A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ACESSIBILIDADE PDDE PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ACESSIBILIDADE PDDE PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA."— Transcrição da apresentação:

1 ACESSIBILIDADE PDDE PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA

2 Adaptações arquitetônicas I – construção ou adaptação de rampas; II – alargamento de portas e passagens; III – adaptação de sanitários; e IV – sinalização visual, tátil e sonora.

3 Rampas e Escadas

4 Construção ou adaptação de rampas A inclinação das rampas, deve ser calculada segundo a seguinte equação: i = h x 100 / c i é a inclinação (em porcentagem); h é a altura do desnível; c é o comprimento da projeção horizontal.

5 Dimensionamento de rampas

6 -Para inclinação entre 6,25% e 8,33% devem ser previstas áreas de descanso nos patamares, a cada 50m de percurso. -Em reformas, quando esgotadas as possibilidades de soluções que atendam integralmente a inclinação ideal, podem ser utilizadas inclinações superiores a 8,33% até 12,5%.

7 Dimensionamento de rampas -A largura livre mínima recomendável para as rampas em rotas acessíveis é de 1,50m, sendo o mínimo admissível 1,20m. -Quando não houver paredes laterais as rampas devem incorporar guias de balizamento com altura mínima de 0,05m.

8 -Os corrimãos laterais devem prolongar-se pelo menos 30cm antes do início e após o término da rampa, sem interferir com áreas de circulação. Os mesmos devem ser contínuos. Dimensionamento de rampas

9 Dimensionamento de escadas -Os corrimãos laterais devem prolongar-se pelo menos 30cm antes do início e após o término da rampa, sem interferir com áreas de circulação. Os mesmos devem ser contínuos.

10 -A largura mínima recomendável para escadas fixas em rotas acessíveis é de 1,50m, sendo o mínimo admissível 1,20m. -As escadas fixas devem ter no mínimo um patamar a cada 3,20m de desnível e sempre que houver mudança de direção Dimensionamento de escadas

11 Circulações Acessíveis

12 As larguras mínimas para corredores: a)0,90m para corredores de uso comum com extensão até 4,00m; b)1,20m para corredores de uso comum com extensão até 10,00m; e 1,50m para corredores com extensão superior a 10,00m; c)1,50m para corredores de uso público. Circulação interna : Corredores

13

14 Portas - As portas, inclusive de elevadores, devem ter um vão livre mínimo de 0,80m e altura mínima de 2,10m. Em portas de duas ou mais folhas, pelo menos uma delas deve ter o vão livre de 0,80m.

15 Portas

16 Sanitários acessíveis

17 -Os sanitários acessíveis devem localizar-se em rotas acessíveis, próximos à circulação principal, preferencialmente próximo ou integrados às demais instalações sanitárias, e ser devidamente sinalizados. -Em sanitários acessíveis isolados é necessária a instalação de dispositivo de sinalização de emergência ao lado da bacia e do boxe do banheiro, a uma altura de 400mm do piso acabado, para acionamento em caso de queda.

18 Sanitários : barras de apoio -As barras de apoio devem ter diâmetro entre 3cm e 4,5cm, e estar firmemente fixadas em paredes ou divisórias a uma distância mínima destas de 4cm de face interna da barra. E devem ser de material resistente à corrosão, e com aderência. -Junto à bacia, na lateral e no fundo, devem ser colocadas barras horizontais para apoio e transferência, com comprimento mínimo de 0,80m, a 0,75m de altura do piso acabado.

19 Sanitários : barras de apoio

20

21 lateral com fixação na parede de fundo

22 Sanitários : bacia sanitária com caixa acoplada. -Deve-se garantir a instalação da barra na parede do fundo, de forma a se evitar que a caixa seja utilizada como apoio. A distância mínima entre a face inferior da barra e a tampa da caixa acoplada deve ser de 0,15m.

23 Sanitários : instalação Das bacias sanitárias. -As bacias sanitárias devem estar a uma altura entre 0,43m e 0,45m do piso acabado, medidas a partir da borda superior, sem o assento. Com o assento, esta altura deve ser no máximo 0,46m.

24 Sanitários : instalação das bacias sanitárias. Quando a bacia tiver altura inferior à adequada, deve ser ajustada de uma das seguintes formas: -A instalação de sóculo na base da bacia, devendo acompanhar a projeção da base da bacia não ultrapassando em 0,05m o seu contorno; -Utilização de assento que ajuste a altura final da bacia para medida adequada.

25 Sanitários : instalação das bacias sanitárias.

26 Sanitários : boxe para bacia sanitária acessível.

27 Lavatório acessível -Deve ser prevista área de aproximação frontal P.M.R (pessoa com mobilidade reduzida) e para P.C.R (pessoa em cadeira de rodas), devendo-se estender-se até no mínimo de 0,25m sob o lavatório.

28 Lavatório acessível -Os lavatórios devem ser suspensos, sendo que sua borda superior deve estar a uma altura de 0,78m a 0,80m do piso acabado e respeitando uma altura livre de 0,73m na sua parte inferior frontal;

29 Lavatório acessível

30 Mictório -O mictório deve ser provido de barras verticais de apoio, fixadas de 0,60m, centralizado pelo eixo da peça, a uma altura de 0,75m do piso acabado e comprimento mínimo de 0,70m.

31 Sinalização Visual, tátil e sonora Sinalização visual devem seguir premissas de textura, dimensionamento e contraste de cor dos textos e das figuras para que sejam perceptíveis por pessoas de baixa visão.

32 Sinalização Visual O desenho das figuras deve atender às seguintes condições: -Contornos fortes e bem definidos; -Simplicidade nas formas e poucos detalhes; -Forma fechada, completa, com continuidade; -Estabilidade da forma; -Simetria.

33 Sinalização visual e tátil Sinalização tátil:

34 Sinalização visual e tátil Sinalização de portas:

35 Sinalização visual e tátil Todo degrau ou escada deve ter sinalização visual na borda do piso, em cor contrastante com a do acabamento, medindo entre 0,02m e 0,03m de largura. Sinalização visual de escadas:

36 Sinalização Tátil Sinalização Tátil de alerta deve ser instalada perpendicularmente ao sentido de deslocamento nas seguintes situações: a)Obstáculos suspensos entre 0,60m e 2,10m de altura do piso acabado, que tenham o volume maior na parte superior do que na base, devem ser sinalizados com piso tátil de alerta; b)Nos rebaixamentos de calçadas, em cor contrastante com a do piso; c)No início e término de escadas fixas e rampas.

37 Sinalização Tátil Sinalização tátil de alerta – Modulação do piso:

38 Sinalização Tátil Sinalização tátil direcional– Modulação do piso:

39 Sinalização Tátil Sinalização tátil de alerta e direcional junto às portas de elevadores.

40 Sinalização Sonora É realizada através de recursos auditivos. -A sinalização sonora deve ser associada à sinalização visual. -Toda mensagem sonora deve ser precedida de um prefixo ou de um ruído característico para chamar a atenção do ouvinte.

41 -Como os recursos são repassados na mesma conta do PDE-ESCOLA, a prestação de contas deverá ser feita seguindo os moldes e determinações do programa, ou seja, de acordo com a Resolução nº 04, de 17/03/2009. Acessibilidade Prestação de Contas


Carregar ppt "ACESSIBILIDADE PDDE PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google