A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prótese Laboratorial II Prof. Vani Teixeira Turma 6207 – 2011 Complementação aula PPR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prótese Laboratorial II Prof. Vani Teixeira Turma 6207 – 2011 Complementação aula PPR."— Transcrição da apresentação:

1

2 Prótese Laboratorial II Prof. Vani Teixeira Turma 6207 – 2011 Complementação aula PPR

3 Prótese Parcial Removível CLASSIFICAÇÃO DOS ARCOS PARCIALMENTE DENTADOS

4 Nenhuma classificação é completa devido à quantidade muito grande de variáveis. Devemos sempre nos basear em mais de um método de classificação para o planejamento da prótese. Nenhuma classificação é completa devido à quantidade muito grande de variáveis. Devemos sempre nos basear em mais de um método de classificação para o planejamento da prótese.

5 Didática Comunicação Planejamento do tratamento Sistematização do desenho Didática Comunicação Planejamento do tratamento Sistematização do desenho

6 “Uma classificação pouco ou nada significa a menos que apresente aplicação clínica” Applegate 1960 “Uma classificação pouco ou nada significa a menos que apresente aplicação clínica” Applegate 1960

7 1.Sayzar 2.Rumpel 3.Müller e Elbrecht 4.Wild 5.Cummer 6.Kennedy 1.Sayzar 2.Rumpel 3.Müller e Elbrecht 4.Wild 5.Cummer 6.Kennedy

8 Baseia-se no suporte (rebordo alveolar e dentes) para a confecção da prótese Baseia-se no suporte (rebordo alveolar e dentes) para a confecção da prótese

9 Dentosuportada Mucodentosuportada Mucosuportada

10 Classificação de Sayzar mucodentosuportada Classificação de Sayzar mucodentosuportada

11 Classificação de Sayzar Mucodentosuportada (dentomucosuportada) Classificação de Sayzar Mucodentosuportada (dentomucosuportada)

12 Classificação de Sayzar mucosuportada Classificação de Sayzar mucosuportada

13 Classifica a prótese de acordo com o meio de transmissão de carga mastigatória ao osso alveolar comparado ao sistema estomatognático normal Classifica a prótese de acordo com o meio de transmissão de carga mastigatória ao osso alveolar comparado ao sistema estomatognático normal

14 Transmissão através do ligamento periodontal NORMALIDADE Transmissão através da fiobromucosa ANORMALIDADE

15 Classificação de Rumpel Classificação de Rumpel FISIOLÓGICA Quando a carga oclusal é transmitida ao osso alveolar subjacente através do ligamento periodontal FISIOLÓGICA Quando a carga oclusal é transmitida ao osso alveolar subjacente através do ligamento periodontal

16 Baseiam sua classificação no rendimento da futura PPR com as possíveis movimentações que possa ter devido à presença ou não de sistemas de alavancas Baseiam sua classificação no rendimento da futura PPR com as possíveis movimentações que possa ter devido à presença ou não de sistemas de alavancas

17 Classificação de Müller e Elbrecht Classificação de Müller e Elbrecht Intercalar Segmento edentado limitado por dentes com ausência de sistema de alavancas Intercalar Segmento edentado limitado por dentes com ausência de sistema de alavancas

18 Classificação de Müller e Elbrecht Classificação de Müller e Elbrecht Alavanca Presença de extremidade livre com sistema de alavancas Alavanca Presença de extremidade livre com sistema de alavancas

19 Classificação de Müller e Elbrecht Classificação de Müller e Elbrecht Combinada Presença de setores com sistema de alavancas e de setores em situação intercalar Combinada Presença de setores com sistema de alavancas e de setores em situação intercalar

20 Classifica o arco de acordo com as modificações ocorridas na extensão da plataforma oclusal (trabalho oclusal) Classifica o arco de acordo com as modificações ocorridas na extensão da plataforma oclusal (trabalho oclusal)

21 Classificação de Wild Classificação de Wild Diminuição do comprimento do arco

22 Classificação de Wild Classificação de Wild Espaços edentados intercalados no arco

23 Classificação de Wild Classificação de Wild Espaços edentados intercalados associados ao encurtamento do arco

24 Classifica o arco de acordo com a localização das retenções diretas e indiretas induzindo diretamente ao planejamento Classifica o arco de acordo com a localização das retenções diretas e indiretas induzindo diretamente ao planejamento

25 Linha de fulcro Linha de fulcro

26 Linha de fulcro linha de estabilização

27 Classe 1 – quando dois dentes diagonalmente opostos são escolhidos como retentores diretos COM a presença de retenção indireta Classe 1 – quando dois dentes diagonalmente opostos são escolhidos como retentores diretos COM a presença de retenção indireta DIAGONAL de Cummer DIAGONAL de Cummer

28 Classe 2 - quando dois dentes diametralmente opostos são escolhidos como retentores diretos COM a presença de retenção indireta Classe 2 - quando dois dentes diametralmente opostos são escolhidos como retentores diretos COM a presença de retenção indireta DIAMETRAL de Cummer DIAMETRAL de Cummer

29 linha de estabilização Linha de fulcro

30 Classe 3 – quando um ou mais dentes escolhidos como retentores diretos estão situados no mesmo hemiarco SEM a presença de retenção indireta Classe 3 – quando um ou mais dentes escolhidos como retentores diretos estão situados no mesmo hemiarco SEM a presença de retenção indireta UNILATERAL de Cummer UNILATERAL de Cummer

31 Classe 4 – quando três ou mais dentes são escolhidos como retentores diretos formando polígonos SEM a presença de retenção indireta Classe 4 – quando três ou mais dentes são escolhidos como retentores diretos formando polígonos SEM a presença de retenção indireta POLILATERAL de Cummer POLILATERAL de Cummer

32 POLILATERAL de Cummer POLILATERAL de Cummer

33 Classifica o arco de acordo com a sua topografia Classifica o arco de acordo com a sua topografia

34 Classificação de Kennedy Classificação de Kennedy É considerada por todos os estudiosos de classificação e citada em quase todos os livros de PPR e até hoje é a mais utilizada É considerada por todos os estudiosos de classificação e citada em quase todos os livros de PPR e até hoje é a mais utilizada

35 Classe I de Kennedy Extremidade livre bilateral

36 Classe I de Kennedy Extremidade livre bilateral

37 Classe II de Kennedy Extremidade livre unilateral

38 Classe II de Kennedy Extremidade livre unilateral

39 Classe III de Kennedy Edentição posterior limitada por dentes (intercalar)

40 Classe III de Kennedy Edentição posterior limitada por dentes (intercalar)

41 Classe IV de Kennedy Edentição anterior cruzando a linha mediana

42

43 1.Só se classifica o arco após o preparo de Boca I 2. Se o 3º molar estiver ausente não o consideramos na classificação 3. Se o 3º molar estiver presente e for usado como suporte, o consideramos na classificação 4. Se o 2º molar estiver ausente e não houver antagonista não será considerado na classificação

44 5. Os segmentos edentados mais posteriores são os que determinam a classificação 6. Os segmentos edentados além dos posteriores serão considerados modificações 7. O fator determinante do número de modificações não leva em consideração o número de dentes ausentes 8. A Classe IV de Kennedy não admite modificações

45 FIM!!! DEUS SEJA LOUVADO!!!!!!!


Carregar ppt "Prótese Laboratorial II Prof. Vani Teixeira Turma 6207 – 2011 Complementação aula PPR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google