Apoc. 16:2-6. Condenando o povo de Deus à morte, são tão culpados do crime do derramamento de seu sangue como se este tivesse sido derramado por suas próprias mãos.

11 A Quarta Praga Na praga que se segue, é dado poder ao Sol para que "abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores". Apoc. 16:8 e 9. Os profetas assim descrevem a condição da Terra naquele tempo terrível: "E a Terra [está] triste;... porque a colheita do campo pereceu." "Todas as árvores do campo se secaram, e a alegria se secou entre os filhos dos homens."

12 Estas pragas não são universais, ao contrário os habitantes da Terra seriam inteiramente exterminados. Contudo serão os mais terríveis flagelos que já foram conhecidos por mortais.

13 A Quinta Praga Com brados de triunfo, zombaria e imprecação, multidões de homens maus estão prestes a cair sobre a presa, quando, eis, um denso negror, mais intenso do que as trevas da noite, cai sobre a Terra. Apoc. 16: 10-11

14 Os Perdidos Condenam Seus Falsos Pastores Membros da igreja que viram a luz e se convenceram, mas confiaram a salvação de sua alma ao pastor, no dia de Deus ficarão sabendo que outra pessoa não pode pagar o resgate por suas transgressões. Haverá um terrível clamor: "Estou perdido, eternamente perdido!" Homens ficarão com vontade de despedaçar os pastores que pregaram falsidades e condenaram a verdade.

15 A Sexta Praga Os espíritos diabólicos sairão aos reis da Terra e ao mundo inteiro, para segurá- los no engano, e forçá-los a se unirem a Satanás em sua última luta contra o governo do Céu. Apoc. 16: 12-14

16 A Sétima Praga Precisamos estudar o derramamento da sétima taça. (Apoc. 16:17-21.) Os poderes do mal não capitularão no conflito sem uma luta. Mas a Providência Divina tem uma parte a desempenhar na batalha do Armagedom.

17 Quando a Terra for iluminada com a glória do anjo de Apocalipse 18, os elementos religiosos, bons e maus, despertarão do sono, e os exércitos do Deus vivo pôr-se-ão em campo.

18 As Sete Últimas Pragas e os Justos Quando se encerrar a mensagem do terceiro anjo, …O povo de Deus terá cumprido a sua obra. Recebeu a "chuva serôdia", "o refrigério pela presença do Senhor", e acha-se preparado para a hora probante que diante dele está.

19 Terrível e Além da Compreensão O tempo de agonia e angústia que diante de nós está, exigirá uma fé que possa suportar o cansaço, a demora e a fome - fé que não desfaleça ainda que severamente provada.

20 Muitos Serão Levados a Repousar Antes do Tempo de Angústia Nem sempre é prudente suplicar cura incondicional.... Ele sabe se aqueles em favor de quem se fazem petições seriam capazes de suportar a aflição e a prova que sobre eles viriam caso vivessem.

21 Os Remanescentes Fazem de Deus a sua Defesa Daniel 12:1 Quando vier este tempo de angústia, todo caso estará decidido; não mais haverá graça, nem misericórdia para o impenitente. O selo do Deus vivo estará sobre o Seu povo.

22 Os amados de Deus passarão dias penosos, presos em correntes, retidos pelas barras da prisão, sentenciados à morte, deixados alguns aparentemente para morrer à fome nos escuros e fétidos calabouços.

23 O povo de Deus, nesse tempo, não está todo ele num só lugar. Eles se encontram em grupos diferentes e em todas as partes da Terra; e serão provados individualmente, não em grupos. Cada um terá de resistir à prova por si mesmo.

24 Os Santos não Perderão a Vida Deus não consentiria que os ímpios destruíssem aqueles que estavam esperando pela sua trasladação, e que se não encurvariam ao decreto da besta nem receberiam o seu sinal.

25 O Senhor tem-me mostrado repetidamente que é contrário à Bíblia fazer qualquer provisão para o tempo de angústia. Vi que se os santos tivessem alimento acumulado por eles no campo no tempo de angústia, quando a espada, a fome e pestilência estão na Terra, seria tomado deles por mãos violentas e estranhos ceifariam os seus campos.

26 Será para nós então tempo de confiar inteiramente em Deus, e Ele nos sustentará. Vi que nosso pão e nossa água serão certos nesse tempo, e que não teremos falta nem padeceremos fome, pois Deus é capaz de estender para nós uma mesa no deserto.


Carregar ppt "As Sete Últimas Pragas os Ímpios e os Justos Elaborado por Pastor Eduardo Camargo Cap. XVII e XVIII do Livro Eventos Finais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google