A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Procedimentos a serem tomados com a vítima de desmaio:  Aumentar a vetilação do ambiente ou transportar o desmaiado para um local mais ventilado;  Elevar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Procedimentos a serem tomados com a vítima de desmaio:  Aumentar a vetilação do ambiente ou transportar o desmaiado para um local mais ventilado;  Elevar."— Transcrição da apresentação:

1 Procedimentos a serem tomados com a vítima de desmaio:  Aumentar a vetilação do ambiente ou transportar o desmaiado para um local mais ventilado;  Elevar seus membro inferiores numa posição acima da cabeça;  Afrouxar as suas roupas;  Tentar acordá-la chamando seu nome ou batendo palmas próximo ao seu rosto;  Aplicar compressas frias no rosto da vítima;  Assim que ela acordar, espere até que recupere seus reflexos antesde fazê-la se levantar;

2 O que NÃO FAZER:  Não dê comida ou líquidos para a vítima logo que ela recuperar a consciência, para evitar um engasgo;  Não faça a vítima levantar-se rapidamente, o que pode ocasionar novos desmaios;  Não permita que a vítima caminhe sozinha, pois ela pode sofrer outra síncope;  Não jogue água no rosto da vítima.  Não bata no rosto da vítima.

3 Você pode prevenir os desmaios?  Algumas pessoas sentem tonturas, imediatamente antes de desmaio. Eles também podem notar alterações na visão (tais como a visão de túnel), um aumento da frequência cardíaca, sudorese e náuseas. Alguém que está prestes a desmaiar pode até vomitar. Se você acha que vai desmaiar…

4  Se possível, deite-se. Isto pode ajudar a prevenir um episódio de desmaio, pois permite que o sangue circule para o cérebro. Apenas certifique-se de se levantar novamente lentamente quando você se sentir melhor, primeiro numa posição sentada por alguns minutos, e então de pé.

5  Sente-se com a cabeça abaixada entre os joelhos para a frente. Isso também ajudará o sangue circular no cérebro, embora não seja tão bom quanto deitado. Quando você se sentir melhor, mova-se lentamente para uma posição sentada e depois pode ficar em pé.

6  Não fique desidratado. Beba bastante líquidos, especialmente quando seu corpo está perdendo mais água devido à transpiração ou estando num ambiente quente.  Manter o sangue circulando. Se você tiver que ficar em pé ou sentado por um longo tempo, periodicamente os músculos da perna tensa ou cruzar as pernas pode ajudar a melhorar o retorno do sangue ao coração e ao cérebro. E tentar evitar superaquecimento, ficar apertado, ou em ambientes abafados.

7 O que você deve fazer?  Se você desmaiou razões como estar num ambiente quente e cheio, então geralmente não há necessidade de se preocupar com isso. Mas se você tiver uma condição médica ou está tomando medicações de prescrição, chame o seu médico. Deve-se informar ao médico se você bateu com a cabeça, teve dor no peito, palpitações sem motivo aparente, falta de ar, ou o desmaio ocorreu durante o exercício ou esforço, especialmente se você já teve mais desmaios. Desmaios frequentes podem ser sinal de um problema de saúde.saúde

8 O que deve ser informado ao médico:  Quanto tempo durou o desmaio.  O estado em que o paciente acordou (confuso, com algum membro fraco ou dormência localizada, tinha urina ou fezes nas suas roupas, machucou-se.)  O que a vítima estava fazendo antes de perder os sentidos.  Sintomas como palpitações, dor no peito, suor frio, se estava fazendo esforço ou parado antes da síncope.

9 O que deve ser informado ao médico:  Se a vítima estava se debatendo enquanto esteve desacordado.  Remédios que vítima usa, já que alguns remédios em quantidades inadequadas podem ser os causadores do desmaio.

10 Síndrome vaso-vagal  É o tipo mais comum de desmaio. As vítimas mais afetadas são mulheres, que passaram muito tempo em pé, no ponto de ônibus por exemplo, debaixo de sol forte. Suor frio, mal estar, visão turva, palidez são sintomas que precedem a perda de sentido. Normalmente, poucos segundos depois de cair, a pessoa acorda como se não tivesse acontecido nada.

11 Tratamento para síndrome vaso-vagal:  O tratamento para quem sofre com esse tipo de desmaio com frequência, costuma ser orientação a tomar mais líquidos e fazer alguns tipos de exercícios.

12 Causas:  Uma das causas mais perigosas de desmaio são as arritmias cardíacas. A perda de sentidos causada por arritmias pode ser um anúncio de problemas sérios que devem ser avaliados muito rápido, e a demora no atendimento pode levar ao óbito. Os pacientes com arritmias geralmente referem palpitações aceleradas ou dor no peito antes do desmaio. Ás vezes acontece um tipo de desmaio chamado "desliga-liga", onde o paciente não sente nenhum sinal de que vai desmaiar e acorda no chão. Dependendo do tipo de arritmia a forma de tratamento muda:

13 Taquicardias:  : É quando o coração bate mais rápido do que deveria. Algumas delas são reversíveis, causadas por remédios ou problemas de tireóide, infarto do miocárdio ou doenças genéticas. É mais comum em pessoas que já têm problemas cardíacos(coração aumentado, sopros ou angina/infarto) ou em pessoas cujos pais ou tios já apresentaram problemas cardíacos. A maioria delas pode ser tratada com medicações ou procedimentos cirúrgicos.coração

14 Bradicardias:  É quando o coração atrasa algumas palpitações. O tratamento pode ser instalação de marca-passo. O marca-passo é um aparelho que fica embaixo da pele, com um ou mais fios que vão até o coração. Este "avisa" quando o coração tem de bater, caso ele fique muito lento, e libera uma descarga elétrica para haver uma contração dos músculos cardíacos e consequentemente acertá-los.

15 Causas neurológicas:  Quando o paciente tem um quadro neurológico, as características mais comuns são a liberação espontânea de fezes e urina, convulsões e confusão após a retomada dos sentidos. Além disso, os desmaios causados por causas neurológicas normalmente são os mais longos, demorando mais do que cinco minutos. Uma das causas que mais preocupam os pacientes e os médicos é o AVC.

16 Causas neurológicas:  A pessoa que sofre um desmaio causado por esse problema acorda confusa, sonolenta e pode apresentar fraquezas em perna ou braço, ou fala arrastada. Mesmo que a pessoa volte ao normal em algumas horas, sempre é indicado procurar ajuda, já que um evento como esse serve de aviso para um problema mais grave.

17 Sobre o tratamento do AVC:  Hoje o AVC pode ter um tratamento ótimo se a pessoa chegar no pronto socorro em até três horas após início dos sintomas. Alguns tipos de AVC podem receber medicações que restauram o fluxo sanguíneo na área em perigo e podem reverter até totalmente as sequelas. Por isso, se houver dúvida, corra até um pronto-socorro tão rápido quanto possível. Mesmo que essas informações possam ser úteis para um diagnóstico mais rápido e preciso, é importante lembrar que todo desmaio deve ser avaliado por um profissional.

18 O que é AVC?  O acidente vascular cerebral é uma doença caracterizada pelo início agudo de um deficit neurológico (diminuição da função) que persiste por pelo menos 24 horas, refletindo envolvimento focal do sistema nervoso central como resultado de um distúrbio na circulação cerebral que leva a uma redução do aporte de oxigênio às células cerebrais adjacentes ao local do dano com consequente morte dessas células; começa abruptamente, sendo o deficit neurológico máximo no seu início, e podendo progredir ao longo do tempo.

19 Podemos dividir o acidente vascular cerebral em duas categorias:  AVC isquêmico;  AVC Hemorrágico;

20 AVC hemorrágico:  No acidente vascular hemorrágico existe hemorragia (sangramento) local, com outros fatores complicadores tais como aumento da pressão intracraniana, edema (inchaço) cerebral, entre outros, levando a sinais nem sempre focais. Em torno de 20% dos acidentes vasculares cerebrais são hemorrágicos.

21 AVC isquêmico:  O acidente vascular isquêmico consiste na oclusão de um vaso sangüíneo que interrompe o fluxo de sangue a uma região específica do cérebro, interferindo com as funções neurológicas dependentes daquela região afetada, produzindo uma sintomatologia ou deficits característicos. Em torno de 80% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos.


Carregar ppt "Procedimentos a serem tomados com a vítima de desmaio:  Aumentar a vetilação do ambiente ou transportar o desmaiado para um local mais ventilado;  Elevar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google