A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Normas ABNT Metodologia da Pesquisa Conhecimento Os 4 tipos; Verdade; Erro ; Ignorância Aula 4.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Normas ABNT Metodologia da Pesquisa Conhecimento Os 4 tipos; Verdade; Erro ; Ignorância Aula 4."— Transcrição da apresentação:

1 Normas ABNT Metodologia da Pesquisa Conhecimento Os 4 tipos; Verdade; Erro ; Ignorância Aula 4

2 Os Quatro Tipos de Conhecimento

3 Meu avô dizia sempre: - “acorde cedo, porque estudar no período da manhã é mais produtivo!”

4 - “ arrependei-vos, pois da morte me livraste a alma, sim, livraste da queda os meus pés, para que eu ande na presença da luz divina”

5 Enquanto as ciências buscam o conhecimento do mundo material com seus fenômenos e suas leis, quem busca explicar as causas remotos e o sentido da existência humana e do mundo é conhecimento?

6 Conhecer fatos sem justificá-los ou explicar-lhes as causas é própria do conhecimento? ___________________

7 Somente se poderá afirmar uma verdade com certeza quando houver ___________________

8 ConhecimentoempíricoConhecimentoReligiosoConhecimentoFilosófico Conhecimento científico científico

9 QUATRO TIPOS DE CONHECIMENTO E SUAS CARACTERÍSTICAS C ONHECIMENTO P OPULAR [E MPÍRICO OU V ULGAR ] : Valorativo (baseado em ânimo e emoções, os valores do sujeito impregnam o objeto do conhecimento); Reflexivo (não pode ser reduzido a uma formulação geral) Assistemático (organização particular das experiências, não geral) – casual, eventual, desorganizado; Verificável (limitado ao âmbito da vida diária; Falível (se conforma com a aparência e com o que se houve dizer sobre determinado objeto); Inexato (não permite formular hipóteses para além das percepções objetivas); (Marilena Chauí)

10 QUATRO TIPOS DE CONHECIMENTO E SUAS CARACTERÍSTICAS C ONHECIMENTO R ELIGIOSO (T EOLÓGICO ): Valorativo (apoiado em doutrinas com proposições sagradas) Inspiracional (revelado pelo sobrenatural) Sistemático (faz menção a origem, significado, finalidade e destino, mundo como obra de um criador divino) Não verificável (atitude de fé implícita frente ao conhecimento revelado) Infalível (verdades indiscutíveis) Exato (aspira ser a manifestação da verdade imutável) (Marilena Chauí)

11 QUATRO TIPOS DE CONHECIMENTO E SUAS CARACTERÍSTICAS C ONHECIMENTO F ILOSÓFICO : Valorativo (baseado em hipóteses que não podem ser submetidas à observação, emerge da experiência) Racional (consiste num conjunto de enunciados logicamente correlacionados) Sistemático (visa a representação coerente da realidade estudada, tentando apreendê-la na totalidade) Não verificável (emerge da experiência e não da observação/experimentação) Infalível (não é submetido ao teste da observação) Exato (Marilena Chauí)

12 QUATRO TIPOS DE CONHECIMENTO E SUAS CARACTERÍSTICAS C ONHECIMENTO C IENTÍFICO : Factual (lida com ocorrências ou fatos, toda a forma de existência que se manifesta) Contingente (proposições têm veracidade ou falsidade conhecidas pela experiência e não só pela razão) Sistemático (saber logicamente ordenado, formando um sistema de idéias) Verificável (hipóteses precisam ser testadas) Falível (não definitivo, absoluto ou final) Aproximadamente exato (novas proposições e técnicas podem reformular as teorias existentes) (Marilena Chauí)

13 C IÊNCIA É : A ciência é conhecimento que resulta de um trabalho racional ; A ciência se distingue do senso comum porque este é uma opinião baseada em hábitos, preconceitos, tradições cristalizadas, enquanto a primeira baseia-se em pesquisas, investigações metódicas e sistemáticas e na exigência de que as teorias sejam internamente coerentes e digam a verdade sobre a realidade;

14 C IÊNCIA É : Uma teoria científica pode ser entendida enquanto “um sistema ordenado e coerente de proposições ou enunciados baseados em um pequeno número de princípios, cuja finalidade é descrever, explicar e prever do modo mais completo possível um conjunto de fenômenos, oferecendo suas leis necessárias.

15 Ciência é (LAKATOS & MARCONI) uma sistematização de conhecimentos, um conjunto de proposições logicamente correlacionadas sobre o comportamento de certos fenômenos que se decide estudar; ■ um conjunto de atitudes e atividades racionais dirigidas ao sistemático conhecimento com objeto limitado, capaz de ser submetido à verificação.

16 O QUE É C IÊNCIA ? Busca de explicação racional sobre o universo; Teoria científica Capaz de explicar o mundo Começamos na ignorância… […] e acabamos construindo respostas plaúsiveis.

17 A C IÊNCIA Do medo à Ciência A evolução humana corresponde ao desenvolvimento de sua inteligência. Sendo assim podemos definir três níveis de desenvolvimento da inteligência dos seres humanos desde o surgimento dos primeiros hominídeos: o medo, o misticismo e a ciência.

18 A E VOLUÇÃO DA C IÊNCIA A preocupação dos precursores da filosofia ( filo = amigo + sofia ( sóphos ) = saber e quer dizer ( amigo do saber ) era buscar conhecer o porque e o para que de tudo o que se pudesse pensar.

19 DIMENSÕES DA VERDADE A verdade é o reflexo fiel do objeto na mente; a adequação do pensamento com as coisas, com os fatos, com os acontecimentos. A verdade é de certa forma uma convenção, ou seja, um convênio estabelecido entre os homens sobre determinado fato ou situação

20 DIMENSÕES DA VERDADE Assim não podemos falar de verdade e falsidade no plano “realidade real”. Portanto não existe Ouro falso. Ou é ouro na realidade, ou outro material qualquer: zinco, cobre, bronze, etc...

21 DIMENSÕES DA VERDADE

22 verdade empírica verdade formal verdade metafísica verdade revelada verdade moral

23 CRITÉRIOS PARA CHEGAR À VERDADE

24 A VERDADE PODE : ser desconhecida, negada, diferente do que é (ERRO); estar para a inteligência como se não existisse (IGNORÂNCIA); entrever-se como simplesmente possível (DÚVIDA); atingir-se como provável (OPINIÃO); Atingir-se como plena evidência (CERTEZA)

25 C AUSAS LÓGICAS DO ERRO fraqueza nativa da inteligência; falta de perspicácia; Falta de memória; doenças

26 C AUSAS MORAIS DO ERRO vaidade; interesse (parcialidade); Preguiça.

27 I GNORÂNCIA PODE SER Universal; Particular; Absoluta; Relativa; Vencível; Invencível; Culpável; Desculpável;

28

29 ABNT NBR 6023 ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS Fixa a ordem dos elementos das referências e estabelece convenções para transcrição a apresentação da informação originada do documento e/ou outras fontes de informação. Destina-se a orientar a preparação a compilação de referências de material utilizado para a produção de documentos e para inclusão em bibliografias, resumos, resenhas, recensões a outros.

30 EXEMPLO ARTIGO DE JORNAL: SOBRENOME, Nome do Autor. Título do artigo. Nome do Jornal, local de Publicação (cidade), dia mês. ano. Cad. Política, p.15 ARTIGO DE REVISTA: SOBRENOME, Nome do Autor. Título do artigo. Nome da Revista, local de Publicação (cidade), v., n., p.15-25, mês. ano. v= VOLUME n= NÚMERO p= página LIVRO SOBRENOME, Nome do Autor. Título da obra : subtítulo. Tradução de Fulano de Tal. 3. ed. Local de Publicação (cidade) : Editora, ano. 300 p.

31 ABNT NBR CITAÇÃO citação é a menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte. De acordo com a ABNT, as formas de citações mais conhecidas são: direta, indireta e citação de citação

32 ABNT NBR 6028 RESUMO

33 ABNT NBR 6027 SUMÁRIO

34 ABNT NBR 6024 NUMERAÇÃO PROGRESSIVA

35 ABNT NBR 6034 INDICE

36 PRÓXIMA AULA PROJETO DE PESQUISA Para o lar Pensar no tema Pensou – trazer Pesquisa História e conceitos do tema


Carregar ppt "Normas ABNT Metodologia da Pesquisa Conhecimento Os 4 tipos; Verdade; Erro ; Ignorância Aula 4."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google