A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Graziele Barros; Iara Avelino; Kaio Walter; Rayanne Lô.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Graziele Barros; Iara Avelino; Kaio Walter; Rayanne Lô."— Transcrição da apresentação:

1 Graziele Barros; Iara Avelino; Kaio Walter; Rayanne Lô.

2 O modelo de Lasswell Introdução Elaborado na época de “ouro” da teoria hipodérmica. Buscava a aplicação de um paradigma para a análise sócio política. O estudo da comunicação concentra-se em perguntas do tipo: Quem? Diz o que? Através de que canal? Com que efeito? Esses questionamentos definem os setores específicos da pesquisa do processo comunicativo. Onde, a variável “quem?” refere-se ao estudo sobre o emissor da mensagem,”diz o que?” caracteriza o estudo sobre a mensagem, “através de que canal?” especifica os meios e “com que efeito” relaciona-se com restante dos setores desse processo.

3 Tem origem na linguística Tenta explicar a linguagem englobando e sistematizando os fatos que estão além dela Criticavam o funcionalismo pelo excesso de importância que atribuía a função Estruturalismo

4 Tem seus primórdios com Herbert Spencer e Emile Durkheim. Estes sofreram influência das ciências da natureza. Tacoltt Parson questionava Spencer e Durkheim, tinha viés organicista Imperativos funcionais: adaptação, perseguição de objetivos, integração e manutenção Funcionalismo

5 Características do processo de comunicação de massa, segundo Lasswell: 1. Os processos são assimétricos,o emissor produz o estímulo que vai ser aceito, passivamente pela massa e produzir uma reação. 2.A comunicação é intencional, ou seja, objetiva um efeito que gera um certo comportamento relacionado, ou não, a esse objetivo. Sistematicamente ligado ao conteúdo da mensagem. 3. Os papéis de comunicador e destinatário são atomizados e isolados,independente das relações sociais,situacionais e culturais em que encaixam os processos comunicativos. O modelo de Lasswell

6 O modelo de Lasswell reorganizou a communication research e individualizou os setores de desenvolvimento da matéria. Essa fórmula de Lasswell tornou-se paradigma para duas pesquisas distintas: a de que os indivíduos apenas recebiam o estímulo sem oferecer resistência e a de que os destinatários,sobre a influencia das comunicações de massa,podem,sim,oferecer resistência. O modelo de Lasswell

7 A superação da teoria hipodérmica Quando a teoria hipodérmica transforma-se em paradigma de pesquisa e seus pressupostos se contradizem,haverá a superação dessa teoria. Essa superação ocorre a partir de três diretrizes,que são: a abordagem empírica do tipo psicológico-experimental,a abordagem sociológica e a abordagem funcional à temática dos meios. O modelo de Lasswell

8 Teoria Funcionalista A abordagem estrutural-funcional elabora hipóteses sobre as relações entre o individuo,a sociedade e os meios de comunicação. Acentua-se na explicitação das funções exercidas pelo sistema de comunicação de massa. A teoria funcionalista encaixa-se em um contexto comunicativo normal, ou seja, um contexto cotidiano da mensagem. Problematiza o processo comunicativo dos mass media a partir do ponto de vista da sociedade. O que vai definir o campo de interesse da teoria dos mass media é a dinâmica do sistema social. O modelo de Lasswell

9 Contribuições de Melvin de Fleur De Fleur contribuiu para a construção dessa teoria funcionalista, quando explicitou uma função importante,dentro das funções dos sistemas dos mass media. Essa função particulariza a capacidade de resistência do sistema dos mass media às críticas e às tentativas de elevar a baixa qualidade cultural e estética da produção. Contribuições de Lasswell Lasswell contribui na construção de uma ideia positivista. Visão orgânica da sociedade,onde cada parte exerce uma função específica buscando o equilíbrio social. O modelo de Lasswell

10 Preocupação com os efeitos sociais dos meios de comunicação de massa Comunicação como poder incontrolável Ideias com base na sociologia Lazarsfeld e Merton

11 Temores em relação a comunicação de massa: Onipresença dos meios de comunicação Sociedade manipulável Deteorização do gosto Validade ou não de tais temores Lazarsfeld e Merton

12 Funções dos meios de comunicação atribuição de status execução de normas sociais disfunção narcotizante Lazarsfeld e Merton

13 Funções dos meios de comunicação( panorama das relações de propriedade e operação) Conformismo social Impacto sobre o gosto popular Lazarsfeld e Merton

14 A propaganda com objetivos sociais Três as condições nas quais a comunicação de massa consegue criar um “agir”: Monopolização Canalização Suplementação Lazarsfeld e Merton

15 Precursor dos usos e satisfações Elihu Katz. A pesquisa atenta aos contextos e interações sociais dos receptores Para essa corrente o correto não é dizer “O que os meios fazem com as pessoas?”, mas “Qual o uso que as pessoas fazem dos meios?” Receptor: sujeito agente capaz de praticar processos de interpretação e satisfação de necessidades. Usos e gratificações

16 “Em geral, mesmo a mensagem da mídia mais potente não pode influenciar um indivíduo que não a utilize no contexto sociopsicológico em que vive”. (Katz, E. Mass Communication Research and the Study of Popular Culture,1959) O efeito de comunicação de massa é compreendido como conseqüência das gratificações às necessidades experimentadas pelo receptor As mensagens são desfrutadas, interpretadas e adaptadas ao contexto subjetivo de experiências, conhecimentos e motivações. O receptor ‘age’ sobre a informação e a usa. Usos e gratificações

17 Uso Necessidade Satisfação Usos e gratificações

18 entretenimento relacionamento pessoal identificação projetiva vigilância e fiscalização A variação do consumo de massa é avaliada a partir de características do público: idade, sexo, profissão, classe social, nível de escolaridade, etc. Necessidades a serem satisfeitas:

19 A situação social: produz tensões e conflitos, cuja atenuação é alcançada mediante o consumo de meios de comunicação de massa cria a consciência de determinados problemas que requerem atenção, e a informação pode ser buscada na mídia Oferece poucas oportunidades de satisfazer certas necessidades, que se tenta suprir com a mídia Faz surgir determinados valores, cuja afirmação e reforço são facilitados pelo consumo de meios de comunicação de massa Fornece e determina expectativas de familiaridade com determinadas mensagens, que devem ser usufruídas para sustentar grupos sociais de referência Contexto social de Classes de Necessidades

20 A audiência é concebida como ativa A escolha dos meios de comunicação de massa depende do destinatário Os meios de comunicação de massa competem com outras fontes de satisfação das necessidades Os receptores são conscientes para poder perceber os próprios interesses e motivos em casos específicos se estes forem explicitados numa forma verbal a eles familiar e compreensível Pontos Fundamentais da Hipótese:

21 Os juízos de valor sobre o significado cultural deveriam ser suspensos até as orientações da audiência serem analisadas em seus próprios termos Meios e necessidades: Cada meio apresenta uma combinação específica entre conteúdos, atributos técnicos, situações e contextos de fruição. Essa combinação pode tornar os diversos meios mais ou menos adequados para satisfazer diferentes tipos de necessidades. Livros e cinema: auto-realização e autogratificação Jornais, rádio e televisão: reforçar o vínculo entre indivíduo e sociedade. Pontos Fundamentais da Hipótese:

22 Um exemplo de pesquisa sobre Usos e Satisfações no meio televisivo é fornecido por alguns dados que ilustram como os adolescentes e crianças são/eram excessivamente expostos à Tv para dela extraírem diversão e entretenimento. Os últimos desenvolvimentos teóricos da hipótese dos Usos e Satisfações caminham para uma correção ou uma complementação dessa hipótese: Pesquisa dos Usos e Gratificações

23 Aparecem as necessidades humanas fundamentais em nível biológico e psicológico. Diversas combinações de características intra e extra-individuais. Estrutura social, incluindo a estrutura dos mass media. Diferentes combinações de problemas que o indivíduo se apercebe. Possíveis soluções para esses problemas Motivos para pôr em prática comportamentos de satisfação das necessidades e/ou soluções dos problemas. O esboço dos resultados da pesquisa são os seguintes:

24 Modelos diferenciados de consumo dos mass media. Modelos diferenciados de outros tipos de comportamentos social Modelos diversos de satisfação e não-satisfação A combinação específica de características intra e extra-individuais. A estrutura do sistema doas mass media e outras estruturas (cultural, econômica e política) da sociedade. O esboço dos resultados da pesquisa são os seguintes:


Carregar ppt "Graziele Barros; Iara Avelino; Kaio Walter; Rayanne Lô."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google