A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Gerenciamento de Tempo do projeto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Gerenciamento de Tempo do projeto."— Transcrição da apresentação:

1 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Gerenciamento de Tempo do projeto

2 Processo de Planejamento Planejamento do Tempo –6.1 Definição de Atividades –6.2 Sequenciamento de Atividades –6.3 Estimativa de duração de Atividades –6.4 Desenvolvimento do Cronograma Sumário

3 Introdução Inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no tempo. O sequenciamento de atividades, a estimativa de recursos da atividade, a estimativa de duração da atividade e o desenvolvimento do cronograma estão tão estreitamente ligados que são considerados um único processo, principalmente aqueles que possuem um escopo reduzido.

4 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas O Processo de Planejamento

5 Processo de Planejamento Integração de Projeto Escopo do Projeto Tempo do Projeto Custo do Projeto Qualidade do Projeto Recursos Humanos do Projeto Riscos do Projeto Aquisições do Projeto Comunicações do Projeto Iniciaçã o Planeja mento Execu- ção Controle Fecham ento

6 Processo de Planejamento Planejar é um esforço contínuo durante toda a vida do projeto... O número de áreas ligadas ao planejamento não significa que este é o processo mais importante da gerência de projetos Gerenciar Projetos é mais do que planejamento.... Na verdade um dos erros mais comuns é “apenas” planejar.

7 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Planejamento do Tempo

8 Mapa Conhecimento X Processos Integração de Projeto Escopo do Projeto Tempo do Projeto Custo do Projeto Qualidade do Projeto Recursos Humanos do Projeto Riscos do Projeto Aquisições do Projeto Comunicações do Projeto Iniciaçã o Planeja mento Execu- ção Controle Fecham ento

9 Mapa Conhecimento X Processos Integração de Projeto Escopo do Projeto Tempo do Projeto Custo do Projeto Qualidade do Projeto Recursos Humanos do Projeto Riscos do Projeto Aquisições do Projeto Comunicações do Projeto Iniciaçã o Planeja mento Execu- ção Controle Fecham ento

10 Mapa Conhecimento X Processos Integração de Projeto Escopo do Projeto Tempo do Projeto Custo do Projeto Qualidade do Projeto Recursos Humanos do Projeto Riscos do Projeto Aquisições do Projeto Comunicações do Projeto Iniciaçã o Planeja mento Execu- ção Controle Fecham ento

11 6.5 Controle da Programação Controle 6.1 Definição das Atividades 6.2 Sequenciamento das atividades 6.3 Duração das atividades 6.4 Desdobramento da Programação Planejamento Processos de Gestão do Escopo Tempo Iniciaçã o Planeja mento Execu- ção Controle Fecham ento

12 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Definição das Atividades Envolve identificar e documentar o trabalho planejado para ser realizado ou seja produzir as diversas entregas do projeto

13 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Entradas:. Fatores Ambientais da empresa: Inclui a disponibilidade de S.I. do gerenciamento de projeto e de ferramentas para elaboração de cronograma;. Ativos de processos organizacionais: Contêm as políticas, os procedimentos e as diretrizes existentes, formais e informais. A base de conhecimento de lições apreendidas contém as informações históricas relativas as listas de atividades usadas em projetos semelhantes anteriores.. Estrutura Analítica do Projeto ( EAP): É a entrada principal para definição da atividade do cronograma;

14 Definição das Atividades 1.Estrutura Analítica do Projeto (EAP) 2.Declaração do Escopo 3. Informações Históricas 4. Restrições 5. Premissas 6. Avaliações Especializadas Entradas 1. Decomposição 2. Modelos Ferramentas e Técnicas 1. Lista de Atividades 2. Detalhes de Suporte 3. Atualizações da EAP Saídas

15 6.1 - Definição das Atividades 1.Estrutura Analítica do Projeto (EAP) 2.Declaração do Escopo 3. Informações Históricas 4. Restrições 5. Premissas 6. Avaliações Especializadas Entradas 1. Decomposição 2. Modelos Ferramentas e Técnicas 1. Lista de Atividades 2. Detalhes de Suporte 3. Atualizações da EAP Saídas Subdivisão dos pacotes de trabalho em componentes menores A principal diferença desta decomposição e a que ocorreu na EAT é que nesta fase são descritas as ATIVIDADES e não SUBPRODUTOS

16 6.1 - Definição das Atividades 1.Estrutura Analítica do Projeto (EAP) 2.Declaração do Escopo 3. Informações Históricas 4. Restrições 5. Premissas 6. Avaliações Especializadas Entradas 1. Decomposição 2. Modelos Ferramentas e Técnicas 1. Lista de Atividades 2. Detalhes de Suporte 3. Atualizações da EAP Saídas Lista de atividades de projetos anteriores ou Lista de atividedas- padrão

17 6.1 - Definição das Atividades 1.Estrutura Analítica do Projeto (EAP) 2.Declaração do Escopo 3. Informações Históricas 4. Restrições 5. Premissas 6. Avaliações Especializadas Entradas 1. Decomposição 2. Modelos Ferramentas e Técnicas 1. Lista de Atividades 2. Detalhes de Suporte 3. Atualizações da EAP Saídas

18 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Entradas:. Listas de Atividades: É uma lista abrangente que inclui todas a atividades planejadas do cronograma para serem realizadas no projeto;. Atributos da atividade: São uma extensão dos atributos da atividade da lista de atividades e identificam os vários atributos associados a cada atividade. Incluem, código de atividade, descrição das atividades, atividades predecessoras, atividades sucessora, recursos necessários, datas imposta, restrições e premissas.

19 UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Sequenciamento das Atividades Envolve identificar e documentar os relacionamentos lógico entre as atividades do cronograma.

20 Sequenciamento das Atividades 1.Lista das Atividades 2. Descrição do Produto 3. Dependências Mandatórias 4. Dependências Arbitrárias 5. Dependências Externas 6. Marcos Entradas 1. Método do Diagrama de Precedência 2. Método do Diagrama de Flecha 3. Método do Diagrama Condicional 4. Modelos de Rede Ferramentas e Técnicas 1. Diagrama de rede do projeto; 2. Atualização da Lista de Atividades Saídas

21 PRECEDÊNCIAS DIRETAS Natureza: –Tecnológicas –Empíricas Quem depende de quem para ser executado. Referência padrão. n Tipos: –Final / Início –Início / Início; –Final / Final ; –Início / Final ; Fonte: Musetti, M

22 A B A Tipos de Precedência Final - Início Fonte: Musetti, M A iniciação da atividade sucessora depende do termino da atividade predecessora.

23 A B A A A A B B B B B A Tipos de Precedência Início - Início Fonte: Musetti, M A iniciação da atividade sucessora depende da iniciação da atividade predecessora.

24 A B A A A A B B B B B A Final - Final Tipos de Precedência Fonte: Musetti, M O término da atividade sucessora depende do término da atividade predecessora.

25 A B A A A A B B B B B A Início - Final Tipos de Precedência Fonte: Musetti, M O término da atividade sucessora depende da iniciação da atividade predecessora.

26 OUTRAS ATIVIDADES Atividade Resumo (Summary Task)/ Resultado da EAT (Deliverable); Define um conjunto de atividades. Seu início é o primeiro início do conjunto de atividades e o seu final é o último final do conjunto de atividades. Possui duração zero “0”. Marca uma data importante. Atividade Marco (Milestone task) Fonte: Musetti, M

27 Atividade marco Atividades auxiliares Atividade resumo É um sub título ou um resultado (deliverable) decomposto num pacote de atividades Fonte: Musetti, M

28 Atividade resumo Atividade marco É um marcador no tempo, não consome tempo (duração = zero) Atividades auxiliares Fonte: Musetti, M

29 Atividade nas setas, marcadas por nós iniciais e finais (eventos). REDES: REDE AMERICANA Americana (eventos) Arrow Diagramming Method ou Activity-on-arrow. Ex: Aula - Sinal / Missa - Benção Final / Partida de futebol - Apito Final Evento Inicial Identificação da atividade Duração atividade Evento Final Fonte: Musetti, M

30 Rede Americana INÍCIO FIM A D B E C F AtividadeABCDEF Precedência Direta ----AB,D----DE

31 Estimativa da Duração das Atividades 1.Lista das Atividades 2. Restrições 3. Premissas 4. Necessidades de Recursos 5. Capabilidade dos Recursos 6. Informações Históricas 7. Riscos Identificados Entradas 1. Avaliação Especializada 2. Estimativas por analogia 3. Durações estimadas 4. Tempo de Reserva (Contingência) Ferramentas e Técnicas 1. Estimativa de duração de atividades; 2. Bases para estimativas 3. Atualizações da Lista de Atividades Saídas


Carregar ppt "UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina DEPS – Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas Gerenciamento de Tempo do projeto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google