A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ausência de Dominância. Dominância incompleta  Dominância incompleta é quando o indivíduo heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário entre os.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ausência de Dominância. Dominância incompleta  Dominância incompleta é quando o indivíduo heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário entre os."— Transcrição da apresentação:

1 Ausência de Dominância

2 Dominância incompleta

3  Dominância incompleta é quando o indivíduo heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário entre os fenótipos dos homozigotos.  Um exemplo é a cor das flores maravilha (Mirabilis jalapa). Elas podem ser vermelhas, brancas ou rosas.  Plantas que produzem flores cor-de-rosa são heterozigotas, enquanto os outros dois fenótipos são devidos à condição homozigota.  Supondo que o gene V determine a cor vermelha e o gene B, cor branca, teríamos: VV = flor vermelha BB = flor branca VB = flor cor-de-rosa

4

5 Codominância

6  Muito frequentemente a combinação dos genes alelos diferentes produz um fenótipo intermediário.  Essa situação ilustra a chamada Codominância.  É um tipo de interação entre alelos de um gene onde não existe relação de dominância (o filho não possui a mesma característica do pai, e sim um novo fenótipo), o indivíduo heterozigoto que apresenta dois genes funcionais, produz os dois fenótipos.

7  Exemplo de codominância: cor da pelagem em bovinos da raça Shorthon RR - pelagem vermelha Rr - pelagem ruão (branca e vermelha) rr – pelagem branca

8 Genes Letais

9  A letalidade ocorre tanto em homozigoze dominante ou homozigoze recessiva.  Como exemplo, a pelagem em ratos: o gene T quando em homozigoze provoca a morte dos ratos ao nascer, ficando assim:

10

11 Noções De Probabilidade

12  Acredita-se que um dos motivos para as ideias de Mendel permanecerem incompreendidas durante mais de 3 décadas foi o raciocínio matemático que continham. Mendel partiu do princípio que a formação dos gametas seguia as leis da probabilidade, no tocante a distribuição dos fatores.  Probabilidade é a chance que um evento tem de ocorrer, entre dois ou mais eventos possíveis.

13 Fórmula e exemplos  P = probabilidade de ocorrência de determinado evento. P = nº de eventos favoráveis nº de eventos possíveis  Exemplo 1 – Num lançamento de dado normal, qual a probabilidade de se obter a face 5? P (5) = 1 = 0,166 ou 16,6 6  Exemplo 2 – Num baralho de 52 cartas, qual a probabilidade de retirarmos uma dama qualquer? P (dama) = 4 = 1 = 0,0769 ou 7,69% 52 13

14 Regra da Adição (regra do “OU”)  Eventos mutuamente exclusivos são aqueles em que a ocorrência de um impede a ocorrência do outro.  Acontecimentos isolados.  Exemplo 1 – Lançando um dado, qual a probabilidade de se obter a face 1 ou a face 6? P(face 1 ou face 6) = = 2 = 1 = 0,333 ou 33,  Exemplo 2 – Num baralho de 52 cartas, qual a probabilidade de se extrair uma dama ou um valete? P(dama ou valete) = = 8 = 2 = 0,153 ou 15,3%

15 Regra da Multiplicação (regra do “E”)  Ocorrência simultânea de dois ou mais eventos independentes ou não exclusivos é igual ao produto das probabilidades isoladas desses eventos.  Exemplo 1 – Lançando simultaneamente um dado e uma moeda, qual a probabilidade de sair a face 5 e cara? P(5 e cara) = 1 x 1 = 1 = 0,0833 ou 8,33%  Exemplo 2 – Um casal deseja ter dois filhos, sendo o primeiro menino e o segundo menina. Qual a probabilidade de que isso ocorra? P(menino e menina) = 1 x 1 = 0,25 ou 25% 2 2


Carregar ppt "Ausência de Dominância. Dominância incompleta  Dominância incompleta é quando o indivíduo heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário entre os."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google