A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ética e Espiritualidade: No Mundo Do Trabalho, Numa Perspectiva de Eclesiastes Paulo Bueno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ética e Espiritualidade: No Mundo Do Trabalho, Numa Perspectiva de Eclesiastes Paulo Bueno."— Transcrição da apresentação:

1 Ética e Espiritualidade: No Mundo Do Trabalho, Numa Perspectiva de Eclesiastes Paulo Bueno

2 Súmula sobre o autor: Paulo Alves Bueno é pastor e escritor, membro ativo na Igreja Metodista do Brasil em São Paulo, atua como líder local e conferencista itinerante no modelo do ministério wesleyano criado por John Wesley, (fundador do metodismo); é professor de Antigo Testamento e Sociologia da Religião, sua formação é Bacharel em Teologia, Especialista e mestre em Ciências da Religião pela UMESP, Bacharel em Ciências sociais pela ULBRA; Graduando em Ciências Biomédicas pela UNIBAN, onde tem projeto de ação social na área de saúde em comunidades carentes. Trabalha academicamente como Pesquisador associado do Núcleo de Estudos da Religião do Programa de Pós Graduação em Antropologia Social da UFRGS; e também é membro dos grupos de pesquisa do CNPQ vinculado a UMESP: Arqueologia do Oriente Antigo e Estudos do Protestantismo desde 2007, Afiliado a ACSRM - Asociación de Cientistas Sociales de la Religion del Mercosur; ministra na área de Ética, Saúde e Espiritualidade. Contato: Endereço Curriculum lattes:

3 Introdução

4 "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." Filipenses 4:8

5 A ética cristã é baseada no amor, e amor implica relacionamentos. Embora seja mais fácil amar se nunca tenhamos que lidar de fato com uma pessoa, o amor bíblico é aquele tipo complicado que significa se envolver com pessoas reais. Gene Edward Veith, Jr., De Todo o Teu Entendimento. Cultura Cristã. p. 95.

6 Conceitos bíblicos éticos ”Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” 1 Co 10:31 “Naqueles dias, não havia reis em Israel; cada um fazia o que parecia direito aos seus olhos”. Juízes 17:6 e 21:25

7 Bioética Princípios Aureos Beneficência Não maleficência Justiça e eqüidade Autonomia

8 Nossa relação com esse ética coletiva

9 Abraham Maslow

10 Abraham Maslow ( ) foi um psicólogo americano, conhecido pela proposta hierarquia de necessidades de Maslow. Trabalhou no MIT, fundando o centro de pesquisa National Laboratories for Group Dynamics. A pesquisa mais famosa foi realizada em 1946, em Connecticut, numa área de conflitos entre as comunidades negra e judaica. Aqui, ele concluiu que reunir grupos de pessoas era uma das melhores formas de expor as áreas de conflito. Estes grupos, denominados T-groups, tinham como teoria subjacente o fato de os padrões comportamentais terem que ser «descongelados» antes de serem alterados e depois «congelados» novamente, os T-groups eram uma forma de fazer com que isto acontecesse.

11 Primeiro tema

12 Eclesiastes Eclesiastes é um guia prático para o século XXI. Por que a vida parece tão inútil? (Leia ) - Kingboy, - homem brilhante, - sábio, - possuia muito $, - amado por seu pai Davi, - quem de nós não gostaria de ter sido filho de Davi. (1.1-2) Em Eclesiastes vemos a vida de dois pontos de vista diferentes um do outro: a) O Ponto de vista do homem temente a Deus b) O Ponto de vista do homem irreverente Vaidade = 'vapor, fôlego, ou sopro' lbj – (Havel) – algo transitório e sem substância

13 Eclesiastes Salomão em sua tese (o livro de Eclesiastes) examina 4 áreas da vida humana (O trabalho, A natureza, Os sentidos e A história). 1) O TRABALHO (1.3-4) Salomão usa a palavra 'proveito' = }wrty – yitrôn. Significa, vantagem, ganho ou lucro. Essa é uma palavra hebraica usada no mundo antigo para negócios (refere-se a $). Nesse contexto entendemos Marcos 8.36 'Qual o propósito de nosso trabalho?' Geração vai e geração vem; mas a terra permanece para sempre...

14 4 OBJETIVOS PARA NOSSO O TRABALHO 1º TRABALHAMOS PARA DAR GLÓRIA A DEUS (1ª Coríntios 10:31) - A QUALIDADE - A INTEGRIDADE - A INTENSIDADE - O AMOR “TUDO PODE GLORIFICAR A DEUS”

15 4 OBJETIVOS PARA NOSSO O TRABALHO 2º TRABALHAMOS PARA GANHAR A VIDA (2ª Tessalonicensses 3:10) - Existe alegria em suprir as necessidades básicas da vida através do trabalho. E esse é o plano de Deus, e somos privilegiados por ele.

16 4 OBJETIVOS PARA NOSSO O TRABALHO 3º TRABALHAMOS PARA TER ALGO QUE REPARTIR COM OS OUTROS (Efésios 4:28) - O dar torna nosso trabalho sagrado (João 3:16). - A cobiça é um mal em nossos dias dentro da Igreja. - Devemos usar nossa criatividade no dar e abençoar.

17 4 OBJETIVOS PARA NOSSO O TRABALHO 4º TRABALHAMOS PARA CONSTRUIR PONTES PARA O TESTEMUNHO CRISTÃO (Mateus 28:19) - Houve uma época que os cristãos (principalmente líderes) não se envolviam com pessoas não cristãs, não faziam amizades. Porque tinham de se mantêr distante de gente “mundana”.

18 Segundo tema

19 A experiência de Salomão - Salomão começa a examinar as melhores coisas que o mundo visível tem paranos oferecer. São as coisas que buscamos hoje. E se olharmos por cima dos ombros de Salomão à medida que ele faz sua experiência receberemos os seus benefícios.

20 A experiência de Salomão 1º SALOMÃO EXAMINA A SABEDORIA (Eclesiastes 1:16-18) - Salomão está avaliando a sabedoria debaixo do sol, não a sabedoria espiritual. - O que Salomão descobriu? Correr atrás do vento Qto mais vivemos, vemos que vivemos pouco. Qto mais aprendemos, vemos que aprendemos pouco. Qto mais passa o tempo, vemos que apenas envelhecemos.

21 A experiência de Salomão A moderna tecnologia tem servido somente para tornar nossa crueldade mais eficiente - Um cético disse: A moderna tecnologia tem servido somente para tornar nossa crueldade mais eficiente. - Facilmente nossos títulos e patentes podem virar ídolos: Salomão diz que os dias são de Hedonismo: (Ec. 2:1-3) Dias de muito prazer disponível em todo o lugar. Quando a alegria (riso) torna-se um fim (alvo) … Então é perigoso... O riso é terapêutico, mas a ironia é assassina (Pv. 17:22)

22 A experiência de Salomão 2º SALOMÃO AVALIA O DESEJO HUMANO (Eclesiastes 2:12-17) - Salomão diz que o tolo e o sábio morrerão esquecidos. Ele diz que: O sábio tem olhos na cabeça O tolo tem olhos fechados e anda em circulos - Mas há uma sabedoria diferente (piedosa), que faz toda a diferença no mundo (Daniel 12:3 e Apocalípse 14:13). eu aborreci a vida!Ele pôs a eternidade no coração do homem! Salomão diz: eu aborreci a vida! Mas (3:11) Ele pôs a eternidade no coração do homem!

23 A experiência de Salomão 3º SALOMÃO FALA DE SATISFAÇÃO (Eclesiastes 2:24-26) Nem a morte pode tirar essa satisfação! - Satisfação é um dom de Deus, assim como a salvação. Nem a morte pode tirar essa satisfação! - Ao homem que lhe agrada, Deus dá: » Sabedoria » Conhecimento » Prazer - O justo tem seu tesouro no Céu (Mt. 6:20). Porque o coração dele está lá. Coração e tesouro andam de mãos dadas.

24 Terceiro tema

25 Para que serve todo meu esforço? - - Em Eclesiastes 4:4-16 Salomão fala de quatro áreas 1º SALOMÃO FALA DE SUCESSO - Salomão descobriu que a busca do sucesso pode ser um dos alvos mais decepcionantes da vida. Pela sua natureza o sucesso é um alvo de enganoso, e até mesmo quando alcançado pode ser terrivelmente breve e efêmero. Salomão tinha visto a futilidade de lutar pelo sucesso e logo chegou a essência do problema (Ec. 4:4)

26 Para que serve todo meu esforço? - sentido em que o sucesso de uma pessoa é a causa de inveja de outros buscamos sucesso porque temos inveja dos empreendimentos dos outros - No hebraico podemos usar 2 interpretações (com 2 significados). Além do sentido em que o sucesso de uma pessoa é a causa de inveja de outros, também é possível, que o texto tencione dizer somente buscamos sucesso porque temos inveja dos empreendimentos dos outros. Homem de Sucesso x Homem tolo (preguiçoso) v.4. Temos um problema v.5. Temos um problema v.6. Temos uma resposta Salomão diz que devemos diminuir nossas expectativas.

27 Para que serve todo meu esforço? 2º SALOMÃO FALA DA LOUCURA DO MATERIALISMO - A fim de ilustrar a estupidez da vida materialista, Salomão descreve alguém que se preocupa com o sucesso, mas nunca descobre (pergunta) por que trabalha tanto. Portanto, até mesmoa busca pelo sucesso é inútil. É vã, vazia, o secularista terá de procurar significado em outra parte.

28 Para que serve todo meu esforço? 3º SALOMÃO FALA DE COMPANHEIRISMO - O Sucesso e o Materialismo conduzem a solidão, mas o companheirismo nos leva a eternidade. Salomão paresenta quatro recompensas do companheirismo: s 1) Quando agimos em companheirismo podemos fazer mais (v.9) 2) Bons companheiros conhecem nossas falhas; é bom ter alguém que conheça nossos defeitos, pois, essa pessoa pode nos ajudar quando falhamos sem saber o por quê, e nos ensinar a agir melhor da próxima vez (v.10) Veja Ec. 27:6.

29 Para que serve todo meu esforço? 3) A recompensa de um bom companheiro é o calor (v.11). Todos nós necessitamos de calor humano. 4) O valor do companheirismo é a força. (v. 12). MAS PRECISAMOS APRENDER 2 COISAS COM SALOMÃO: 1ª – Não devemos tentar passar pela vida sozinhos. 2ª – Aprender que companheirismo duradouro custa caro. (v.9 'melhor' Salomão usa essa expressão 21 vezes no livro. É 'melhor' ter companheirismo, mas, devemos estar preparados para pagar o preço.

30 Para que serve todo meu esforço? 4º SALOMÃO FALA DE LIDERANÇA - Salomão tinha visto líderes aparecerem e desaparecerem. Aprendeu que a popularidade tem vida curta. Cada nova geração terá sempre interesse em rejeitar o líder. Ex.: o rei velho x o jovem sábio. - Os reis e os poderosos também tornam-se vítimas das mudanças inconstantes da vida. - Tempo e familiaridade corroem a popularidade. Ex.: Jesus Hosanas depois crucifica-o (a aclamação popular não permanece para sempre).

31 Para que serve todo meu esforço? Não parece fazer muita diferença se alguém é ou não bom governante. Os que vêm depois dele não hão de se regozijar nele - Não parece fazer muita diferença se alguém é ou não bom governante. Os que vêm depois dele não hão de se regozijar nele. Lembre-se Salomão está falando ao secularista: - Lembre-se Salomão está falando ao secularista: – A vida é incerta – Não podemos depender de nada deste mundo – A satisfação não é encontrada: – A satisfação não é encontrada: * Na liderança * No poder * No dinheiro * Na influência * No aplauso – Todo sucesso é temporário e fugaz. O êxito é para sempre (Ex.: o homem bem aventurado).

32 Quarto tema

33 Porque a riqueza não nos pode fazer felizes - Eclesiastes 5:10-20 … A medida que Salomão escreve, ele nos ajuda a vermos a 'insatisfatória natureza da riqueza'. - Salomão nos ensina cinco verdades quanto ao perigo das riquezas (i.e.: a amor as riquezas). 5 áreas em que a riqueza nos desaponta: 1º QUANTO MAIS GANHAMOS, MAIS DESEJAMOS - 'Sempre queremos mais!' (5:10)

34 Porque a riqueza não nos pode fazer felizes 2º NOSSA DESPESA É PROPORCIONAL A NOSSA RENDA - Quanto mais temos mais gastamos! (5:11) - Nosso sucesso pode tornar-se fardo ao invés de alegria. Ex.: Eliaquim (Isaias 22:24). 3º A RIQUEZA PODE TRAZER NOITES INDORMIDAS - 'Mais riqueza significa maior preocupação!'(5:12) O sono do trabalhador cansado (x) a insonia do rico ansioso

35 Porque a riqueza não nos pode fazer felizes 4º NOSSA RIQUEZA PODE DISSIPAR-SE - A riqueza não garante segurança. (5:13-14). - Filarguria = amor ao dinheiro. - afilarguroj = amante do dinheiro 5º NÃO PODEMOS LEVAR NOSSA RIQUEZA CONOSCO. SABEMOS DESSA VERDADE, MAS RAPIDAMENTE NOS ESQUECEMOS DELA - 'Confie em Deus e não nas riquezas!'(5:15-17) Quando minha vida terminar o que levarei comigo? Reposta: Nada *Precisamos ter em mente que satisfação é dádiva de Deus (5:18-20).

36 Quinto tema

37 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade Eclesiastes 9:10-11:6 - Quando minha vida terminar que terei ganho? Qual o meu lucro? - Salomão enfrentava essas perguntas quando escreveu o ECLESIASTES. Ele diz que não encontraremos satisfação no conhecimento, no prazer, ou na realização (lugares em que normalmente a procuramos). - Também não a encontraremos no trabalho árduo ou na riqueza.

38 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade - A vida é cheia de duras realidades: Injustiça, morte, opressão. É cheia de enigmas; não podemos saber realmente se o que nos acontece é para o bem ou para o mal. - A vida é cheia de duras realidades: Injustiça, morte, opressão. É cheia de enigmas; não podemos saber realmente se o que nos acontece é para o bem ou para o mal. O que achamos ser mau pode transformar-se na melhor coisa que jamais nos aconteceu! - Salomão nos diz 10 coisas que nos tornam aptos para vencermos o tédio e o vazio do cotidiano:

39 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 1º TRABALHE COM ENERGIA AINDA QUE OS RESULTADOS SEJAM INCERTOS (9:10-12) - A coisa mais importante é o que estamos fazendo no momento. - Não é ergolatria, mas é viver a vida intensamente (Colossenses 3:23). “fazer uma pequenina ocoisa para Deus, torna-a grande”. - O corredor mais rápido nems empre recebe o prêmio; e o mais forte guerreiro nem sempre vence a batalha.

40 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade Sansão – Quem foi mais poderoso guerreiro do que ele, e contudo perdeu mais? (Juízes 13-16). Davi – Quando enfrentou o gigante Golias. (1ª Samuel 17:45). Jônatas – O amigo de Davi quando enfrentou os filisteus com um punhado de soldados. (!ª Samuel 14:6). É POSSÍVEL QUE SALOMÃO ESTIVESSE PENSANDO EM: - O profeta Jeremias diz: “Que os oparentes transtornos na ordem natural das coisas acontecem” - Não cabe ao homem determinar o seu caminho, nem ao que caminha o dirigir os seus passos (Jeremias 10:23).

41 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 2º DEUS ESTÁ NO CONTROLE E NÃO O HOMEM (9:10-12)- SALOMÃO FEZ UMA LISTA DE 5 COISAS QUE DEVEM GARANTIR O ÊXITO 1. VELOCIDADE 2. FORÇA 3. SABEDORIA 4. INTELIGÊNCIA 5. HABILIDADE É DE SE ESPERAR QUE OS RÁPIDOS, OS FORTES, OS SÁBIOS, OS INTELIGENTES E OS HABILITADOS SEJAM OS VENCEDORES NA VIDA! No que diz respeito ao trabalho, os resultados não são sempre certos. Não sabemos quais as corridas que ganharemos e em quais batalhas seremos triunfantes. Mas Deus está tra- balhando; e por ser ele quem dirige os passos do homem, devemos trabalhar com entu- siasmo. porém tudo depende do tempo e do acaso Ao terminar Salomão suas observações acerca das 5 vantagens que podem ser de pouco valor, ele diz: porém tudo depende do tempo e do acaso (v.11). EM SUMA: A CAPACIDADE NÃO É TÃO IMPORTANTE QUANTO A DISPONIBILIDADE.

42 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 3º TRABALHE COM SABEDORIA (9:13-18 e 10:1-3) - A primeira vista parece que Salomão esta dizendo que ser sábio é tolice... mas... * O sábio liberta uma cidade mas é rapidamente esquecido (ingratidão é o devemos esperar pela sabedoria). - É mais fácil causar mau cheiro do que criar alguma coisa formosa! - A ESTULTÍCIA DO TOLO AINDA QUE PEQUENA PODE CAUSAR MAIS DANOS DO QUE A SABEDORIA DE MUITOS.

43 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 4º TEMOS QUE EXERCER DOMÍNIO PRÓPRIO (10:4-7) - Quando uma pessoa está com raiva a calma da outra pode restaurar a um relacionamento pacífico... * Quando se cometem erros de julgamento, os inexperientes ou incompetentes muitas vezes sobem de posição de responsabilidade que estão além de suas capacidades, e todos sofrem... - Quando somos ofendidos, seria prudente engolirmos nosso orgulho e continuarmos nosso trabalho. Se nós nos entregarmos a justiça própria e abandonarmos o trabalho, os que nos substituírem poderão causar grandes estragos.

44 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 5º CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS PELA FALTA DE SABEDORIA (10:8-10) - Salomão passa a descrever 5 situações em que a sabedoria enlouqueceu e o resultado foi sofrimento de ações tolas. 1º) Aquele que abre uma cova (pode cair nela - laço). 2º) Aquele que se encosta num muro (pode ser picado por uma cobra – cilada). 3º) Aquele que arranca pedras (pode facilmente se ferir – perigo). 4º) Aquele que racha lenha (pode ferir-se com o machado, quando a lâmina deste está embotada – descuido). 5º) Aquele que usa lâmina cega ou embotada (terá de redobrar a força – despreparo). … mas... a sabedoria resolve com bom êxito. … Então... a diferença entre o sucesso e o fracasso em nosso trabalho é a sabedoria.

45 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 6º QUE SUAS PALAVRAS GLORIFIQUEM A DEUS (10:11-15) - Salomão previne contra o falador, compara-o a uma cobra venenosa. * Salomão exorta a que sejamos cautelosos ao conversarmos com tal pessoa a fim de não lhe darmos combustível para o seu fogo. * O problema do tolo não é a falta de inteligência, mas pensar de maneira errada. * O tolo é o tipo de pessoa que se perderia dentro de sua própria casa; uma estrada reta ele faria torta; e mesmo que conseguisse por acaso chegar a cidade, ele acharia um jeito de perder-se nela…

46 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 7º O QUE FAREI QUANDO EU TENHO UM TOLO POR CHEFE (10:16-20) - Sofremos a influência das decisões dos que estão em posição de liderança. Isto é verdade tanto em relação aos bons, quanto em relação aos maus lideres. * Quando alguém herda uma posição de responsabilidade sem estar apto para exercer aquela função, então começarão a vir os problemas. Salomão resume a filosofia do líder imaturo no versículo 19 (Aqui temos um lema perfeito para um tolo!). * Salomão nos previne contra criar oposição (v.20). O tolo há de tomar atitude negativa. * Parece que aqueles que alcançaram altas posições têm uma espécie de sexto sentido, que lhes indica quem são os seus inimigos.

47 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade - Salomão está nos prevenindo de que o tolo pode ser tolo, mas possui um instinto de sobrevivência. * Então a saída é: Faça o seu trabalho bem feito e com sabedoria. Nem mesmo pense mal de seus líderes. Seja afável e amável com suas palavras. * Trabalhe com inteligência e sabedoria. Leve a sabedoria consigo em todo o seu trabalho.

48 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 8º TRABALHE ATIVAMENTE MESMO QUANDO A SITUAÇÃO FOR INCERTA (11:1-2) - Já que não temos garantias para o futuro é melhor arriscarmo-nos a seguir ao Senhor do que nos afastarmos das atividades da vida. * Este é um bom conselho: “Como não sabemos quando teremos necessidade de ajuda, é bom usarmos nossa generosidade para fazer tantos amigos quanto possível”. * Isso não é egoísmo, pois, se assim fizéssemos não haveria necessidade de ninguém passar necessidade. * Está é a melhor maneira de trabalhar. É uma boa maneira de viver! * Precisamos alimentar os famintos, providenciar roupa para os que não têm, e confortar os que sofrem. Pois, algum dia essas posições podem se inverter. Ex.: A parábola do rico e do Lázaro.

49 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 9º REMINDO O TEMPO (11:3-4) * PRECISAMOS DISTINGUIR ENTRE AS COISAS ACERCA DAS QUAIS NADA PODEMOS FAZER, E AQUELAS ACERCA DAS QUAIS PODEMOS. * NÃO PODEMOS DETER O CURSO DAS COISAS. * MAS NÃO PODEMOS SER PASSIVOS. “SE FORMOS ESPERAR ATÉ QUE TUDO SEJA PERFEITO, JAMAIS FAREMOS NADA!”

50 Como enfrentar o mundo do trabalho com ética e espiritualidade 10º A CONFIANÇA É UM PRODUTO DA FÉ (11:5-6) * FINALMENTE SALOMÃO DIZ QUE PODEMOS TRABALHAR COM “CONFIANÇA” EM MEIO A “INCERTEZA”. * FINALMENTE SALOMÃO DIZ QUE PODEMOS TRABALHAR COM “CONFIANÇA” EM MEIO A “INCERTEZA”. PORQUE AS CIRCUNSTÃNCIAS INCERTAS ESTÃO NAS MÃOS DE DEUS (V.5) * NÃO DEVEMOS ESPERAR ATÉ SABER OS RESULTADOS FINAIS DO NOSSO TRABALHO ANTES DE AGIR. * NÃO DEVEMOS ESPERAR ATÉ SABER OS RESULTADOS FINAIS DO NOSSO TRABALHO ANTES DE AGIR. O TRABALHO É NOSSO, PORÉM, O RESULTADO É DE DEUS! “NÃO SABEMOS QUAIS DAS NOSSAS AÇÕES PROSPERARÃO E QUAIS FALHARÃO. ALÉM DISSO, AINDA QUE PENSEMOS QUE ALGUMA ATIVIDADE OU CIRCUNSTÂNCIA SEJA UM FRACASSO, PODE ATÉ MESMO SER UM SUCESSO; E QUANDO PENSAMOS QUE FOI UM SUCESSO, PODE TER SIDO UM FRACASSO”

51 CONCLUSÃO * TUDO É VAIDADE. * TUDO É VAIDADE. O OPOSTO DA VAIDADE É O TEMOR DO SENHOR (12:14) * SE DEUS SE PREOCUPA TANTO COMIGO A PONTO DE JULGAR MINHA VIDA, ENTÃO NO FINAL DAS CONTAS TUDO O QUE DIZ RESPEITO A ELA TÊM VALOR. * SE DEUS SE PREOCUPA TANTO COMIGO A PONTO DE JULGAR MINHA VIDA, ENTÃO NO FINAL DAS CONTAS TUDO O QUE DIZ RESPEITO A ELA TÊM VALOR. NADA EM MINHA VIDA É VÃO E SEM SENTIDO!


Carregar ppt "Ética e Espiritualidade: No Mundo Do Trabalho, Numa Perspectiva de Eclesiastes Paulo Bueno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google