A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

14 de junho de 2013 PROCEU. Alegoria – Representação de entidades abstratas por meio de imagens concretas. O elemento material funciona como revestimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "14 de junho de 2013 PROCEU. Alegoria – Representação de entidades abstratas por meio de imagens concretas. O elemento material funciona como revestimento."— Transcrição da apresentação:

1 14 de junho de 2013 PROCEU

2 Alegoria – Representação de entidades abstratas por meio de imagens concretas. O elemento material funciona como revestimento que, ao mesmo tempo, oculta e revela o aspecto ideal. Exposição de pensamento sob forma figurada; Sequência de metáforas que representa uma coisa nas palavras e outra coisa no sentido. Cupido=Amor

3 Eu gosto de ler gostando, gozando a poesia, como se ela fosse uma boa camarada, dessas que beijam a gente gostando de ser beijada. Eu gosto de ler gostando gozando assim o poema, como se ele fosse boca de mulher pura simples boa libertada boca de mulher que pensa... dessas que a gente gosta gostando de ser gostada. (Solano Trindade) Nasceu em1908, em Recife (PE). Poeta, f pintor, teatrólogo, ator e folclorista. Legítimo poeta da resistência negra por excelência. Compôs poemas afro-brasileiros.

4 Revoluções - Revolução Francesa ( ideais de liberdade e igualdade); Revolução Gloriosa (Inglaterra, Declaração de direitos); Iluminismo; Mecenato aristocrático declina, publico pequeno burguês leitor ascende (apreciação da emoção e não mais do padrão clássico).

5 ... A liberdade, como a luz, penetra por toda a parte... Não há regras nem modelos Victor Hugo (1802 – Francês)

6 Séc. XIX - Movimento filosófico e artístico (o espírito romantico vira uma visão de mundo) Se contrapõe ao racionalismo e ao iluminismo. Influenciado pelas revoluções do séc. XVIII; Burguesia consegue chegar ao poder

7 Tomada da Bastilha, Prise de la Bastille -Jean-Pierre Louis Laurent Houel Revolução Francesa

8 Revolução Gloriosa Inglesa Radical mudança nos modos de vida com a Revolução Industrial Inglesa na segunda década do séc. XVIII, surgimento do proletariado.

9 Nacionalismo, historicismo e medievalismo; Valorização das fontes populares – folclore – inspiração; Confessionalismo; Pessimismo – egocentrismo, individualismo, melancolia (spleen), tédio de viver; Crítica social – mais forte na última fase.

10 Primeira geração – ainda conserva características clássicas, é nacionalista. Principais características Em Portugal – medievalismo No Brasil – indianismo

11 Segunda geração Ultrarromantismo, exagero do subjetivismo e do emocionalismo – tédio (mal do séc.), escapismo, Byronismo (Lorde Byron)

12 Terceira Geração Antecipa características do realismo, apresenta maior engajamento nos debates sociais.

13 Em fins do séc. XVIII, Portugal está aliado à Inglaterra na luta contra a França; 1807 – Napoleão invade Portugal garantindo bloqueio continental - Fuga da família real para o Brasil.

14 Embarque da Família Real Portuguesa para o Brasil fugindo de Napoleão (Henry l'Eveque )

15 1811 – Saída dos franceses de Portugal, lutas políticas e guerra civil entre conservadores (defendendo absolutistismo – apoiando D. Miguel) e liberais (defendendo monarquia constitucional com apoio de D. Pedro) – Regeneração: acordo entre liberais e conservadores por um projeto político.

16 Marco inicial: 1825 com a publicação do poema Camões de Almeida Garrett; Marco final: 1865 com o início do Realismo marcado pela Questão Coimbrã (polêmica estética e ideológica)

17 1820 – 1830 Apresenta características neoclássicas, nacionalismo, historicismo e medievalismo, além das características ideológicas envolvidas com a implantação do liberalismo. Principais autores: Almeida Garrett, Alexandre Herculano de Carvalho Araújo.

18 Foi uma importante figura pública, enfrentou embates políticos, era liberal convicto e é considerado o introdutor do romantismo em Portugal;

19 Prosa: Viagens na Minha Terra Mistura de gêneros (relato de viagem, ensaio, reportagem, novela romântica). O núcleo da Narrativa é o Relato da viagem realizada pelo autor em 1843 de Lisboa para Santarém. Envolve a narrativa do romance entre Joaninha e Carlos além de fazer vários comentários sobre a política, o clero, o amor, as artes, etc.

20 Ultra-romantismo; Ideais estéticos românticos; Liberdade de criação; Principais autores: Camilo Castelo Branco e Soares Passos

21 Características pré-realistas ainda com subjetivismo romântico; Diluição das principais características românticas. Principais autores: João de Deus e Júlio Dinis.

22 Contexto: Independência política; 1º Império ; Guerra do Paraguai; Desenvolvimento da Cafeicultura; Classe média urbana se formando. Período Regencial

23 Revolta com reformas de D. João Orgulho pela independência Projeto de construção de um novo país. Manutenção da unidade nacional.

24 1ª Geração ( ) Nacionalismo, indianismo, cor local. Índio representado como nobre, leal, bom selvagem. 2ª Geração ( ) Ultra Romantismo 3ª Geração Questões sociais e políticas (republicanismo e abolicionismo).

25

26 1ª romances indianistas: Iracema, Ubirajara e O Guarani. 2ª romances históricos: Minas de Prata e Guerra dos Mascates. 3ª Romances regionalistas: O Gaúcho, O Tronco do Ipê e Til. 4ª Romances urbanos: Lucíola, Diva e A pata da Gazela.


Carregar ppt "14 de junho de 2013 PROCEU. Alegoria – Representação de entidades abstratas por meio de imagens concretas. O elemento material funciona como revestimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google