A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

“PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C.” 2012-2015 Luanda, 25 de Março de 2014 United Nations Development Programme Programa das.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "“PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C.” 2012-2015 Luanda, 25 de Março de 2014 United Nations Development Programme Programa das."— Transcrição da apresentação:

1 “PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C.” Luanda, 25 de Março de 2014 United Nations Development Programme Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

2 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C. A abertura actual no país em relação às questões de género oferece uma oportunidade única para promover a capacitação das mulheres angolanas. Estas positivas tendências são encorajadoras e oferecem uma oportunidade para as organizações e redes de mulheres desempenharem um papel activo na promoção, implementação e divulgação de políticas, programas e legislação, relevantes para os desafios de género. A Embaixada da Noruega em Angola (doadora) e o PNUD (implementador) pretendem com este projecto aumentar o conhecimento e capacitar as mulheres, através das OSC, para exercerem os seus direitos políticos, sociais e económicos nas comunidades onde se inserem, contribuindo, assim, para a realização dos ODM. Desde 2012, que o projecto disponibilizando fundos a organizações / redes de mulheres, através de um concurso público anual, financia micro projectos. Tais como, formação sobre liderança, género e desenvolvimento, cooperativismo, alfabetização, combate à violência doméstica e empreendorismo.

3 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C O.S.C. SELECCIONADAS: ADRA – “Projecto de Fortalecimento de Relações de Género” - Assente no cooperativismo e género: consciencialização das lideranças e a analise de relações de género, promoção e incentivo ao associativismo feminino, à constituição de associações e à participação activa das mulheres no cooperativismo/associativismo. IEA – “Uma Angola Sem Violência” - Contribuir para a redução de casos de violência doméstica no seio familiar, através da divulgação da Lei Sobre Violência Doméstica, campanhas de sensibilização e advocacia. IECA – “Projecto Ester” - Promover o empoderamento das mulheres através formação e divulgação sobre direitos humanos, cidadania, liderança e democracia. REDE MULHER - “Mulher, Poder e Democracia” - Contribuir para o aumento do número de mulheres em posições de liderança ao nível do Governo Central e Local, na Assembleia Nacional e nos partidos políticos. AAEA - Capacitar as mulheres através da alfabetização, da educação cívica com o objectivo de promover mudanças na família e na comunidade

4 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C. ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS :

5 PROMOÇÃO DA MULHER ANGOLANA ATRAVÉS DAS O.S.C Cooperativa Essivoyo, Bairro Seko ADRA, Benguela Aulas de Alfabetização AAEA, Viana Projecto Ester IECA, Huambo e Bié

6 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C O.S.C. SELECCIONADAS: REDE MULHER – “Fortalecimento da Implementação e Aplicabilidade da Lei Contra a Violência Doméstica” – Através da divulgação, de acções educativas e preventivas, contribuir para a divulgação da lei e dos seus instrumentos de protecção. PROMEDIA – “Programa de Comunicação para o Desenvolvimento sustentável” – Fortalecer a capacidade das mulheres no domínio dos seus direitos e de questões económicas e sociais através da radionovela “Camatondo”. ASASP – “Prevenção da Violência Doméstica” – Sensibilizar as comunidades para a não violência, contribuindo para a diminuição de casos de violência doméstica, através de acções informativas, da criação de grupos comunitários e da advocacia. FMEA – “Empoderamento das Mulheres Empreendedoras de Angola” – Aumento da competitividade e melhoria efectiva do desempenho das empresas geridas por mulheres, transmissão de conhecimentos sobre o género e gestão de empresas. ADRA – “Empoderamento das Mulheres” – Promoção da igualdade de género e empoderamento da mulher, assegurando aulas de alfabetização, apoiar e incentivar a participação das mulheres nos espaços de dialogo e nas tomadas de decisão.

7 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C. ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS:

8 PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C. Junho a Dezembro de 2013 Gravação da Radionovela Camatondo, RNA Promedia, Luanda Encontro com a comunidade de Vissapa Yela, Huíla ADRA Huíla

9 PROMOÇÃO DA MULHER ANGOLANA ATRAVÉS DAS O.S.C ASASP – Malange Combate à Violência Doméstica “Capacitação de Agentes da Polícia sobre a LVD” – Grupo Teatral da Policia de Intervenção Rápida REDE MULHER, Luanda

10 PROMOÇÃO DA MULHER ANGOLANA ATRAVÉS DAS O.S.C DESAFIOS: Falta de dados estatísticos e desagregados por sexo e idade; Fraca participação dos homens; Pouco interesse por parte dos jovens; Fraca capacidade de planeamento e de gestão; Atraso no início das actividades;

11 PROMOÇÃO DA MULHER ANGOLANA ATRAVÉS DAS O.S.C. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O Projecto “Promoção da Mulher Angolana Através da O.S.C.”, está a contribuir para a criação de uma nova consciência social, principalmente nas mulheres, levando-as a ter uma participação mais activa, integrada e relevante na vida familiar e social, melhorando a vida das comunidades onde se inserem. Tendo em conta alguma falta de informação nos relatórios enviados pelas organizações, atingimos mais de pessoas, na 1ª e na 2ª fase do projecto, até Dezembro de As maiores dificuldades devem-se à pobreza extrema, à iliteracia, à falta de conhecimentos, às práticas culturais e a algumas dificuldades internas das O.S.C., como no planeamento e gestão dos seus projectos. Vamos agora entrar na 3ª e última fase do projecto, de Maio de 2014 a Abril de Nesta fase, 5 novas organizações vão ser seleccionadas. Das lições aprendidas, pretendemos reforçar o apoio à gestão financeira das organizações, fortalecer a monitorização no terreno, assegurar e intensificar as relações entre as OSC e as repartições provinciais do MINFAMU. De modo a garantir uma maior eficiência e eficácia na implementação das actividades e gestão dos recursos.

12 MUITO OBRIGADO!


Carregar ppt "“PROMOVER A CAPACIDADE DAS MULHERES ANGOLANAS ATRAVÉS DAS O.S.C.” 2012-2015 Luanda, 25 de Março de 2014 United Nations Development Programme Programa das."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google